conecte-se conosco


Esportes

Cuiabá segue sem 8 jogadores disponíveis para enfrentar o Coritiba hoje na Arena

Publicado

O técnico do Cuiabá, Marcelo Chamusca, continua com dificuldade para escalar o time ideal. Para o jogo desta noite, contra o Coritiba às 21h30 (horário Mato Grosso) na Arena Pantanal, o treinador segue sem oito jogadores titulares, que estão do departamento médico, em transição ou suspensos. A boa notícia é o retorno do lateral-esquerdo Paulinho, suspenso no jogo contra o Brasil-RS e que retorna hoje.

Na lista dos indisponíveis estão o meia Alê, recebeu o terceiro amarelo e está suspenso. Além dele, estão fora o goleiro Victor Souza, o lateral Jonas, o volante Escobar e os atacantes Todinho e Rodolfo, todos se recuperando de lesão no departamento médico. O volante Dajvan e o meia Rena Bressan foram liberados pelos médicos, treinaram com o elenco na segunda, mas não devem ser convocados até estarem 100% em condições de jogo.

Diante de tantos, problemas, a palavra de ordem no Dourado é superação. Além das lesões, Chamusca tem o calendário apertado com jogos a cada três dias e ainda não conseguiu tempo para treinar adequadamente o time. O tempo é investido em posicionamento e em conversas com o elenco.

Leia mais:  Luverdense precisa vencer o Cuiabá para garantir vaga na final do Sub-19 e na Copa do Brasil

“O desgaste e a fadiga são acumulativas. Nós fizemos uma viagem desgastante, passamos um dia inteiro para sair de Pelotas e chegar a Cuiabá e temos apenas três dias de preparação para o jogo. Mas todas as dificuldades a gente tem que transformar em motivação. Temos um grupo forte, que compete, o clube dá uma boa condição de recuperação e é nisso que a gente vai trabalhar”, analisou Chamusca.

O jogo de hoje é isolado na tabela da Série B e vale pela 24ª rodada, quando foi adiado por causa da restauração do gramado da Arena Pantanal. Com o empate conquistado no último sábado, em Pelotas, o Dourado chegou aos 40 pontos e precisa de mais cinco pontos para conquistar a meta inicial na Série B, que é a permanência na divisão. Já o time paranaense tem 48 pontos e briga pelo G4.

Classificação Série B
1 Bragantino 62 pontos
2 Sport  56
3 Atlético-GO   50
4 Coritiba  48
5 América-MG  48
6 Paraná 47
7 CRB 46
8 Botafogo-SP   44
9 Operário-PR   44
10 Ponte Preta 41
11 Cuiabá 40
12 Brasil-RS  39
13 Oeste 38
14 Guarani  36
15 Vitória  36
16 Londrina  35
17 Figueirense  32
18 Vila Nova  31
19 Criciúma   30
20 São Bento  28

Leia mais:  Grêmio Sorriso aposta na base para disputar a segunda divisão do Mato-grossense

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Flamenguista de Mato Grosso perde quase R$ 7 mil e se frustra por não assistir final da Libertadores no estádio

Publicado

Frustração. Este é o sentimento do advogado Peterson da Costa Teixeira, morador de Cuiabá e que não poderá acompanhar o time do coração na final da Copa Libertadores da América de 2019. A mudança na sede da final, de Santiago (Chile) para Lima (Peru), deverá fazer com que o mato-grossense perca até R$ 7 mil, caso não consiga o reembolso de passagens, hotel e outros. Vale lembrar que esta é apenas a segunda vez que o clube carioca chega a uma final da competição.

A Copa Libertadores, a partir deste ano, passa a ter final única, em um país sede escolhido pela Conmenbol. Santiago, no Chile, foi a cidade selecionada. Porém, um série de protestas e o temor pela possível falta de segurança para o duelo entre Flamengo e River Plate fez com que a disputa pelo caneco fosse transferida para Lima, no Peru.

“Foi frustrante. Comprei tudo, passagens, hotel e o ingresso. O voo eu comprei logo depois do primeiro jogo da semifinal. Foi antes de ter a confirmação de que ia se classificar. Logo depois, assim que abriu os ingressos, já comprei. Fiz o plano de sócio torcedor mais caro para isto. Reservei o hotel, sem reembolso”, contou o advogado ao Olhar Direto.

Peterson ainda pontua que tentou remarcar o voo com a Latam para Peru, sem custos adicionais. Porém, após quatro dias, foi informado que não haveria mais passagens disponíveis para o dia da final. “Foram feitas outras tentativas, mas nenhuma delas atendia minhas possibilidades”.

Leia mais:  Após saída de Carioca, diretoria apresenta novo treinador do Sinop

“Estamos em processo para ver se ressarcem a passagem. Preciso confirmar todos os dados novamente. Estou aguardando para ver esta questão. Se eu não conseguir os reembolsos, devo perder algo em torno de R$ 5 mil. Se eu incluir o sócio torcedor, que comecei a pagar só para poder comprar o ingresso, deve chegar a R$ 7 mil”, estimou o advogado.

O advogado ainda conta que só decidiu não ir de ônibus até Lima por falta de companhia. “Estou chateado até de ouvir falar. Para quem tem paixão e tinha a possibilidade de ir, é frustrante. Eu não fui de ônibus, porque eu estava sozinho, mas é bastante complicado”.

“Agora vou reunir com minha família, que é fanática, meus pais, tios, minha avó, que é apaixonada, assar uma carne e assistir o jogo. Quem for torcedor, vai degustar desse momento da forma que for. Sofremos muito e está na hora da gente ganhar”, finalizou o advogado.

Esta é apenas a segunda vez que o Flamengo chega em uma final de Copa Libertadores da América. A última foi em 1981, quando os cariocas venceram o Cobreola (Chile).

Agora, sob o comando do português Jorge Jesus, o ‘Mengão’ tem a possibilidade de conquistar o bicampeonato e também o título do Campeonato Brasileiro de 2019, que está cada vez mais próximo.

Leia mais:  Cuiabá viaja a Bahia para enfrentar o Vitória no recomeço da Série B

Telão da Arena

Os torcedores do Flamengo que procuram opção de local para assistir a final da Copa Libertadores da América, no dia 23 de novembro, poderão ir até a Arena Pantanal, onde serão instalados telões e sonorizações para shows, segundo divulgou a secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Estado.

A final entre Flamengo e River Plate (ARG) será realizada em Lima, no Peru. A partida está marcada para ter início às 16 horas (de Mato Grosso). O evento intitulado ‘A Arena é Nossa. Dá-lhe Mengão!’ está sendo promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em parceria com o Cuiabá Esporte Clube e a emissora de TV responsável pela transmissão oficial da partida.

Os portões do estádio serão abertos a partir das 14h, com acesso pelos portões A e B, no setor Oeste e portões F e G, no Leste. O ingresso será dois quilos de alimentos não-perecíveis que serão doados a instituições sociais.

O rubro-negro foi considerado o mais querido pelos cuiabanos em levantamento local realizado pela KGM Pesquisas. Dentre os clubes de futebol de fora do Estado, um em cada quatro torcedores (25,8%) aponta o Flamengo como time de coração em Cuiabá.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Nos pênaltis, Cuiabá vence o Paysandu e conquista a Copa Verde

Publicado

O Cuiabá conquistou o bicampeonato na Copa Verde nesta quarta-feira (20), após marcar nos acréscimos e vencer o Paysandu nos pênaltis, no Mangueirão, em Belém.

 

O Dourado havia perdido o jogo de ida, na Arena Pantanal, por 1 a 0. Ontem, sofreu para conseguir o mesmo placar, marcando com Paulinho, de cabeça, aos 49 minutos do segundo tempo, o que levou a decisão da disputa para os pênaltis.

 

Marcaram para o Cuiabá: Gutiérrez, Escudero, Alex Ruan e Paulinho. Pelo Paysandu, Leandro Lima, Thiago Pimpão, Tony e Micael converteram as cobranças.

 

Ednei, do Cuiabá, teve o pênalti barrado pela defesa de Giovanni.

 

Na hora de decidir para o Paysandu, Caíque chutou para a fora, levando o jogo para as cobranças alternadas e reacendendo a chance do Cuiabá, que conseguiu marcar com Felipe Marques, enquanto que, pelo time adversário, Nicolas chutou no travessão.

 

Com a vitória, além da taça de campeão, o Cuiabá garantiu uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2020 e levou uma premiação de R$ 2,5 milhões.

Leia mais:  Cuiabá viaja a Bahia para enfrentar o Vitória no recomeço da Série B

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana