conecte-se conosco


Policial

Dois membros de facção criminosas que agiam em região de chácaras do Sucuri são presos

Publicado

Dois criminosos apontados como integrantes de uma associação criminosa envolvidos em roubos a residência em regiões de chácaras de Cuiabá foram presos pela Polícia Civil, na quinta-feira (10), durante trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA).

Os suspeitos foram identificados como autores do roubo ocorrido em uma residência, na região do Sucuri, no dia 24 de junho. Na ocasião, quatro homens armados entraram na propriedade fazendo a família refém, amarrando e atuando com extrema violência contra as vítimas, que foram agredidas fisicamente.

Durante a ação criminosa, os suspeitos reviraram a casa a procura de joias e dinheiro, e colocaram todos os pertences subtraídos no veículo da família (Toyota Yaris), com o qual fugiram da propriedade.

Nas investigações realizadas pela equipe da DERRFVA, dois participantes do roubo foram identificados e presos, sendo reconhecidos pelas vítimas como autores do assalto. O veículo da família foi recuperado, sendo encontrado em frente a um centro de reabilitação.

Em interrogatório, os suspeitos confessaram a participação no crime e disseram que deixaram o veículo para “”esfriar” para posteriormente ser levado para o Paraguai ou Bolívia, onde seria vendido.

Segundo o delegado titular da DERRFVA, Gustavo Garcia Francisco, os presos fazem parte de uma associação criminosa extremamente perigosa, que usa de violência para a prática dos crimes, agredindo as vítimas com crueldade.

“Durante as diligências foram levantadas evidências do envolvimento dos suspeitos com um grupo criminoso envolvido em vários roubos na área de chácaras do Sucuri. Agora com a prisão deles, solicitamos que outras vítimas de roubo na região compareçam à DERRFVA para fazer o reconhecimento dos assaltantes”, disse Gustavo Garcia.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Jovem tenta desarmar policial e acaba morto em MT

Publicado

por

Um jovem foi morto pela polícia após supostamente ter tentado tomar a arma de um policial durante a operação ‘vácuo’ para inibir e conter aglomerações de pessoas em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, na madrugada desse domingo (11). Conforme o boletim de ocorrência, durante a operação, o suspeito estava em uma festa e tentou fugir para uma região de mata com a chegada da polícia.

Ele foi acompanhado por um policial que o alcançou e deu ordem de parada. No entanto, segundo a polícia, o jovem desobedeceu e tentou tomar a arma do PM.

Em seguida, o policial disparou contra ele. O jovem foi socorrido e encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu ao ferimento e morreu.

A Polícia Militar informou que instaurou um inquérito para investigar o caso com posterior encaminhamento à Justiça. “Lamentamos a investidura ilícita do alvejado que gerou o desfecho narrado e reforçamos o comprometimento com a preservação da ordem pública e o zelo pelo bem maior tutelado que é a vida”, diz, em nota.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Homem invade lanchonete, mata a ex-namorada e comete suicídio

Publicado

por

Um homem identificado como Elinaldo Rezende da Costa, de 31 anos, matou a ex-mulher, Vanessa Gonçalves Santana da Costa, de 31, na noite de domingo (20), no Bairro CPA 4, em Cuiabá, e em seguida cometeu suicídio.

 

De acordo com a Polícia Civil, o homicídio ocorreu por volta das 19h, na frente de uma lanchonete onde a vítima trabalhava, na Avenida Tuiuiú.

 

Segundo testemunhas, a vítima foi tirada pelo suspeito à força de dentro do local e levada até a frente, onde ele sacou uma arma e atirou duas vezes.

 

Em seguida, fugiu em uma motocicleta. Após algumas horas ele foi encontrado morto em uma região de mata, no Bairro Nova Conquista.

Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionada, mas apenas constatou a morte da mulher ainda no local do crime. Ela foi atingida com um disparo na nuca e outro no rosto.

 

Vanessa e o ex-companheiro estavam separados há dois meses, mas ele não aceitava o término do relacionamento.

 

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana