conecte-se conosco


Policial

Homem se passa por passageiro e faz 12 assaltos em ônibus em VG

Publicado

FolhaMax

Um criminoso investigado por cometer pelo menos doze assaltos em ônibus circulares em Várzea Grande, foi preso pela Polícia Judiciária Civil no sábado (13.07). A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, em cumprimento de mandado de prisão. A prisão foi efetuada pela equipe de atendimento de local de crime.

Procurado há certo tempo, Joelson Ermelindo de Jesus, é condenado pela Comarca de Várzea Grande por roubo. No entanto, foi colocado em liberdade no ano de 2017, mediante uso de tornozeleira eletrônica. Em 2018, rompeu o dispositivo de monitoramento, não sendo mais encontrado.

Segundo apurado, o suspeito é responsável por, pelo menos, doze roubo ocorridos dentro de ônibus, tendo como alvo os motoristas dos veículos coletivos. Joelson se passava como passageiro, ao entrar no ônibus, rendia o condutor geralmente usando uma faca, e mediante ameaça subtraia o dinheiro do caixa.

Os indícios apontam que o autor praticava os roubos sempre nos mesmos horários, entre as 17 e 18 horas, ou então no último horário por volta das 23 horas. Ainda para dificultar o trabalho policial de identificação, o suspeito costumava dar um intervalo de cerca de uma semana entre um roubo e outro.

Após intensas diligências para localizar o criminoso, a equipe de policiais civis de local de crime da Derf-VG, logou êxito em abordar Joelson.

O preso foi interrogado e posteriormente colocado à disposição da Justiça.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia prende suspeito de matar e queimar a amante em MT

Publicado

por

Polícia Civil de Tabaporã (643 km ao norte de Cuiabá), com apoio da equipe da Delegacia de Juara, cumpriu nesta quinta-feira (02) mandados judiciais contra o homem investigado pela morte de Jaqueline dos Santos, de 24 anos, ocorrida em junho.

 

O delegado responsável pelo caso, Carlos Henrique Engelman, representou pela prisão do suspeito, de 21 anos, após investigação e coleta de evidências que comprovaram a materialidade do crime.

 

Nesta quinta-feira, uma ação conjunta de policiais civis de Juara e Tabaporã cumpriu os mandados de prisão preventiva do investigado e de buscas e apreensões domiciliares emitidos pela Vara Única de Tabaporã.

 

Jaqueline dos Santos foi encontrada morta no dia 20 de junho, após sair de casa no dia anterior. O corpo da vítima foi encontrado carbonizado, próximo a um frigorífico da cidade.

 

A Polícia Civil recebeu registro de desaparecimento da vítima, feito pela mãe dela, que relatou que a filha havia saído de casa no dia 19 de junho, por volta do meio dia, informando que retornava em breve.

 

Investigação

 

Conforme apuração da equipe policial de Tabaporã, a vítima marcou um encontro com o investigado, com quem mantinha uma relação extraconjugal há quatro meses, e depois foi levada por ele até o local onde foi encontrada morta.

 

Após a conversa entre os dois, ela foi assassinada com um disparo de arma de fogo na cabeça. Em seguida, o homem foi até um posto de combustíveis, comprou etanol e retornou ao local do crime, onde ateou fogo na vítima.

 

Os indícios encontrados apontam que, possivelmente, a vítima ainda estava viva quando o autor do homicídio ateou fogo nela.

 

Além da arma utilizada no crime, os policiais também apreenderam durante o cumprimento dos mandados o celular que o investigado possuía e utilizava para contatar a vítima, como o aparelho de Jaqueline, que foi levado pelo criminoso após a morte dela.

 

O investigado também foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo. A mulher dele, advogada em Tabaporã, no entanto, também foi detida pelo mesmo crime e após recolhimento da fiança arbitrada, foi posta em liberdade.

 

O homem será indiciado por homicídio triplamente qualificado (feminicídio, crime praticado com emprego de fogo e impossibilidade de defesa da vítima). Ele foi encaminhado à cadeia pública de Porto dos Gaúchos, onde ficará a disposição do juízo da comarca de Tabaporã.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Dupla de ladrões é morta pela PM após fazer reféns em lanchonete

Publicado

por

Dois ladrões foram mortos pela Polícia Militar durante uma tentativa de assalto com reféns em uma lanchonete, na quinta-feira (2), em Peixoto de Azevedo (a 675 km de Cuiabá).

 

De acordo com a PM, o crime ocorreu por volta das 7h40. O trio rendeu clientes e funcionários, além de ter agredido e os torturado sobe a mira de arma de fogo.

 

Um policial que passava na rua no momento do crime percebeu o roubo e acionou a PM, e em seguida foi em direção ao estabelecimento.

 

O militar entrou e ordenou que os bandidos se entregassem, mas o ladrão armado reagiu e tentou atirar contra ele, que revidou.

 

O criminoso caiu e, em seguida, outro bandido, ao ver o comparsa caído, pegou o dono da lanchonete e o fez de refém, apontando um facão para o pescoço dele.

 

O reforço policial conseguiu chegar no local e atirou contra o ladrão que estava com o refém.

 

Os dois bandidos morreram ainda na lanchonete e um terceiro fugiu e não foi mais encontrado.

 

As vítimas que foram agredidas receberam atendimento e posteriormente foram liberadas.

 

O caso ainda será investigado pela Polícia Civil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana