conecte-se conosco


Esportes

Empresário confirma compra de votos para Rio sediar Olimpíada

Publicado

O empresário Arthur Cesar de Menezes Soares Filho, conhecido como “Rei Arthur“, confirmou em acordo de colaboração premiada ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) que houve compra de votos para a eleição do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2016. A informação é do jornal O Globo.

Preso na última sexta-feira em Miami (EUA), ao tentar renovar seu passaporte e solto no mesmo dia, após apresentar todos os documentos necessários, o empresário prestou o depoimento como forma de evitar a deportação para o Brasil. Ele estava foragido desde 2017 e constava na lista de procurados da Interpol. O Ministério Público do Brasil quer sua extradição desde 2017.

Um dos principais prestadores de serviços terceirizados na gestão do ex-governador Sérgio Cabral, Arthur admitiu que usou a empresa offshore Matlock Capital Group para transferir US$ 2 milhões para a conta do senegalês Papa Diack, filho de Lamine Diack, então presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf), de uma conta nos Estados Unidos. Em julho deste ano, o ex-governador Sérgio Cabral já havia confirmado o esquema.

O depósito teria sido feito no dia 29 de setembro de 2009, em Dakar, no Senegal, três dias antes da escolha da capital fluminense como sede dos Jogos.

O ex-governador disse em seu depoimento que pediu a Arthur que combinasse o pagamento com Leonardo Gryner, braço-direito do então presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Carlos Arthur Nuzman. Segundo Cabral, a verba seria descontada do “crédito” que tinha com o empresário, ou seja, de parte das propinas que o ex-governador receberia do “Rei Arthur”.

Segundo o MP-RJ, Arthur pagou US$ 10,4 milhões em propina para Cabral por meio do doleiro Renato Chebar, na conta do EVG Bank, entre março de 2012 e novembro de 2013.

Os contratos de Arthur, dono do grupo Facility, com o governo fluminense chegaram a R$ 3 bilhões na gestão de Cabral. A empresa participava de licitações fraudadas e depois repassava valores dos contratos a autoridades do Legislativo e do Executivo fluminense.

Fonte      https://www.terra.com.br/esportes/lance/empresario-confirma-compra-de-votos-para-rio-sediar-olimpiada,fba7692d12044e2cdd757b447799972faha2xxmu.html

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

“COT não será usado para treinamentos de times”, diz secretário de Cultura

Publicado

O secretário estadual da pasta de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Allan Kardec (PDT), declarou que o Centro Olímpico de Treinamento (COT) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) não será utilizado para preparação de times. Na ocasião, o gestor apontou que o espaço deve ser usado para receber jogos e não como “pista social”.

A declaração do secretário foi feita durante o evento de inauguração do COT, realizado no final da tarde de terça-feira (28). O espaço estava previsto para ser utilizado na Copa do Mundo de 2014, porém, a obra foi adiada por problemas estruturais e orçamentários.

“Treinamento não está no nosso foco, porque treinamento é cada equipe tem que ter seu espaço. Agora, o que a gente pode e deve fazer aqui são as competições. Então, a gente pode trazer para cá um jogo da federação, a gente pode trazer um Sub-20, um futebol feminino, a gente pode estar colocando amistosos aqui”, declarou Kardec.

Durante o evento, o secretário também anunciou que o COT deve receber o Campeonato Nacional de Atletismo. A realização do evento no Centro de Treinamento ainda está sendo discutida entre a Secel e a Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT).

“Já protocolamos o pedido e, a partir de agora, queremos trazer as competições regionais, nacionais e internacionais. A ideia é essa, utilizar essa pista em alto nível”, disse o secretário.

Kardec finalizou suas declarações pontuando que o COT poderá, sim, ser utilizado para preparação de atletas de corrida, tanto nas categorias amadoras quanto os profissionais. Contudo, conforme o secretário, a utilização do espaço precisará ser agendada.

“O que não estará liberado é o portão aberto para vir a qualquer momento e fazer seu treinamento, até porque não é uma pista social, é uma pista de alto rendimento. Então, quem é atleta, seja ele amador ou profissional, pode utilizar mediante agendamento”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Advogada diz que Bruno está “triste, sem comer e sem dormir”

Publicado

A advogada Mariana Migliorini, que estava cuidando das negociações de Bruno Fernandes com o Operário Várzea-Grandense, disse que o goleiro está “profundamente triste” com o desfecho do episódio.

O time de Mato Grosso desistiu da contratação após manifestações de vários setores, já que Bruno foi condenado por homicídio triplamente qualificado, por envolvimento na morte de Eliza Samúdio, com quem teve um filho, em 2010.

“Ele está sem comer e sem dormir”, disse a advogada ao site Torcedores.com.

Querem ele morto. Isso não é pena, não é algo civilizatório, o Bruno já cumpriu a pena. Deus perdoa, a sociedade não
“Os empresários de Várzea Grande não querem ter o nome do Bruno vinculado a eles por conta da repercussão social. Querem ele morto, isso não é pena, não é algo civilizatório. O Bruno já cumpriu a pena. Deus perdoa, a sociedade não”, disse.

No início deste mês, o Fluminense de Feira de Santana também desistiu de contratar Bruno após revolta e protestos sociais.

Na ocasião, o presidente do time, Ewerton Carneiro, disse que a manifestação dos torcedores contra a negociação foi fundamental para a decisão.

“Esses dias foram de muita confusão para mim, para a diretoria, para o Fluminense de Feira, pro povo de Feira, para a minha família. Ainda que o jurídico me deu um parecer que ele vai chegar com oito a dez dias, eu quero dizer que o Fluminense está desistindo da contratação devido à manifestação popular”.

“Foi um apelo da torcida, foi um apelo do povo, então só quem não ouve o povo é porque é maluco”, declarou na ocasião, segundo o Torcedores.com.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana