conecte-se conosco


Tecnologia

Florianópolis recebe primeiro projeto-piloto de tecnologia 5G do país

Publicado

Por G1 SC

Referência em inovação no cenário nacional e com grande concentração de startups, Florianópolis foi a cidade escolhida pela TIM para implantar o primeiro projeto-piloto de 5G, operando na frequência 3,5 GHZ. Nesta quarta-feira (26), a empresa fez demonstração de testes, na Fundação Certi, parceira na inciativa, junto com a chinesa Huawei, que habilitou a rede para experimentar aplicações.

A antena entrou em funcionamento no dia 17 de maio deste ano, mas os serviços só devem chegar ao consumidor em 2021. A 5G tem velocidade 10 vezes superior à 4G. Uma das demonstrações foi um teste de velocidade da tecnologia de quinta geração.

Referência em inovação no cenário nacional e com grande concentração de startups, Florianópolis foi a cidade escolhida pela TIM para implantar o primeiro projeto-piloto de 5G, operando na frequência 3,5 GHZ. Nesta quarta-feira (26), a empresa fez demonstração de testes, na Fundação Certi, parceira na inciativa, junto com a chinesa Huawei, que habilitou a rede para experimentar aplicações.

A antena entrou em funcionamento no dia 17 de maio deste ano, mas os serviços só devem chegar ao consumidor em 2021. A 5G tem velocidade 10 vezes superior à 4G. Uma das demonstrações foi um teste de velocidade da tecnologia de quinta geração.

Leia mais:  Saiba como adicionar recursos de acessibilidade ao Google Chrome

Levando em consideração que o comprimento da onda de rádio do 5G é menor, uma das saídas seria instalar mais antenas. “É inevitável, requer mais site [estações de transmissão]. A cobertura vem atrelada à construção de novo site. Hoje nos deparamos com dificuldades objetivas de conseguir em alguns municípios implementar estrutura para prover a cobertura que a gente deseja para os nossos clientes”.

Ainda de acordo com Costanzo, o fornecimento de internet residencial via 5G, com uso de modens que captam sinal e transmitem via Wi-Fi, faz parte do plano da empresa. “Existe um caso de uso, que se chama FWA para prover na banda larga residencial, por meio do sistema wireless. É nossa intenção explorar esse negócio, totalmente.”

A empresa optou por realizar o projeto-piloto em parceria com instituições de ensino, empreendedores e setores da economia criativa. Com a iniciativa, afirma que que quer ser pioneira e líder no mercado da quinta geração.

Mais projetos

A TIM informou que outros dois projetos-pilotos para a rede de quinta geração estão em fase de implementação. Um deles na cidade de Santa Rita do Sapucaí (MG), que deve começar a operar no mês que vem. O outro em Campina Grande (PB), cuja a previsão é de que entre em funcionamento até o fim do ano, já que ainda aguarda licença da Anatel.

Leia mais:  Moeda digital do Facebook, libra levanta "preocupações sérias", diz presidente do Fed

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

FaceApp diz que deleta maior parte das fotos dos usuários

Publicado

G1

O FaceApp, aplicativo que envelhece rostos, afirmou em comunicado na quarta-feira (17) que deleta a maior parte das fotos dos usuários. “A maior parte das imagens são deletadas dos nossos servidores em 48 horas, a partir da data de upload (quando a imagem é enviada pelo usuário)”, diz a nota publicada pelo site de tecnologia Tech Crunch, dos Estados Unidos.

Após virar febre na internet nos últimos dias, o app tem sido alvo de questionamentos sobre o que faz com as imagens e os dados coletados. O Faceapp entrou até na mira de políticos americanos: o senador democrata Chuck Schummer protocolou um pedido à Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) e ao FBI para que investiguem se as fotos submetidas ao aplicativo são compartilhadas com governos estrangeiros, como a Rússia.

Apesar das negativas da empresa, a política de privacidade do Faceapp permite que o aplicativo guarde as imagens indefinidamente. Em entrevista ao jornal “The Washington Post”, o presidente da empresa, Yaroslav Goncharov, afirmou que não utiliza as imagens das pessoas para treinar uma ferramenta de identificação e negou que elas sejam compartilhadas com governos. “Não dividimos as informações de usuários com terceiros”, disse.

Leia mais:  Apple melhora realidade aumentada, mas novidades só estarão disponíveis nos aparelhos mais recentes

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

Versão falsa do Telegram é removida do Google Play por carregar anúncios fantasmas

Publicado

A fabricante de antivírus Symantec encontrou uma versão não oficial do Telegram, chamada “MobonoGram 2019”, que prometia mais recursos e funcionalidades que o programa original. Porém, o aplicativo apenas tinha funções que baixavam sites em segundo plano, incluindo anúncios pornográficos ou páginas que podiam drenar a bateria do celular. Esse comportamento não era informado ao usuário.

O Mobonogram 2019 foi publicado no Google Play, onde teve mais de 100 mil downloads antes de ser retirado do ar. O desenvolvedor, que usava o nome “RamKal Developers”, também constava como responsável por outro aplicativo idêntico, chamado de “Whatsgram”.

O aplicativo e seus clones de fato forneciam algumas funcionalidades de comunicação. Como o código fonte do Telegram é aberto, qualquer pessoa pode copiar o código e criar um aplicativo idêntico para se conectar à rede do Telegram. Seria possível, inclusive, que alguma versão não oficial do Telegram tivesse mais recursos que a verdadeira.

Uma das vantagens de aplicativos alternativos é a possibilidade de funcionar em países que tentam bloquear o Telegram, como a Rússia e o Irã. O Mobonogram 2019 considerava essa vantagem, oferecendo apenas duas opções de idioma: inglês e persa, a língua oficial do Irã.

Leia mais:  Bill Gates diz que seu maior erro foi não ter conseguido fazer a Microsoft superar o Android

Quem instalou o aplicativo deve removê-lo do celular.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana