conecte-se conosco


Esportes

Flamenguista de Mato Grosso perde quase R$ 7 mil e se frustra por não assistir final da Libertadores no estádio

Publicado

Frustração. Este é o sentimento do advogado Peterson da Costa Teixeira, morador de Cuiabá e que não poderá acompanhar o time do coração na final da Copa Libertadores da América de 2019. A mudança na sede da final, de Santiago (Chile) para Lima (Peru), deverá fazer com que o mato-grossense perca até R$ 7 mil, caso não consiga o reembolso de passagens, hotel e outros. Vale lembrar que esta é apenas a segunda vez que o clube carioca chega a uma final da competição.

A Copa Libertadores, a partir deste ano, passa a ter final única, em um país sede escolhido pela Conmenbol. Santiago, no Chile, foi a cidade selecionada. Porém, um série de protestas e o temor pela possível falta de segurança para o duelo entre Flamengo e River Plate fez com que a disputa pelo caneco fosse transferida para Lima, no Peru.

“Foi frustrante. Comprei tudo, passagens, hotel e o ingresso. O voo eu comprei logo depois do primeiro jogo da semifinal. Foi antes de ter a confirmação de que ia se classificar. Logo depois, assim que abriu os ingressos, já comprei. Fiz o plano de sócio torcedor mais caro para isto. Reservei o hotel, sem reembolso”, contou o advogado ao Olhar Direto.

Peterson ainda pontua que tentou remarcar o voo com a Latam para Peru, sem custos adicionais. Porém, após quatro dias, foi informado que não haveria mais passagens disponíveis para o dia da final. “Foram feitas outras tentativas, mas nenhuma delas atendia minhas possibilidades”.

“Estamos em processo para ver se ressarcem a passagem. Preciso confirmar todos os dados novamente. Estou aguardando para ver esta questão. Se eu não conseguir os reembolsos, devo perder algo em torno de R$ 5 mil. Se eu incluir o sócio torcedor, que comecei a pagar só para poder comprar o ingresso, deve chegar a R$ 7 mil”, estimou o advogado.

O advogado ainda conta que só decidiu não ir de ônibus até Lima por falta de companhia. “Estou chateado até de ouvir falar. Para quem tem paixão e tinha a possibilidade de ir, é frustrante. Eu não fui de ônibus, porque eu estava sozinho, mas é bastante complicado”.

“Agora vou reunir com minha família, que é fanática, meus pais, tios, minha avó, que é apaixonada, assar uma carne e assistir o jogo. Quem for torcedor, vai degustar desse momento da forma que for. Sofremos muito e está na hora da gente ganhar”, finalizou o advogado.

Esta é apenas a segunda vez que o Flamengo chega em uma final de Copa Libertadores da América. A última foi em 1981, quando os cariocas venceram o Cobreola (Chile).

Agora, sob o comando do português Jorge Jesus, o ‘Mengão’ tem a possibilidade de conquistar o bicampeonato e também o título do Campeonato Brasileiro de 2019, que está cada vez mais próximo.

Telão da Arena

Os torcedores do Flamengo que procuram opção de local para assistir a final da Copa Libertadores da América, no dia 23 de novembro, poderão ir até a Arena Pantanal, onde serão instalados telões e sonorizações para shows, segundo divulgou a secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Estado.

A final entre Flamengo e River Plate (ARG) será realizada em Lima, no Peru. A partida está marcada para ter início às 16 horas (de Mato Grosso). O evento intitulado ‘A Arena é Nossa. Dá-lhe Mengão!’ está sendo promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em parceria com o Cuiabá Esporte Clube e a emissora de TV responsável pela transmissão oficial da partida.

Os portões do estádio serão abertos a partir das 14h, com acesso pelos portões A e B, no setor Oeste e portões F e G, no Leste. O ingresso será dois quilos de alimentos não-perecíveis que serão doados a instituições sociais.

O rubro-negro foi considerado o mais querido pelos cuiabanos em levantamento local realizado pela KGM Pesquisas. Dentre os clubes de futebol de fora do Estado, um em cada quatro torcedores (25,8%) aponta o Flamengo como time de coração em Cuiabá.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Atletas já estão ansiosos para voltarem aos trabalhos, diz técnico do Luverdense

Publicado

por

Com 52 dias de suspensão, o futuro do Campeonato Mato-grossense ainda segue incerto. No entanto, mesmo com as dúvidas e incertezas, os atletas do Luverdense Esporte Clube já estão na “pré-disposição” e “ansiosos” para retornarem aos treinos e jogos. A confirmação foi feita, ao Só Notícias, pelo treinador da equipe Toninho Pesso.

“Todos estão na expectativa. A vontade do atleta é estar voltando, logicamente se preocupa com a saúde, mas como as movimentações estão começando nos outros Estados, principalmente nas equipes maiores, os jogadores já ficam naquele desejo de estar voltando também. Sabemos que há diferenças entre lugares, cidades, clubes, então ficamos aguardando”, destacou.

“Gostamos de estar dentro do campo, trabalhando no dia a dia, participando das competições, mas o que podemos fazer nesse momento é aguardar, não tem outra saída”. “Não depende só da gente, temos que aguardar os órgãos competentes de saúde para ter a liberação”, acrescentou.

Conforme o treinador para um maior alinhamento, a diretoria e comissão mantém conversas constantes com os jogadores. “Sempre falamos com os jogadores, com a comissão, buscando expor as ideias e deixar tudo da melhor maneira possível para quando haver a retomada”, revelou.

Toninho ainda completou expondo acreditar que “quando voltar a temporada vai começar do zero novamente, muitas equipes serão modificadas, e é como se você estivesse começando a temporada de novo. Deixar para trás o que passou, implementar seu trabalho e adquirir o que necessitar para o decorrer”, pontuou.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo/arquivo)

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

“COT não será usado para treinamentos de times”, diz secretário de Cultura

Publicado

por

O secretário estadual da pasta de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Allan Kardec (PDT), declarou que o Centro Olímpico de Treinamento (COT) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) não será utilizado para preparação de times. Na ocasião, o gestor apontou que o espaço deve ser usado para receber jogos e não como “pista social”.

A declaração do secretário foi feita durante o evento de inauguração do COT, realizado no final da tarde de terça-feira (28). O espaço estava previsto para ser utilizado na Copa do Mundo de 2014, porém, a obra foi adiada por problemas estruturais e orçamentários.

“Treinamento não está no nosso foco, porque treinamento é cada equipe tem que ter seu espaço. Agora, o que a gente pode e deve fazer aqui são as competições. Então, a gente pode trazer para cá um jogo da federação, a gente pode trazer um Sub-20, um futebol feminino, a gente pode estar colocando amistosos aqui”, declarou Kardec.

Durante o evento, o secretário também anunciou que o COT deve receber o Campeonato Nacional de Atletismo. A realização do evento no Centro de Treinamento ainda está sendo discutida entre a Secel e a Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT).

“Já protocolamos o pedido e, a partir de agora, queremos trazer as competições regionais, nacionais e internacionais. A ideia é essa, utilizar essa pista em alto nível”, disse o secretário.

Kardec finalizou suas declarações pontuando que o COT poderá, sim, ser utilizado para preparação de atletas de corrida, tanto nas categorias amadoras quanto os profissionais. Contudo, conforme o secretário, a utilização do espaço precisará ser agendada.

“O que não estará liberado é o portão aberto para vir a qualquer momento e fazer seu treinamento, até porque não é uma pista social, é uma pista de alto rendimento. Então, quem é atleta, seja ele amador ou profissional, pode utilizar mediante agendamento”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana