conecte-se conosco


Esportes

De volta ao Brasil para estreia na Porsche Endurance, Massa fala sobre F1

Publicado

Globo Esporte

Após duas temporadas representando a equipe Venturi na Fórmula E, Felipe Massa retorna ao Brasil para disputar a Porsche Endurance Series. Aos 39 anos, o ex-Fórmula 1 creditou a mudança à busca por mais competitividade e reconheceu desafios que enfrentará com a modalidade – tendo participado de apenas quatro corridas com carros de turismo ao longo dos 23 anos de sua carreira.

Vice-campeão mundial da F1 em 2008 pela Ferrari, o piloto também comentou a dura temporada da escuderia no atual campeonato da categoria, onde ocupa a sexta colocação no Mundial de Construtores, e apostou na manutenção da hegemonia de Lewis Hamilton, líder do campeonato.

O campeonato 2020 da Porsche Endurance Cup começa neste sábado, 19 de setembro, no Autódromo Velo Città em Mogi Guaçu. A corrida será transmitida ao vivo pelo SporTV 3 a partir das 11h (horário de Brasília).

– Estou empolgado por correr de volta no Brasil. Gosto de competir e continuo procurando categorias diferentes para achar uma que me dê o prazer de correr por muitos anos. É uma experiência nova pra mim, tenho muito o que aprender, mas estou empolgado. É aprender sobre o carro, sobre o pneu, o jeito que se guia, a pista. O carro é sem dúvidas um pouco mais quente, mas acho que a parte física não deve ser um problema. Acredito que eu continuo bem preparado fisicamente – disse Massa.

Massa vai dividir o Porsche 911 GT3 Cup geração 991-II com Lico Kaesemodel, campeão da categoria em 2018 ao lado de Ricardo Zonta. O campeonato ainda terá outras duas etapas: no Autódromo Internacional Ayrton Senna em Goiânia, no dia 24 de outubro; e Interlagos, em 6 de dezembro. O paulista reconheceu que a pista de abertura, no Autódromo Velo Cittá, será uma grande novidade para ele, mas apostou na experiência adquirida nos treinos, que começam na sexta-feira:

– A Corrida do Milhão (da Stock Car, em 2018) era em um circuito meio oval, bem diferente daquilo que a gente vai ter nessa corrida. E dei umas duas ou três voltas no Velo Città, mas em outra pista; as curvas 2 e 3, talvez a 4, eram muito diferentes. Vai ser uma experiência praticamente nova pra mim, mas tomara que eu entenda rápido o carro e a pista e esteja competitivo.

Assim como outros campeonatos à motor no Brasil e no mundo, incuindo a Fórmula E, que chegou a realizar seis provas em nove dias em circuito permanente na capital alemã Berlim, a Porsche Endurance Cup também precisou se adaptar à pandemia do coronavírus, aderindo a medidas como a ausência de público, obrigatoriedade de testes e uso mandatório de máscaras.

– A pandemia mudou muita coisa no mundo, e no automobilismo, mudou completamente. A gente está tendo corridas onde a preocupação em se proteger é muito grande, e isso é muito triste. Não podemos esquecer que o Brasil acabou perdendo a Fórmula 1, que não vai mais vir em novembro. Algumas categorias estão voltando e isso é bom, mas enquanto não tiver o público de volta às pistas, curtindo e acompanhando, e menos preocupação, acho que nada vai ser normal – lamentou Massa.

“Ninguém quer ver a Ferrari tendo esses problemas”

Ao comentar sobre o atual momento da Fórmula 1, Felipe Massa não escondeu o descontentamento com a fase vivenciada pela equipe na qual correu entre 2006 e 2013 e foi vice-campeão em 2008. A escuderia ocupa hoje o sexto posto no campeonato – atrás da Racing Point e Renault -, e optou por substituir o tetracampeão Sebastian Vettel em 2021 pelo espanhol Carlos Sainz, hoje na McLaren.

– Ver uma equipe tão importante sofrendo dessa maneira é muito triste. Ninguém quer ver a Ferrari tendo esses problemas. O tempo do Vettel acabou passando, tanto que os resultados dele neste ano mostram que a Ferrari talvez tenha tomado a opção correta de não renovar seu contrato. Carlos Sainz é um bom piloto, jovem e que tem muito o que crescer também. Logicamente, eles precisam ter um carro competitivo antes de qualquer coisa, mas torço pelo bem dele e da Ferrari. É uma equipe excepcional, que tenho um carinho muito grande, e sem dúvidas diferente das outras, como se fosse uma religião – disse o piloto.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Cuiabá perde em SP, mas segue líder

Publicado

por

Em uma partida tensa entre dois representantes de lados opostos na tabela, o ameaçado Guarani conseguiu fazer o dever de casa e quebrou a série de oito jogos invicto do líder Cuiabá. O gol da partida, marcado por Bidu, saiu no primeiro tempo, quando o Bugre ainda ficou com um jogador a mais. O Dourado voltou melhor pro segundo tempo e pressionou, crescendo ainda mais quando os donos da casa também tiveram um jogador jogador expulso, mas não conseguiram o empate, para alegria da torcida bugrina, que pôde respirar aliviada fora do Z-4.

Autor do único gol da partida, Bidu comemorou no intervaldo estar fazendo uma das melhores partidas de sua ainda curta carreira. O lateral chegou a três gols como profissional, dois deles na Série B.

O volante Luiz Gustavo é um velho conhecido da torcida bugrina, após boa passagem pelo clube no ano passado. O jogador chegou a ser cogitado novamente no Brinco antes de fechar com o Cuiabá. Mas nessa noite não teve lei do ex. Após uma atuação atribulada, o jogador acabou expulso ainda no final do primeiro tempo, deixando o Dourado com um a menos.

Jogando em Campinas, o Bugre engatou duas vitórias seguidas pela primeira vez na Série B e, além de sair do Z-4, ganhou fôlego e tranquilidade para uma semana de trabalho que pode ser essencial para o técnico Felipe Conceição arrumar a equipe para a sequência da temporada.

Com o resultado, o Guarani deixa a zona de rebaixamento e salta para o 15º lugar, com 17 pontos em 16 jogos. A equipe abre três de vantagem para o Botafogo-SP, primeiro time no Z-4, mas que tem um jogo a menos. Enquanto isso, o Cuiabá segue isolado na liderança, com 32 pontos em 16 partidas.

Na próxima rodada, o Guarani viaja e vai enfrentar o Vitória no Barradão. A partida está marcada para a quarta-feira (21), às 19h. No mesmo dia e horário, o Cuiabá recebe o Paraná na Arena Pantanal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Cuiabá segue líder da Série B e tem dois jogos em sequência na Arena Pantanal

Publicado

por

Mesmo abrindo a 11ª rodada com empate em 1 a 1 na terça-feira (22) diante do Operário Ferroviário-PR, fora de casa, o Cuiabá permanece na liderança isolada da Série B do Campeonato Brasileiro, com 22 pontos.

O Paraná, único que poderia ter alcançado o Dourado, empatou em 1 a 1 neste sábado (27), contra o Brasil-RS, chegando a 21 pontos. O jogo foi em Pelotas.

Com esse resultado, o Cuiabá defende novamente a primeira colocação da Série B na próxima terça-feira (29), contra o Náutico, às 21h30 (horário de Mato Grosso), na Arena Pantanal. O Timbu está em 10º lugar, com 14 pontos.

Em sequência, no sábado (03), o time mato-grossense recebe o Cruzeiro-MG, clube multicampeão do futebol nacional, que vive momento de crise, atualmente na zona do rebaixamento da Série B, com oito pontos, em 17º.

PÚBLICO

Apesar do Governo de Mato Grosso ter liberado 30% da capacidade de público nos estádios em decreto publicado na sexta-feira (25), de acordo com os setores disponíveis e com as diversas medidas de prevenção, até o momento a decisão não será viável na Série B, pois depende do aval da CBF, organizadora da competição, além de uma autorização da Prefeitura Municipal.

Neste sábado, a CBF, em conjunto com 19 clubes da Série A, se pronunciaram mantendo a proibição da presença de torcedores no Brasileirão

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana