conecte-se conosco


Economia

Décimo terceiro injetará R$ 3,3 bilhões no Estado

Publicado

Pagamento do 13º salário aos trabalhadores injetará R$ 3,3 bilhões na economia de Mato Grosso este ano. O valor cresceu 5% ante 2018, quando os setores público e privado pagaram R$ 3,1 bilhões. Em 2019, o incremento é puxado principalmente pelos trabalhadores que estão na ativa, cujo salário médio subiu de R$ 2,790 mil para R$ 2,907 mil, crescimento de 4,2%. Os dados são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

 

A liberação do recurso tende a ajudar no movimento do comércio, que espera alta de 3,1% no Natal deste ano. Segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a data irá movimentar R$ 769 milhões no Estado e o setor prevê a contratação de 1,7 mil profissionais temporários.

 

No que depender da enfermeira Evanir Campos, 44, o recurso será direcionado realmente para consumo, no caso em uma viagem que ela planejou para o fim do ano. “Eu sempre deixo esse dinheiro guardado ou viajo. Este ano vou viajar. Ano passado investi em uma reforma na minha casa. Décimo é para isso mesmo, as contas eu já pago com o salário todo mês”.

Leia mais:  Produção industrial cresce 0,3% em abril, mas acumula queda de 2,7% no ano

Já o aposentado João Viana, 74, lamenta não poder fazer o mesmo e diz que o recurso “mal dará para a ceia”, já que receberá a 2ª metade do 13º, que é pago parcelado para os aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). “Vou pagar dívidas e não dá para fazer mais nada, porque é pouco. Antigamente dava para fazer festa, agora o salário não sobe, na mesma proporção as despesas”, lamenta.

 

O Dieese aponta que o 13º será liberado a 339,8 mil aposentados e pensionistas. Eles ficarão com 21% do valor total, com a soma de R$ 719 milhões e salário médio de R$ 2.115,63. Já os 903,6 mil trabalhadores do mercado formal receberão R$ 2,6 bilhões (78,5%), com média de R$ 2.907,11 por pessoa. Até dezembro de 2019, o pagamento do 13º salário deve injetar na economia brasileira mais de R$ 214 bilhões, cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Em Cuiabá, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) espera incremento de 5% a 7% nas vendas de Natal, que serão movimentadas, em grande parte, pelo 13º salário. “Dezembro é o melhor mês do ano para o comércio e um dos motivos é esse, o abono natalino. Esperamos com ansiedade que isso venha reforçar o resultado deste ano, continuando a escalada de crescimento do 2º semestre. O ambiente macroeconômico está ficando bom e isso transmite segurança para o trabalhador que acaba tendo mais confiança em comprar, porque tem certeza de que honrará seus compromissos”, afirma Nelson Soares, presidente da CDL Cuiabá.

Leia mais:  Evento reúne mulheres empreendedoras de Cuiabá e região

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Nascidos em junho e julho sem conta na Caixa podem sacar FGTS

Publicado

A Caixa Econômica Federal inicia Nesta sexta-feira (22) mais uma etapa de liberação do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em junho e julho – sem conta no banco – poderão retirar o dinheiro.

O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia brasileira até o fim do ano.

 

Originalmente, o saque imediato iria até março, mas o banco antecipou o cronograma, e todos os trabalhadores receberão o dinheiro este ano.

 

Atendimento

Os saques de até R$ 500 podem ser feitos nas casas lotéricas e terminais de autoatendimento para quem tem senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.

No caso dos saques de até R$ 100, a orientação da Caixa é procurar casas lotéricas, com apresentação de documento de identificação original com foto. Segundo a Caixa, mais de 20 milhões de trabalhadores podem fazer o saque só com o documento de identificação nas lotéricas.

Leia mais:  Mega-Sena pode pagar R$ 125 milhões nesta quarta

Quem não tem senha e cartão cidadão e vai sacar mais de R$ 100, deve procurar uma agência da Caixa.

 

Embora não seja obrigatório, a Caixa orienta ainda, para facilitar o atendimento, que o trabalhador leve também a carteira de trabalho para fazer o saque. Segundo o banco, a carteira de trabalho pode ser necessária para atualizar dados.

 

As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site da Caixa ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800-724-2019, disponível 24 horas.

 

A data limite para saque é  d31 de marçoe 2020. Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a conta do FGTS do trabalhador.

Horário especial

Para facilitar o atendimento, a Caixa vai abrir 2.302 agências em horário estendido hoje e na segunda-feira (11). As agências que abrem às 8h terão o atendimento encerrado duas horas depois do horário normal.

 

As que abrem às 9h terão atendimento uma hora antes e uma hora depois. Aquelas que abrem às 10h iniciam o atendimento com duas horas de antecedência. E as que abrem às 11h também iniciam o atendimento duas horas antes do horário normal.

Leia mais:  Evento reúne mulheres empreendedoras de Cuiabá e região

lista das agências com horário especial de atendimento pode ser consultada no site da Caixa. Nesses pontos, o trabalhador poderá tirar dúvidas, fazer ajustes de cadastro e emitir senha do Cartão Cidadão.

 

A Caixa destaca que o saque imediato não altera o direito de sacar todo o saldo da conta do FGTS, caso o trabalhador seja demitido sem justa causa ou em outras hipóteses previstas em lei.

 

Essa modalidade de saque não significa que houve adesão ao saque aniversário, que é uma nova opção oferecida ao trabalhador, em alternativa ao saque por rescisão do contrato de trabalho.

 

Por meio do saque aniversário, o trabalhador poderá retirar parte do saldo da conta do FGTS anualmente, de acordo com o mês de aniversário.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Lucas do Rio Verde é a cidade com maior número de empregos ofertados pelo Sine

Publicado

Nesta semana há 1,183 oportunidades de emprego distribuídas em 27 municípios do Estado, por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine). Em Cuiabá e Várzea Grande há disponibilidade de 82 vagas. Deste total, 25 para pessoas com deficiência física (PCD).

 

Em Lucas do Rio Verde são 235 vagas abertas. 85 para auxiliar de linha de produção, 35 para operador de processo de produção, 6 para pedreiro, 5 para vendedor interno, além de oportunide para servente de pedreiro, carpinteiro, entre outros.

O município de Rondonópolis tem um total de 115 vagas de emprego, das quais 25 para auxiliar de técnico de montagem, 20 para vendedor porta a porta, 10 para montador de estruturas metálicas, 6 para caldeireiro montador, 3 para mecânico e 4 para supervisor de produção química, além de outras funções.

 

Já em Nova Mutum as 104 oportunidades são nas áreas de servente de pedreiro, carpinteiro, supervisor de segurança do trabalho, armador de ferragens na construção civil, auxiliar de cozinha, auxiliar de limpeza, almoxarife, garçom, cozinheiro industrial, mecânico e motorista de ônibus urbano.

Leia mais:  Grupo atacadista confirma unidade em Sinop e investirá R$ 40 milhões; prefeita considera ‘momento histórico’

 

A coordenadora de Apoio ao Trabalhador e de Gestão do Sistema Público de Emprego, Simone Koeller, explica que as vagas cadastradas e ofertadas pelo Sine são diárias. “A qualquer momento elas podem ser preenchidas. O trabalhador deve se atentar se aquela vaga disponível é de acordo com o seu perfil e se preenche todos os pré-requisitos que a vaga exige”, explica.

 

Os interessados devem comparecer ao órgão mais próximo de sua residência periodicamente para atualizarem seus cadastros, aumentando assim as chances de conquistarem uma vaga no mercado de trabalho. Além disso, é preciso comparecer aos postos de atendimento portando carteira de trabalho, RG, CNH e comprovante de endereço, facilitando o trâmite do atendimento. (Com informações da assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana