conecte-se conosco


Cuiabá

Cuiabá registra até 5 novos casos de coronavírus por dia; veja bairros mais afetados

Publicado

O terceiro boletim epidemiológico emitido pela prefeitura de Cuiabá revela que a Capital registrou, na última semana, até cinco novos casos de contágio pela Covid-19, o coronavírus, por dia.

O estudo tem o objetivo de monitorar as taxas de mortalidade e morbidade da doença na Capital. Elaborado em parceria com Instituto de Saúde Coletiva e Faculdade de Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso, o balanço é divulgado semanalmente pela prefeitura.

Segundo o levantamento divulgado na quinta-feira (23), a Capital teve um aumento de 64% no número de casos confirmados da doença até a semana do dia 18. Antes disso, a cidade apresentava um crescimento médio de três ocorrências de contágio por dia.

“A taxa de incidência foi de 14,7 casos/100.000 habitantes, bem mais elevada que a incidência em Mato Grosso (4,9/100.000 habitantes). Nesta semana ocorreu o primeiro óbito (15 de abril) desde a notificação do primeiro caso em 14 de março, resultando em taxa de letalidade de 1,1%”, destaca trecho do boletim.

Apesar do agravamento no número de contágio, o Executivo municipal baixou um decreto nesta semana afrouxando o isolamento social em favorecimento à retomada das atividades econômicas.

Ainda segundo o estudo, houve uma taxa de internação de 28,9% dos pacientes, no período avaliado. Entre os internados 34,6% ocuparam leitos de Unidade de Tratamento Intensivo e oito (30,8%) fizeram uso de suporte ventilatório, sendo um deles do tipo invasivo.

O espalhamento da doença entre os bairros da Capital também aumentou. Como aponta o balanço, o coronavírus já transita sem dificuldade tanto entre áreas nobres quanto em regiões menos centralizadas da cidade.

Os principais bairros atingidos são Morada da Serra (6), Jardim Imperial (5), Bosque da Saúde (4), Duque de Caxias (4), Jardim Itália (4) e Parque Atalaia (4).

Sobre o óbito registrado na Capital, o levantamento aponta que a vítima, um idoso de 79 anos, precisou fazer uso de suporte ventilatório na UTI antes de morrer. Antes de ser internado, o paciente apresentou os sintomas típicos da doença (febre, diarreia, tosse, dispneia e desconforto respiratório).

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Na TV, Abílio explora apoio das mulheres e denuncia Emanuel por perseguir servidores

Publicado

por

O candidato a prefeito de Cuiabá, Abílio Júnior (Podemos), abriu o programa eleitoral desta segunda-feira (23) falando de propostas para as mulheres e logo em seguida partiu para o ataque contra seu adversário, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que busca a reeleição e foi classificado como o “prefeito vergonha nacional” por ser o “símbolo da corrupção”.

Logo na abertura, a propaganda mostrou imagens da primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, da candidata derrotada no primeiero turno, Gisela Simona (Pros), que se juntou a Abílio no segundo turno, e da vereadora eleita, Michelly Alencar (DEM). A estratégia foi desfazer a imagem de “machista” e um candidato sem propostas para as mulheres, que Abílio ficou conhecido no primeiro turno, inclusive, por causa de declarações feitas por Gisela Simona que o acusou de faltar com o respeito e ofendê-la apenas pelo fato de ser mulher.

Elas também abordaram o tema corrupção. “Todos sabem que a corrupção mata e temos que votar contra a corrupção”, disse Virgínia Mendes.

A propaganda de Abílio também acusou Emanuel Pinheiro de ser um prefeito que “persegue servidores públicos”, numa tentativa de derrubar por terra os argumentos do emedebista que se coloca como o candidato que valorizar o funcionalismo público e acusa Abílio de querer demitir 3 mil servidores, conforme ele mesmo chegou anunciar no primeiro turno.

Para desqualificar Pinheiro, a propaganda de Abílio usou trechos de um áudio gravado pela ex-vereadora de Várzea Grande, Miriam Pinheiro (MDB), acusada de coagir servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, para que votem no atual prefeito. A denúncia foi feita no último sábado (21) durante uma coletiva de imprensa virtual de Abílio e seu vice, Felipe Wellaton (Cidadania).

Mirian Pinheiro atuou como diretora na Secretaria de Saúde durante a gestão de Emanuel, mas se desligou do cargo para disputar as eleições deste ano, onde ficou como suplente.

Na propaganda, Abílio também denunciou Gilson Guimarães, Coordenador técnico da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, de fazer o mesmo, ou seja, de também tentar intimidar servidores para que votem em Emanuel. Foram exibidos trechos de dois áudios, nos quais supostamente aparecem Miriam e Gilson conversando com servidores e orientando que façam campanha para Emanuel. “É para depois das 18 horas todos fazerem campanha. Cada um no seu bairro, sua região”, disse Miriam.

Já Gilson, falou sobre a existência de um grupo de WhatsApp de chefes de setores para unificarem as ações em torno da campanha do atual prefeito de Cuiabá.

Ao final, ainda foi exibida uma cena do vídeo no qual Pinheiro foi gravado guardando maços de dinheiro no bolso do paletó, quando era deputado estadual, divulgado em agosto de 2017, após a homologação do acordo de delação premiada do ex-governador Silval Barbosa pelo Supremo Tribunal Federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

“Precisamos limpar a prefeitura”, diz advogado ao declarar apoio a Abílio

Publicado

por

Além da advogada Gisela Simona (Pros), o vereador e candidato a prefeito de Cuiabá, Abílio Junior (Podemos), recebeu o apoio de mais três legendas no segundo turno da eleição municipal, que será realizado no dia 29 de novembro. Na manhã desta quinta-feira (19), o candidato derrotado a prefeitura de Cuiabá, Aécio Rodrigueus (PSL), declarou apoio ao candidato de oposição ao Palácio Alencastro.

Aécio, que também é presidente do PSL estadual, defendeu a necessidade de fazer uma grande renovação na prefeitura de Cuiabá e, por conta disso, afirmou que não poderia ficar em cima de muro. Ele ainda afirmou que não combinou a nomeação de qualquer cargo com o candidato do Podemos e que não tem esta pretensão.

“Precisamos fazer um limpa e quebrar o atual sistema. Por isso eu não poderia estar do outro lado ou estar em cima do muro. Então hoje eu declaro meu apoio ao meu amigo Abílio”, disse o advogado.

Aécio também enfatizou que apoio dele a Abílio é pessoal. No entanto, revelou que existe um consenso para que a legenda caminhe integralmente com o projeto do vereador no segundo turno. Segundo ele, o PSL vai se reunir para definir a questão.

“Felizmente, eu decidi seguir o caminho, que foi muito positivo para mim, a minha campanha, que pude mostrar o que eu queria para Cuiabá, e acredito que mantendo a minha linha e tudo que pretendo para Cuiabá, o meu caminho natural é com Abílio”, pontuou.

O advogado seguiu dizendo que, assim como Gisela, ele teve alguns entraves com Abílio durante a campanha eleitoral. Há algumas semanas, Aécio chegou a afirmar que Abílio fazia um “circo” na Câmara “pagando de bom moço”. Além disso, chegou a “perder” seu candidato a vice, Professor LAC, que decidiu apoiar o vereador no meio da campanha.

Apesar dos embates, Aécio tratou a troca de farpas como um “cenário isolado” e defendeu a união em torno do projeto de Abílio “para combater a corrupção na administração municipal”.

“A gente teve algumas troca de farpas durante a campanha, mas estávamos numa disputa e tinha que correr com o que tinha. Graças a Deus eu saí de cabeça erguida e conto com Abílio para a gente combater a corrupção e fazer um limpa dentro da prefeitura”, concluiu.

Durante o evento, os candidatos derrotados ao Senado – deputado Elizeu Nascimento (DC) e o advogado Euclides Ribeiro (Avante) – também sacramentaram apoio a Abílio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana