conecte-se conosco


Cuiabá

Atuação da Defesa Civil de Cuiabá contra queimadas urbanas atinge mais de R$1,3 milhão em multas

Publicado

Em apenas duas semanas, a Defesa Civil de Cuiabá atendeu a 25 ocorrências de queimadas, o que gerou autos de infração que somam mais de R$ 1,3 milhão em multas. As queimadas foram registradas tanto em área urbana, como em regiões mais afastadas, como o Cinturão Verde e o Distrito Industrial. Os valores apurados são referentes ao período entre 16 e 29 de junho.

Entre a tarde de quarta-feira (29) e final da manhã desta quinta-feira (30), a equipe de brigadistas da Defesa Civil municipal atuou no combate ao fogo que atingiu os terrenos de duas indústrias na Rodovia Helder Cândia (MT-010). O incêndio florestal de grande proporção precisou do empenho de 4 servidores da Defesa Civil e mais 8 funcionários da empresa, além de inúmeros caminhões-pipa para ser contido. O que se via era uma vasta cortina de fumaça. E os brigadistas se empenharam até mesmo à noite para combater as chamas.

O diretor da Defesa Civil de Cuiabá, José Pedro Ferraz Zanetti, alerta que esse período de estiagem é crítico para a saúde e ocorre ao mesmo tempo em que Mato Grosso se encontra no auge da pandemia de Covid-19. “A situação está ficando crítica. A umidade relativa do ar está muito baixa, com previsão de chegar abaixo de 20%. Por isso, a gente pede que não coloquem fogo em terrenos, não queimem lixo. Além de fazer mal para toda a população, a fumaça que essas queimadas provocam vai causar problema respiratório. E esse pessoal que passa mal com problema respiratório vai acabar na mesma fila de quem está com Covid-19”, afirma.

O uso do fogo em terreno urbano é crime ambiental em qualquer época do ano, previsto na Lei federal nº 9.605, que estipula como sanções multa e/ou reclusão de 1 a 4 anos. Na zona rural, o período proibitivo este ano vai de julho a setembro. A Lei complementar nº 004/1992 também proíbe as queimadas de vegetação nos terrenos baldios. Mesmo que o dono do terreno não tenha dado início ao fogo, é dele a responsabilidade pelo cuidado do imóvel.

O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), através do telefone 193, é a principal fonte receptora de denúncias de queimadas, cujas ocorrências são atendidas prioritariamente pelo Corpo de Bombeiros. A Defesa Civil municipal também atua nesses casos e está apta a receber denúncias pelo telefone (65) 3623-9633, em horário comercial, ou pelo e-mail defesacivil@cuiaba.mt.gov.br.

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Tendência para o pós pandemia, home office se consolida entre as empresas

Publicado

por

Com o isolamento social ensaiando para um término, algumas empresas que estão funcionando em home office tendem a não retornar mais para o escritório físico. A verdade é que antes da pandemia havia muitas alternativas digitais e personalizadas para vários setores, e que acabaram sendo implementadas agora neste conturbado período. Com tudo isso, é importante que os profissionais que estão exercendo as atividades laborais em casa também adotem um série de cuidados para uma melhor adaptação.

A Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise covid-19, elaborada pela Fundação Instituto de Administração (FIA), coletou, em abril, dados de 139 pequenas, médias e grandes empresas que atuam em todo o Brasil e revelou que, apesar das dificuldades, 50% das empresas disseram que a experiência com o teletrabalho superou as expectativas e 44% afirmam que o resultado ficou dentro do esperado. No entanto, pouco mais de um terço (36%) disse que não pretende manter o trabalho a distância após o fim da pandemia. Um percentual semelhante (34%) tem a intenção de continuar com o teletrabalho para até 25% do quadro. O restante (29%) quer manter o home office para pelo menos 50% do quadro ou até todos os funcionários.

O presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, regional Mato Grosso (SBOT-MT), Dr. Renam Bumlai, alerta que, com o trabalho online, algumas medidas para evitar dores e lesões devem ser tomadas. “Como o trabalho em casa ainda é uma novidade para algumas pessoas, é bom lembrar que existem situações que podem interferir na adaptação desse cenário. Por exemplo, a ausência de cadeira adequada, o mal posicionamento do computador e a rotina de ficar sentado por horas são algumas delas”, destaca o médico.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Global Mobile Consumer Survey Brasil 2019 da Deloitte, os smartphones já fazem parte da vida de 92% dos brasileiros, que o utilizam para trabalhos remotos. Desta forma, manter-se atento aos cuidados com a postura, aos equipamentos utilizados como apoio e praticar exercícios de alongamentos são fundamentais para a prevenção de lesões.

Cuidar da saúde durante o trabalho em casa pode prevenir problemas de coluna, ombros e mãos. “Exercícios de alongamento e fortalecimento podem aliviar a tensão no pescoço com o movimento de ‘sim’ e ‘não’ com a cabeça. Fazer pausas a casa 30 minutos, levantar-se e alongar-se para reduzir a carga sobre as costas e os ombros são dicas valiosas que podem ajudar a evitar dores e lesões causadas pelo excesso de tempo em uma mesma atividade”, finaliza o ortopedista.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Governador e secretário de Saúde fazem balanço sobre os 30 dias do Centro de Triagem Covid-19

Publicado

por

O governador Mauro Mendes e o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, concedem entrevista coletiva nesta quinta-feira (20.08), a partir das 9h, sobre os 30 dias de funcionamento do Centro de Triagem Covid-19.

A entrevista ocorrerá na sede da unidade, na Arena Pantanal. Haverá transmissão ao vivo pelas redes sociais.

O Centro de Triagem foi instalado para ajudar os municípios da Baixada Cuiabana a fazer o atendimento da atenção básica para os casos de coronavírus.

No local, a população tem acesso à testagem, atendimento clínico e, quando prescrito pelo médico, aos medicamentos do kit covid e até mesmo tomografia. São realizados cerca de 700 atendimentos por dia.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana