conecte-se conosco


Policial

Homem confessa ter matado esposa e a enterrado em fazenda

Publicado

Um homem identificado como Claudecy Nunes foi preso após confessar ser o autor do assassinato de sua esposa, Soraya Parreira de Monteiro, que estava desaparecida desde segunda-feira (18). A prisão foi efetuada na terça-feira (19).

 

Ele confessou que enterrou a vítima na fazenda da família, em Torixoréu (a 569 km de Cuiabá).

 

Na última segunda-feira (18), um dos filhos da vítima, de 43 anos, procurou a Polícia Civil de Torixoréu e registrou boletim de ocorrência noticiando o desaparecimento de sua mãe. Na ocasião, Claudecy acompanhava o filho.

 

O rapaz relatou aos policiais que estava recebendo mensagem de texto, que seriam de sua mãe, através do número de um celular que não era utilizado por ela. Nas mensagens a vítima supostamente dizia que estava de viagem para o Rio de Janeiro, na companhia de um outro relacionamento.

 

Após o depoimento do filho do casal, a Polícia iniciou as investigações e buscas.

 

No entanto, ao analisar as mensagens que supostamente seriam de Soraya, os policiais encontraram nos textos erros de grafia. E mesmo com a solicitação no envio de mensagem de voz, a vítima não encaminhava áudios e nem atendia as ligações.

Leia mais:  Homem é preso após oferecer salgadinhos para atrair menores

 

Desconfiados das atitudes, policiais de Torixoréu foram até a fazenda São Francisco, distante cerca de 63 km da cidade.

 

No local, eles abordaram o marido da vítima e, após realização de diversas entrevistas, ele assumiu a autoria do crime.

 

Claudecy Nunes indicou onde o corpo da vítima foi enterrado e onde escondeu o aparelho celular, utilizado por ele nas ocasiões em que ele se passava pela vítima tentanto ocultar o assassinato.

 

O suspeito foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil em Barra do Garças.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Idosa leva coronhadas durante assalto; 4 são presos

Publicado

Uma idosa foi agredida com diversas coronhadas de arma de fogo durante um assalto em sua residência no bairro Jardim dos Estados, em Várzea Grande. A situação aconteceu na noite desta quinta-feira (12).

M.V.F.R., 17 anos, Carlos Eduardo Rocha, 19, C.S.S. e Diego Felipe Lisboa, 26 anos, foram presos acusados desta ação.

Segundo informações do boletim de ocorrência, os policias do 4° Batalhão receberam a informação de que havia um assalto no Jardim dos Estados. Quando chegaram no local, a vítima informou que os suspeitos teriam levado de sua casa um Volkswagen UP, duas televisões e dois celulares. A mulher informou ainda que durante a ação foi agredida por diversas vezes.

Com base nas características dos suspeitos, os militares então realizaram rondas na região e no Residencial Jatobá identificaram um trio suspeito. Abordados, os três vieram a resistir à prisão, porém os PMs conseguiram contê-los.

Após revista, foi encontrado na cintura de um deles uma pistola e no bolso dos outros estavam os celulares das vítimas. Sobre o carro, um dos suspeitos informou que o veículo estava em uma casa abandonada naquela região e os demais pertences na residência de outro comparsa do crime, no bairro Mangabeiras.

Leia mais:  Homem esconde droga na casinha do cachorro para fugir de flagrante em Mato Grosso

Os policiais foram então até os endereços mencionados e conseguiram recuperar todos os pertences subtraídos da vítima. Os criminosos ainda disseram que o mandante seria um morador do Terra Nova, em Cuiabá identificado por D.F.L.S.

Os PMs foram ainda até a casa deste suposto mandante da ação, porém, os vizinhos informaram que ele tinha se mudado pouco tempo antes da chegada dos agentes de segurança. Os militares entraram na residência, mas estava vazia e sem ninguém.

Diante dos fatos, os quatro presos foram encaminhados a Central de Flagrantes de Cuiabá. A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos investiga a situação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Jovem e filhos desaparecidos há 15 dias são achados em Cuiabá

Publicado

A jovem Brena Lorrayne, de 18 anos, e seus dois filhos de 2 e 3 anos foram localizados nesta terça-feira (10) pela equipe do Núcleo de Desaparecidos numa edícula na região do Jardim Cuiabá, em Cuiabá. Dada como desaparecida há 15 dias, após fazer uma ligação para mãe alegando ter sido agredida pelo namorado, Brena contou uma versão diferente para a equipe da Policia Civil.

Agora, ela revelou que teve uma briga, mas que não foi agredida. O namorado Alessandro Valcacer, 38 anos, compareceu na delegacia e alegou que tudo não passou de um mal entendido.

Segundo ele, o casal está morando no local e não está tendo acesso às rede sociais, nem mesmo TV. Por isso, não souberam da repercussão do caso.

A PJC informou que o casal mora em Cuiabá há pouco tempo e que a mãe, após perder contato com a filha, entrou em desespero e registrou desaparecimento. “Eles disseram que foi saber a repercussão do desaparecimento ontem e ai se mobilizaram para comparecerem a polícia. Ela não está com acesso a rede social e nem TV. Ela alegou que o patrão de seu namorado foi quem alertou o casal de que ambos estavam sendo procurados”, informou investigador do Núcleo de Desaparecidos.

Leia mais:  Homem é assassinado a tiros dentro de hospital regional em MT

O responsável pelo caso é o delegado Anderson Veiga, titular da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), na divisão do Núcleo de Desaparecidos. Ele informou ao FOLHAMAX que houve a denúncia feita pela mãe, mas que tanto a jovem quanto os filhos foram encontrados em bom estado de saúde e sem sinais de ser um caso de violência doméstica.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana