conecte-se conosco


Entretenimento

Chef cuiabano apresenta ingredientes de MT em competição

Publicado

No time de Kátia BarbosaMarcelo Cotrim, de 35 anos, é de Cuiabá e em seu ‘Prato de Entrada’ apresentou uma receita que incluía todos os biomas do local que representa. Com forte apelo na culinária regional, o Chef, antes de trabalhar com gastronomia já teve uma agência de turismo e sonha viajar pelo Brasil para conhecer in loco a cultura e a culinária do país.

Como você descobriu o amor pela gastronomia e com quantos anos você começou a cozinhar?

O amor pela gastronomia realmente começou acompanhando meus pais, em viagens. Meu pai sempre foi muito ligado a essa questão de comer bem, sempre querer ir a um lugar e comer, e como é legal conhecer a cultura de um local pela comida. Então, sempre fui influenciado por esse lado. E também reuniões familiares, quando ia para a fazenda via meus avós cozinhando. Era bem bacana porque sempre despertava a questão de cheiro, sabor, tempero. Então isso já aguçou um pouco com relação à gastronomia, mas nunca pensando efetivamente trabalhar com isso.

Profissionalmente, aconteceu após eu já ter algumas outras experiências com publicidade. Também fiz sistema de informação e aí, no hobby, sempre era fazer um churrasquinho, alguma coisa assim. Até que minha noiva falou: “Por que você não faz gastronomia?”. Ela viu que realmente eu não estava me sentindo completo e estava gostando muito de gastronomia. Estava deixando de sair para querer cozinhar, e ela falou: “Por que você não vai fazer?”. Acabei entrando na faculdade e me apaixonei no primeiro momento. Comecei a fazer a faculdade, logo terminei e já fiz uma pós-graduação em chef de Cozinha Brasileira, e aí a paixão aflorou mesmo.

Mas você chegou a trabalhar como publicitário ou com sistema de informação?

Não. Eu tive um lava a jato primeiro, um estacionamento lava a jato. Depois disso, abri uma agência de turismo. Então a parte de publicidade eu usava para divulgar o lava a jato, divulgar o estacionamento, mas nada emprego fixo em alguma agência, não. Eu utilizava para tentar divulgar as coisas que eu tentava empreender.

Para você, tem algum utensílio que é indispensável na hora de preparar os seus pratos?

Utensílio, na verdade, a gente tem que ter realmente uma boa panela, uma boa frigideira, uma coisa que a gente consiga fazer algum tipo de preparação, mas eu acho que o ingrediente principal mesmo é o amor pelo que faz. É estar ali e tentar se entregar 110% ao que você está realmente se propondo a fazer. Então o ingrediente principal, o utensílio que move a vida de um cozinheiro é o amor pelo que faz. É realmente uma profissão de devoção e que, se a gente não fizer por amor, a gente não consegue suportar.

Leia mais:  Ator compra carro de US$ 2 milhões e bate 15 minutos depois

Qual a comida mais exótica que você já experimentou?

Não é tão exótico assim… isso talvez seja exótico para algumas pessoas, mas para a gente é praticamente natural. É a carne de jacaré, que tem bastante no Pantanal, e carne de caça, que a gente geralmente utiliza: javali e tudo mais. Mas, exótico assim ao extremo, nada que eu me lembre.

Caso você vença o Mestre do Sabor, você já tem alguma ideia do que fazer com o prêmio?

Na verdade, o prêmio seria mais para finalizar, terminar de construir a minha casa, que vai ser um espaço para atender também alguns clientes lá. O local já é a minha cozinha, a gente está fazendo uma parte separada, que seria para atendimento. Então, o prêmio saindo, a gente vai dar continuidade nisso daí: finalizar a casa e esse espaço para atender os clientes.

Você tem alguma viagem dos sonhos?

Meu sonho é poder rodar o máximo que eu puder de cantos do Brasil, principalmente conhecendo a gastronomia. Conhecemos um pouco da gastronomia brasileira através de literatura e de pesquisa que a gente faz, mas nada como a gente estar in loco, vivenciando realmente aquela realidade.

Samuel Kobayashi/Gshow

marcelo cotrim pintado

Pintado Grelhado com Mousseline de Mandioquinha e Pequi e Farofa de Pixé com Escamas

Dos lugares que você conhece, já viajou, teve algum que te marcou, foi mais especial para você?

Uma viagem que eu fiz para a Espanha e Portugal – França também –, esses lugares são bem bacanas de ver o culto ao ingrediente, o quanto eles admiram e valorizam o ingrediente pelo ingrediente. Na questão de emoção, realmente foi isso, foi ver o quanto representa para eles tratar bem o alimento.

Abriu um pouco os meus olhos quando eu tive essas experiências e tentei trazer isso ao máximo e tentar olhar ao meu redor também, tentar cozinhar com o que eu tenho ao meu redor, que é valorizando o pequeno produtor e tudo mais. O maior legado dessas viagens que eu fiz foi isso: mudar um pouco talvez o meu conceito e abrir um pouco o meu olhar com relação ao que está mais próximo da gente, para tentar valorizar realmente a nossa cultura.

Leia mais:  Valentina Bulc expõe assédio de seguidor: “Machistas não passarão”

Na gastronomia, você tem algum ídolo, alguém que te inspira?

Na verdade, eu tenho algumas pessoas que eu tenho como referência. Bem no início, quando comecei a trabalhar com cozinha, fiquei muito encantado com o trabalho feito pelo Alex Atala, de valorização, de pesquisa dos ingredientes brasileiros. Eu tentei pautar muito o meu trabalho em cima dessa vertente, trazendo o que ele fez para a gastronomia do Brasil.

Eu queria tomar esse papel e fazer pela gastronomia de Mato Grosso. Então, foi uma pessoa que eu tive e tenho como referência, que norteou esse início, mas aí a gente vai se encantando com outros chefs, como Rodrigo Oliveira, do Mocotó, que é um chef incrível hoje. Jefferson Rueda, Claude e Emmanuel Bassoleil, que a gente não pode esquecer que foram os que deram a “chacoalhada” na gastronomia brasileira. Foram os caras que apresentaram a gastronomia brasileira para o Brasil. Foram atrás dos ingredientes brasileiros, foram atrás dessa valorização.

Você acha que tem algo que marca, tem alguma característica mais forte da culinária do Mato Grosso?

Você fala para as pessoas irem a Mato Grosso, a primeira indicação é ir a uma peixaria, porque a gente tem uma abundância de peixe por conta do Pantanal, mas só que o nosso trabalho é tentar fazer uma coisa um pouco diferente.

Claro, tentei entrar aqui no programa com um peixe, mas a gente tenta fazer isso, com que as pessoas conheçam além dos peixes de Mato Grosso. Os nossos cozidos, toda a nossa herança cultural, toda a tradição de Mato Grosso é muito arraigada com relação aos cozidos. Carnes com bananas, com legumes, que são coisas bem características. Nossa farofa de banana também, que é diferente de todos os lugares que a gente tem andado aqui pelo Brasil

Os cozidos, temos muitos doces também. A questão do doce de avó, que a gente fala, que são os doces mais antigos. Acho que são características marcantes.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Assessoria de Gugu Liberato atualiza estado de saúde de apresentador que está na UTI

Publicado

Gugu Liberato continua em observação, após ter sofrido uma acidente caseiro, em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos. Confira o comunicado enviado pela assessoria de imprensa do apresentador:

Nesta quarta-feira, 20, o apresentador Gugu Liberato sofreu um acidente (uma queda) em sua casa em Orlando e encontra-se internado em observação. Gugu está na Unidade de Terapia Intensiva e vivo, sendo acompanhado pela equipe médica local. As informações que circulam sobre uma suposta morte do apresentador são inverídicas.

Os familiares de Gugu chegaram a Orlando, por volta das 19h30 desta quinta-feira, e irão conversar pessoalmente com a equipe médica.

De acordo com os procedimentos do hospital, somente amanhã, sexta-feira, um boletim médico será divulgado primeiramente à família. Assim como todos os familiares, amigos, fãs e profissionais de imprensa, estamos confiantes em sua recuperação e agradecemos as manifestação de apoio.

Voltaremos a informá-los. Contamos com a compreensão de todos.

Esther Rocha Assessoria de Comunicação Gugu Liberato

Entenda o caso!

Gugu Liberato sofreu um acidente caseiro em Orlando, nos Estados Unidos, na quarta-feira (20), e foi encaminhado ao hospital.

Leia mais:  Larissa Maxine posa para revista Sexy e revela bissexualidade: “Homem tem medo”

No início da tarde da última quinta-feira (21), a assessoria de imprensa do apresentador da Record TV emitiu um comunicado à imprensa.

Vale ressaltar que as leis americanas são muito rigidas em relação a informar o estado de saúde de pacientes. Isto só pode ocorrer com  a autorização da família. Os familiares de Gugu Liberato viajaram para os Estados Unidos, nesta manhã, e chegaram ao país, por volta das 18h45,  desta tarde.

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Pantanal Shopping arrecada alimentos para atender mais de 120 mil famílias no Natal

Publicado

O Pantanal Shopping é neste ano, mais uma vez, um dos pontos de coleta oficial da campanha ‘Natal sem Fome’, da Organização Não Governamental (ONG) Ação Cidadania. A meta é arrecadar 160 toneladas de alimentos para famílias carentes, até o próximo dia 20 de dezembro.

Vários outros shoppings da marca Ancar Ivanhoe, pelo Brasil, também serão pontos de coleta. “Quisemos usar a força do grupo para promover o bem e fazer a diferença em nossa sociedade pelo terceiro ano consecutivo. Temos ciência da capacidade instalada de nossos shoppings de atuar como agentes transformadores da realidade e não medimos esforços para mobilizarmos, conscientizarmos e fazermos a diferença. Para esse ano, a meta nacional será a maior dos últimos tempos e temos certeza que vamos alcançá-la”, afirma Diego Marcondes, Head de Marketing da marca.

Além dos alimentos não perecíveis, os clientes também podem participar da campanha ‘troco solidário’, doando a quantia excedente do pagamento do estacionamento e do brinde atrelado à campanha promocional de Natal para o movimento idealizado pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho.

Outra forma de ajudar no Pantanal Shopping é doando modas no ‘Poço dos Desejos’, espaço localizado junto à decoração de Natal, na Praça de Eventos. Este dinheiro também será revertido à campanha ‘Natal sem Fome’. Por fim, quem estiver longe dos shoppings da rede Ancar Ivanhoe pode fazer uma doação online, utilizando o portal da Benfeitoria AQUI.

Leia mais:  Ex-estrela da Disney abre arquivo de fotos sensuais

A meta de 2019 é a maios dos últimos anos: atender mais de 120 mil famílias cadastradas nos comitês da Ação Cidadania nos 18 estados do Brasil, doando as cestas básicas arrecadadas durante todo o período da campanha.

A Ancar Ivanhoe é uma das líderes do mercado de shoppings centers, com mais de 40 anos de atuação. Sua história teve início na década de 70, quando ingressou na indústria como uma das responsáveis pelo desenvolvimento do segundo shopping construído no Brasil: o Conjunto Nacional Brasília. Em 2006, associou-se à canadense Ivanhoe Cambridge, líder global de serviços imobiliários, e continuou sua trajetória em constante expansão. Após 10 anos dessa parceria de sucesso, a Ancar Ivanhoe tornou-se uma das cinco maiores empreendedoras e administradoras de shopping center do Brasil, presente nas cinco regiões do país, com 22 empreendimentos em seu portfólio, entre shoppings em operação e em desenvolvimento.  Para mais informações, acesse www.ancarivanhoe.com.br .

Já a ‘Ação Cidadania’ nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias. Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país.

Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana