conecte-se conosco


Esportes

Com três gols anulados e vaias, Brasil empata com a Venezuela

Publicado

R7 NOTÍCIAS

O Brasil empatou sem gols com a Venezuela, na noite desta terça-feira (18), na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), e ainda não conseguiu garantir a classificação para as quartas de final da Copa América. Para a seleção se classificar antes de voltar a campo pela última rodada da primeira fase, Uruguai e Chile precisam vencer, respectivamente, Japão e Equador, pelo grupo C.

Com os resultados favoráveis, o Brasil garantiria pelo menos ficar entre os dois melhores terceiros colocados. Caso contrário, precisa de ao menos um empate no próximo jogo, contra o Peru.

No jogo desta terça, os primeiros lances perigosos saíram dos pés de David Neres, em uma entrada pelo lado esquerdo e um chute para fora, aos nove minutos, e de Richarlison, que deu o primeiro chute em direção ao gol, aos 15 minutos, com o goleiro Fariñez espalmando para fora.

Na primeira metade da etapa inicial, o Brasil tentou pressionar com alguns escanteios e tentativas de jogadas aéreas.

Um erro no escanteio do Brasil gerou o primeiro contra-ataque para a seleção venezuelana. O lance terminou com o goleiro Alisson pegando sem grandes dificuldades uma tentativa de cruzamento na área.

Pouco depois, a Venezuela novamente contra-atacou e, dessa vez com mais perigo, o atacante Rondón cabeceou próximo à trave direita de Alisson.

Leia mais:  44º Jogos Estudantis Cuiabanos começam no próximo sábado

O jogo seguia com o Brasil com muito mais posse de bola e tentando chegar ao gol, enquanto a seleção venezuelana buscava os contra-ataques e arriscava jogadas aéreas para ameaçar o gol de Alisson.

O Brasil chegou a fazer o primeiro gol aos 38 minutos, com Roberto Firmino, que dominou e chutou uma bola uma bola cruzada por Daniel Alves, mas o árbitro chileno Julio Bascuñan marcou falta do atacante brasileiro. E o primeiro tempo terminou sem gols.

O Brasil voltou para o segundo tempo já com alteração no ataque: saiu Richarlison e entrou Gabriel Jesus. O primeiro lance de perigo da seleção na etapa final foi justamente com Jesus, aos 11 minutos, em um chute da entrada da área que saiu à direita do gol.

Três minutos depois, Gabriel Jesus tenta chutar para o gol, a bola desvia e sobra para Firmino, que cruzou para Jesus marcar. No entanto, o juiz foi verificar o VAR e marcou impedimento no ataque brasileiro.

Pouco antes do gol anulado, Tite fez a segunda alteração na seleção, tirando Casemiro para colocar Fernandinho. E a última substituição feita pelo treinador brasileiro foi a entrada de Everton no lugar de David Neres, aos 26 minutos.

Leia mais:  Cuiabá Arsenal enfrentará Rondonópolis e Sinop na Arena Pantanal

Aos 40 minutos, a torcida na Arena Fonte Nova começou a vaiar a seleção brasileira. Sob vaias, Everton arrancou pela esquerda, passou por dois venezuelanos e mandou para o meio da pequena área, para Philippe Coutinho empurrar para as redes. Mas novamente o juiz consultou os árbitros de vídeo e anulou.

A partida terminou com dois cartões amarelos: o primeiro foi para o venezuelano Murillo, por uma falta em Thiago Silva, aos 36 minutos. Casemiro também foi advertido com cartão amarelo por ir com pé alto em uma disputa de bola cinco minutos depois. Aos 45 do segundo tempo, Figuera também foi penalizado.

Com o resultado, o Brasil soma quatro pontos em dois jogo e volta a campo no próximo sábado (22), às 16h, contra o Peru, na Arena Corinthians, em São Paulo. O jogo vai fechar a primeira fase do grupo A e o Brasil precisa de um empate para garantir a primeira colocação.

Com dois pontos, a Venezuela também volta a campo às 16h de sábado, no Mineirão, para enfrentar a Bolívia. Em caso de vitória, os venezuelanos garantem vaga na próxima fase. Um empate também pode ser favorável, dependendo de outros resultados.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Cuiabá começa a decidir Copa Verde hoje à noite contra o Paysandu na Arena

Publicado

A capital de Mato Grosso vive intensamente o clima da primeira final da Copa Verde, que será disputada esta noite entre Cuiabá e Paysandu, às 20h (horário de Mato Grosso), na Arena Pantanal. O clube mobiliza a torcida com promoção de ingressos, anúncios em televisão e até com carro de som para chamar o torcedor e pressionar o time do Pará em busca do segundo título da competição regional.

Ontem o técnico Marcelo Chamusca comandou o último treino no CT do Dourado. Ele trabalhou situações táticas de jogo, mas não revelou a escalação do time que começa a partida. Sem nenhum desfalque por suspensão, o treinador ainda sofre com os desfalques dos atacantes Todinho, Rodolfo e Mateus Anderson, do lateral Danilo e do zagueiro Leandro Souza, que estão no departamento médico. O volante Jean Patrick sentiu uma lesão na coxa diante do América-MG, na última segunda, pela Série B, e não tem presença confirmada.

Com a permanência assegurada na Série B do Campeonato Brasileiro do ano que vem, o Dourado tem o foco todo voltado para a Copa Verde. Além do bicampeonato, o clube está de olho na vaga direta para as oitavas de final da Copa do Brasil do ano que vem.

Leia mais:  Cuiabá Arsenal enfrentará Rondonópolis e Sinop na Arena Pantanal

O Cuiabá conquistou o título da Copa Verde em 2015 justamente contra o maior rival do Paysandu, o Remo. Na campanha daquele ano, o Dourado perdeu o primeiro jogo em Belém por 4 a 1, mas reverteu o placar na Arena Pantanal ao golear por 5 a 1.

Na campanha deste ano, o Cuiabá passou por Iporá-GO, Costa Rica-MS e Goiás. Já o Paysandu-PA deixou para trás o Nacional-AM, o Bragantino-PA e, na semifinal, passou pelo Remo, no clássico paraense.

Este será o quinto confronto entre Cuiabá e Paysandu. O Dourado venceu duas, empatou uma e perdeu outra. O Dourado marcou sete gols e sofreu seis.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

David Moura e Flávio Canto inauguram novo espaço em Cuiabá para formar vidas e atletas com projeto solidário

Publicado

A junção de forças entre dois campeões do judô, David Moura e Flávio Canto, proporcionou a Cuiabá receber o primeiro polo do Instituto Reação, fora do Rio de Janeiro. O projeto solidário tem como objetivo formar vidas e também atletas, oferecendo a crianças, adolescentes e jovens a possibilidade de praticar o esporte de graça.

0 e que não tinha noção da dimensão que ele iria tomar. “Eu tinha muita dúvida do tamanho do impacto que o judô poderia ter na transformação da vida dos nossos alunos. O tempo foi me ensinando que era muito mais poderoso do que imaginava. Fomos sofisticando nossos programas, trazendo mais repertório, estamos com o projeto de mães agora também”.

“Usamos aquilo para dar repertório para as crianças se conhecerem melhor, descobrirem seu potencial, sonhar um pouco mais alto. É para quebrar o paradigma de que passado é igual destino, o que não é”, disse Flávio Canto. David Moura acrescenta que “estamos vindo com tudo, com o judô, trazendo o plano educacional para impactar, mudar um pouco a sociedade. No Reação, temos um lema, que diz ‘formando faixas-preta dentro e fora do tatame’. Os valores do judô são incorporados por uma criança que vai levar para onde ela estiver. Chegará mais longe, será bem-sucedida, seja qual profissão escolher”.

Flávio Canto também disse ter se surpreendido com o carinho dos cuiabanos com ele e toda sua equipe, dizendo que várias pessoas resolveram abraçar o projeto. “É um lugar com muita coisa boa acontecendo. Minha mãe é voluntária no Reação do Rio de Janeiro há 15 anos. Quando o pessoal de Cuiabá começar a enxergar aquele espaço como de todos que quiserem gastar energia para fazer o bem, será muito maior do que já é. Estamos abertos para todos que quiserem contribuir”.

Leia mais:  Lucas do Rio Verde sedia 1ª fase da Liga Mato-grossense de Futsal

“O objetivo principal é formar vidas. No meio destes alunos, teremos um ou outro que irá se encantar por ser um atleta e ajudaremos ele com o máximo que pudermos para que seja campeão. Só dentro da escola são 1.100 alunos, tem lista de espera, porque estamos só esperando a finalização do galpão. É algo bom. Quero que, daqui 20 anos, um destes alunos me pare na rua e diga que isto o ajudou, o transformou”, completou David Moura.

O Instituto Reação Cuiabá ficará em uma escola do bairro Três Barras. O espaço foi doado pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e poderá ser utilizado pelo projeto durante, pelo menos, dez anos. A BV Financeira tem auxiliado no projeto, ajudando a construir o galpão.

“Quando vimos aquele espaço pela primeira vez, há um ano, achei muito bacana. É uma área bacana. O diretor da escola é faixa preta de judô. Teremos todo apoio da escola e vimos naquele espaço aberto já um galpão, que nós estamos terminando”, pontuou o ex-atleta.

Na última terça-feira (12), foi realizado um jantar solidário, com o objetivo de arrecadar recursos para auxiliar no projeto. O evento teve a presença do governador Mauro Mendes (DEM) e do vice-prefeito Niuan Ribeiro. Além disto, padrinhos e madrinhas abraçaram o desafio.

Leia mais:  Começa entrega de kits da 4ª corrida ‘Rotam Extreme’

Instituto Reação

Criado pelo medalhista olímpico Flávio Canto, seu técnico Geraldo Bernardes e amigos em 2003, o Instituto Reação é uma organização não governamental que promove o desenvolvimento humano e a inclusão social por meio do esporte e da educação, fomentando o judô desde a iniciação esportiva até o alto rendimento. Mais de mil e oitocentas crianças, adolescentes e jovens a partir de quatro anos são beneficiados no Rio de Janeiro e agora Cuiabá.

A construção da nova sede começou em abril deste ano, e a previsão é que esteja pronta até início de dezembro. Com a finalização, também será oferecido o programa Reação Educação, que conta com a realização de oficinas pedagógicas no polo, além de aulas semanais visando promover o pensamento crítico e uma postura ativa nos alunos, ampliando a noção de que todos são atores importantes para a transformação da sociedade.

A construção da nova sede começou em abril deste ano, e a previsão é que esteja pronta até início de dezembro. Com a finalização, também será oferecido o programa Reação Educação, que conta com a realização de oficinas pedagógicas no polo, além de aulas semanais visando promover o pensamento crítico e uma postura ativa nos alunos, ampliando a noção de que todos são atores importantes para a transformação da sociedade.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana