conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso participa da 3° Semana Nacional de Arquivos

Publicado

MidiaNews

O Arquivo Público de Mato Grosso, Superintendência vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), participa da 3° Semana Nacional de Arquivos com a mostra virtual “As memórias do interior: Mato Grosso em documentos”.

A mostra retrata as cidades de Cáceres, Juína, Sinop, Tangará da Serra e Rondonópolis em diversos momentos das suas histórias, por meio de mapas, documentos, imagens e reportagens, e disponibiliza também um acervo particular sobre o escritor e advogado mato-grossense Silva Freire, doado pela sua família para o Arquivo Público.

Clique aqui e confira a exposição completa.

Segundo a superintendente do Arquivo Público de Mato Grosso, Vanda da Silva, a realização do evento nacional tem como intuito fomentar as instituições e debater questões importantes a respeito da preservação da memória.

“Esta é a segunda vez que o Arquivo Público de Mato Grosso participa desse evento. O objetivo da nossa exposição é mostrar um pouco da memória do interior de Mato Grosso que guardamos aqui no Arquivo”, comentou.

Para Flávio Conche, historiador do Arquivo Público, a exposição de Mato Grosso promove uma regionalização de memórias.

“Ao invés de fazermos uma abordagem a partir da capital Cuiabá para o interior, a gente tentou regionalizar essas memórias, buscando despertar o interesse e vínculo com esse público também”, disse.

A 3° Semana Nacional de Arquivos é uma temporada de eventos em arquivos e outros centros de memórias, que mobiliza 211 instituições arquivísticas de todo o país a oferecer ao público uma programação especial durante a semana em que se celebra o Dia Internacional de Arquivos (9 de junho). Já a mostra virtual “As memórias do interior: Mato Grosso em documentos” continuará disponível mesmo após o fim das comemorações que marcam a Semana Nacional dos Arquivos.

Acompanhe a programação completa no Brasil aqui.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Fake news irritam os prefeitos no interior

Publicado

por

Prefeitos do interior estão irritados com parlamentares estaduais e federais que têm repetido o discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro, segundo o qual o governo federal repassou recursos suficientes para o combate a pandemia, mas os municípios não souberam utilizar o dinheiro.

O descontentamento dos prefeitos ficou evidente em reunião virtual realizada na última quarta-feira (8), organizada pela Associação Mato-grossense dos Municípios. A principal irritação foi com o deputado estadual Silvio Favero (PSL) que espalhou fake news na qual afirma que cada prefeito recebeu R$ 19 mil por pessoas mortas por covid-19.

Prefeitos de cidade como Juara, Juína, Araguaiana, Tangará, Poxoréu, Mirassol e muitos outros manifestaram seu descontentamento com Favero. Eles entendem que jogar a culpa nos municípios, em um dos momentos mais críticos da pandemia, é uma atitude desrespeitosa.

“Ontem muitos disseram que tem deputados mandando vídeos para os municípios dizendo que o presidente Bolsonaro já mandou tantos milhões para aquele município e já estão nas contas da prefeitura”, informou Neurilan Fraga (PL), presidente da AMM. “Não é bem assim: tem recursos já aprovados em portarias, porém não chegaram nos caixas das prefeituras”, explica

Dificuldades

Segundo os prefeitos, alguns parlamentares informaram como se recursos de reposição do FPM, recomposição do ISSQN e do ICMS fossem a mesma coisa do auxílio financeiro. Na verdade, em alguns municípios, o valor destinado para a secretaria de saúde é exíguo.

É o caso, por exemplo, da prefeitura de Itanhangá, que recebeu até o momento apenas R$ 24,3 mil específicos para a área da Saúde no combate à covid-19. De acordo com o prefeito, Edu Pascoski (PR), Favero deveria subir novamente à tribuna da ALMT para se desculpar.

Pascoski explica que mesmo os valores de reposição de FPM deverão ser gastos para pagamento de folha porque, no fechamento das contas, o município se encontra em dificuldades financeiras.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Idoso morre dois dias depois de se envolver em acidente na BR-242 em Nova Ubiratã

Publicado

por

O trabalhador rural Leonidas da Rocha, de 66 anos, morreu depois de permanecer dois dias internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Sorriso. A morte foi confirmada na noite de quarta-feira (07).

O idoso foi encaminhado para a unidade médico no domingo (5) após se envolver num acidente de trânsito, na BR-242, no trecho que liga o perímetro urbano de Nova Ubiratã ao distrito de Parque Água Limpa.

Segundo boletim de ocorrências, registrado pela Polícia Judiciária Civil, o idoso dirigia um veículo Chevrolet Cobalt e teria colidido contra um animal silvestre que morreu no local.

Devido à colisão, o motorista perdeu o controle da direção e saiu da pista parando após colidir contra um barranco.

Usuários da rodovia socorreram a vitima que, posteriormente, foi encaminhado para o Pronto Atendimento de Nova Ubiratã.

Diante das gravidades dos ferimentos, o idoso foi transferido para o Hospital Regional. Apesar dos esforços da equipe médica, o paciente não resistiu aos ferimentos e morreu no início da noite.

Leonidas da Rocha trabalhava numa propriedade rural situada ás margens da BR-242. O local e a data do velório não foram informados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana