conecte-se conosco


Sorriso

MPE abre investigação contra influencer acusada de vender falso emagrecedor na Internet

Publicado

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu inquérito civil para investigar a digital influencer Paula Biazin, de Sorriso (420 km de Cuiabá). Ela foi presa no dia 28 de dezembro pela Polícia Civil acusada de anunciar e vender o Moder Diet Gold, produto divulgado como natural (fitoterápico), mas que contém substâncias sintéticas em sua composição que causam malefícios à saúde.

Conforme portaria do MP, a denúncia contra a influencer aponta que ela divulgava e comercializava o produto “sem registro da Anvisa e sem Alvará Sanitário”.

Paula foi intimada a prestar depoimento na 3ª Promotoria de Justiça Cível da cidade na próxima sexta-feira (17), às 9h30.

O inquérito foi instaurado pelo promotor Márcio Florestan Berestinas, no dia 08 de janeiro.

A acusada possui em seu perfil no Instagram mais de 325 mil seguidores. Ela precisou pagar cinco salários mínimos (R$ 4.490,00) para ser liberada em audiência de custódia.

O promotor ainda determinou notificação do Departamento de Vigilância Sanitária da cidade, além de solicitar a documentação das investigações coordenadas pela Polícia Civil.

Leia mais:  Azul volta a operar voos comerciais no Aeroporto de Sorriso (MT) após suspensão por falhas na pista de pouso

Outro lado

Em entrevista ao Balanço Geral, programa da TV Sorriso, a digital influencer Paula Biazin, que foi detida em flagrante com suposto falso remédio natural para emagrecer, se pronunciou ao mencionar que “jamais colocaria em risco a vida de alguém”.

“Jamais colocaria a minha vida e a vida da minha família em risco e, então, consequentemente não colocaria em risco a vida de ninguém. Jamais divulgaria para mais 300 mil pessoas um produto que eu soubesse que era ilícito e que faria mal para a saúde. Foram anos trabalhando para ganhar o meu nome, o meu espaço para empresas de grande nome que me conhecem e sabem da minha índole”.

Paula recebia da Moder Diet Gold R$ 1,2 mil mensais para divulgar o produto.

“Estou com o coração partido de ter que passar por tudo isso. Sinto-me envergonhada perante a minha família. Tudo que batalhei para chegar e por uma simples pessoa que me enganou eu passar por isso. Peço desculpas às pessoas que não me conhecem e à minha família por expô-los dessa maneira. Cai numa armadilha, fui enganada”.

Comentários Facebook
publicidade

Sorriso

Garoto é atingido por raio na cabeça e fica em estado grave em MT

Publicado

Um ciclista de 14 anos, identificado como Fábio Assis Conceição, foi atingido na cabeça por raio e sobreviveu.

O caso foi registrado  na noite desta quarta-feira (15), enquanto ele pedalava na MT-222, em Sinop (480 km de Cuiabá).

A vítima foi socorrida em estado grave, por um bombeiro militar, que viu a situação e fez procedimentos de reanimação pulmonar, de forma imediata.

Segundo informações do Copo de Bombeiros, o cliclista foi atingido por volta das 20h40. Apesar do socorro imediato, foi constatada uma parada cardiorrespiratória.

O garoto foi socorrido utilizando técnicas da oxigenoterapia e de ressuscitação cardiopulmonar. Ele foi encaminhado em estado crítico ao Hospital Regional.

A vítima usava capacete no momento em que foi atingida e o equipamento de segurança foi furado pelo raio. A imagem é impressionante.

Comentários Facebook
Leia mais:  Casos incidentes de feminicídio em Sorriso deixam autoridades em alerta
Continue lendo

Sorriso

Dois homens são presos por venderem maconha e LSD pelo WhatsApp

Publicado

Dois homens foram presos com porções de maconha e LSD no Parque das Araras, em Sorriso (398 km de Cuiabá). Os suspeitos confessaram à polícia que combinavam os locais de entrega das drogas por meio do aplicativo de mensagens Whatsapp. As prisões foram efetuadas na noite de sábado (11).

Conforme o portal Só Notícias, outros dois homens foram levados pela Polícia Militar, uma vez que teriam comprado as substâncias ilícitas com a dupla de suspeitos pouco tempo antes da interceptação dos militares.

Ao portal, a polícia informou que havia recebido uma denúncia de que o motorista de uma picape Fiat Strada empreendeu fuga do Parque das Araras ao avistar a chegada de policiais. O veículo só parou após os militares efetuarem disparos de arma de fogo.

No carro, os policiais encontraram 14 porções de maconha e cinco adesivos de LSD. Durante a abordagem, o motorista e o passageiros do veículo, que não tiveram as identidades divulgadas, confirmaram que traficavam com o auxílio do aplicativo e realizavam as entregas com a picape.

Leia mais:  Sinop: marido ameaça esposa e acaba preso com espingarda e mais de 70 cartuchos

O passageiro contou aos policiais também que poderia haver mais drogas escondidas na casa do motorista da picape, uma vez que eles teriam uma grande encomenda que seria realizada em uma festa de música eletrônica.

Dessa forma, os militares se dirigiram a casa do suspeito, mas não localizaram nenhuma outra substância entorpecente no local. Além da droga, também foram apreendidas a picape, celulares e R$ 132.

Diante da situação, os dois suspeitos da picape e os outros dois homens que teriam comprado os entorpecentes foram conduzidos à delegacia para prestarem esclarecimentos à polícia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana