conecte-se conosco


Policial

Homem que arrancou coração da tia tenta enforcar detento

Publicado

MidiaNews

O paulista Lumar Lopes, de 28 anos, preso no último dia (2), após ter confessado que matou e retirou o coração da própria tia, tentou enforcar outro detento na Penitenciária de Sinop (500 km de Cuiabá).

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado e Segurança Pública (Sesp), a agressão aconteceu dentro da cela de triagem da cadeia, conhecida como “camburão”.

Antes disso, ele estava sendo mantido encarcerrado no Centro de Ressocialização de Sorisso (CRS), onde havia cometido o homicídio da tia.

A transferência aconteceu na última terça-feira (16), em razão de seu perfil e das circunstâncias do crime.

“O pedido foi acatado pelos juízes da Execução Penal de ambas as comarcas. Lumar foi transferido na terça-feira [16] para Sinop”, disse a assessoria da Pasta.

Relembre o caso

Após matar a tia, identificada Maria Zélia da Silva Cosmos, de 55, Lumar colocou o coração dela em uma sacola plástica, foi até a casa da filha da vítima e o entregou. Em seguida, tentou fugir, mas acabou preso pouco tempo depois.

Leia mais:  Carretas pegam fogo e interditam Serra de São Vicente em MT

O delegado André Ribeiro, que está à frente das investigações, afirmou que Lumar demonstrou ser mentalmente perturbado e não disse por que cometeu o homicídio.

“Ele não fala nada com nada, é perturbado. Um monstro. Não pode nem dizer que é um animal, porque um animal não faz isso. A gente percebe que ele é meio variado”, comentou o delegado.

De acordo com André Ribeiro, o acusado chegou em Sorriso no dia 28 de junho para ficar na casa da tia com a desculpa de que queria trabalhar.

No entanto, um dia após a sua chegada, o homem já se envolveu em uma confusão com os vizinhos da sua tia, tendo inclusive os ameaçado com um facão.

Segundo o delegado, antes de chegar em Sorriso, Lumar havia ameaçado matar a própria mãe, em São Paulo, usando um facão, e esse teria sido o real motivo dele ter saído  da cidade.

Ele foi indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil.

 

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil prende grupo acusado de matar e decapitar rival

Publicado

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta terça-feira (19), uma operação com objetivo de cumprir sete ordens judiciais, entre mandados de prisão e de busca e apreensão, relativos à investigação do homicídio que vitimou um homem identificado como Nelson Wolfred Shug Neto, em março deste ano em Cuiabá.

 

Durante os trabalhos da por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), foram cumpridos mandados de prisão temporária contra os suspeitos, E.D.N.S., 26, C.A.M.,20, e E.S.D., 26, apontados nas investigações da DHPP como envolvidos no crime.

 

O corpo da vítima foi encontrado no dia 8 de março em uma região de mata, no Bairro Santa Terezinha, local que seria conhecido como cemitério de uma facção criminosa, atuante no estado. A vítima estava decapitada com a cabeça ao lado do corpo e com sinais de tortura.

 

De acordo com as investigações da DHPP, o crime foi motivado por uma suposta rixa entre facções criminosas, uma vez que vítima veio do estado de São Paulo e dizia pertencer a um grupo criminoso rival ao qual teria praticado o crime.

Leia mais:  Mulher é assassinada a facadas e bebê é encontrada ao lado de corpo em MT

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia resgata 4 crianças mantidas em cárcere privado pelo pai

Publicado

Um homem de 28 anos foi preso na tarde desta segunda-feira (18) por manter 4 filhos em cárcere privado e ameaçar a ex-esposa para retomar o relacinamento.

 

A denúncia foi feita à Delegacia Especializada dos Direitos da Mulher de Cuiabá pela vítima L.L.B., 27. O acusado, identificado apenas pelas iniciais S.T.M. dizia que colocaria fogo na casa com as crianças, caso a ex-companheira não retomasse o casamento.

 

Ao chegar na residência, na região do bairro Planalto, em Cuiabá, os policiais constataram que o acusado mantinha os filhos presos e teve que solicitar reforço do Grupo de Operações Especiais (GOE) para negociar a liberação das crianças.

Policiais da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente também deram apoio à ação.

De acordo com a delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, da Delegacia da Mulher, na casa foi apreendido um galão com álcool que estava em posse do suspeito. “A ação contou com apoio de várias equipes, inclusive os negociadores do GOE, para que pudéssemos retirar as crianças rapidamente daquela situação de perigo”, declarou a delegada.

Leia mais:  Homem atira contra mulher, ateia fogo em casa e tenta suicídio

 

A vítima informou ainda à delegada o histórico de violência doméstica com S.T.M.. Ela contou que ele já a agrediu por várias vezes e em uma delas ateou álcool no corpo dela.

 

Na delegacia, o suspeito foi autuado pelos crimes de ameaça e cárcere privado e depois encaminhado à audiência de custódia. (Com informações da assessoria).

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana