conecte-se conosco


Jurídico

MPF denuncia seis estudantes por fraude no Enem em MT

Publicado

O Ministério Público Federal (MPF) em Cáceres (a 220 km de Cuiabá) denunciou seis pessoas por cometerem fraude no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizado em 2014.

 

Elas teriam utilizado indevidamente conteúdo sigiloso no processo seletivo realizado nas escolas 13 de Maio e Maria Gregória Ortiz Cardoso, no município de Porto Esperidião (a 328 km da Capital).

 

Conforme a denúncia, os seis candidatos obtiveram a mesma nota (930,2) na área de matemática e suas tecnologias, sendo que, num total de quase 6,2 milhões estudantes inscritos no exame, apenas 24 tiraram a mesma nota.

 

Também foi constatada similaridade entre as notas nas demais áreas do conhecimento, sendo que em Linguagens, Códigos e suas tecnologias, todos tiveram a mesma nota, e em Ciências Humanas, dois obtiveram nota igual.

 

Da mesma forma, em análise aos gabaritos de prova dos denunciados, verificaram-se elevados percentuais de igualdade entre as respostas assinaladas por cada um. Isto porque, do total de 180 questões do exame, 139 foram respondidas igualmente pelos denunciados (similaridade de 77,22%).

Leia mais:  Cheques de delator foram ocultados em depoimento ao MPF

 

Além disso, do total de 180 questões do exame, 163 foram respondidas igualmente por 5 dos 6 denunciados (similaridade de 90,5%), e considerando apenas o segundo dia de provas, do universo de 90 questões, 89 tiveram a mesma resposta entre todos os denunciados, o que representa 98,8% de semelhança entre as respostas escolhidas.

 

Foram constatados ainda, por meio de diligências para averiguar a veracidade dos endereços informados pelos denunciados na inscrição do Enem, que todos os denunciados eram desconhecidos nos respectivos locais. Inclusive, alguns vieram de outros estados, como Minas Gerais e São Paulo.

 

Segundo o MPF, corrobora ainda a fraude detectada pelo Inep o fato de um dos denunciados ter afirmado o recebimento de proposta prometendo vantagens, mediante pagamento de valores entre R$ 100 mil e R$ 180 mil, para candidatos que realizassem o Enem no município de Porto Esperidião.

 

De acordo com a denúncia, fraudes dessa natureza causam danos a outros candidatos que foram preteridos em razão de atitudes que subtraem vagas ofertadas, e maculam ainda a credibilidade do sistema de seleção pública.

Leia mais:  Expediente no Tribunal de Justiça será das 7h30 às 14h30

 

Diante disso, o MPF requer a condenação dos denunciados por fraude em processo seletivo para ingresso no ensino superior.

Comentários Facebook
publicidade

Jurídico

Barbudo deve anunciar candidatura após TSE publicar acórdão

Publicado

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) deve oficializar sua pré-candidatura ao Senado, na eleição suplementar que ocorrerá em Mato Grosso em 2020, assim que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicar a decisão que cassou o mandato da senadora Selma Arruda (Podemos).

Segundo apurou a reportagem, Barbudo acredita ter viabilidade eleitoral suficiente para concorrer ao cargo. Na eleição de 2018, ele foi o candidato a federal mais votado no Estado, com 126.249 votos.

“Ele vai colocar o nome, mas só fará isso quando houver o acórdão. Ele tem sido coerente desde o início em não falar disso sem que haja a vaga”, disse uma fonte ouvida pela reportagem.

Dentro do PSL, entretanto, Barbudo pode ter duas frentes de resistências. Além dele, o deputado estadual Claudinei Lopes afirmou ter a intenção de concorrer ao cargo caso consiga o apoio que julga necessário.

“Eu não descarto. É uma possibilidade. Se a gente tiver apoio dos colegas, não só do PSL, mas de outros que estamos sempre em contato”, disse ao MidiaNews.

Leia mais:  Promotor garante que MPE fará investigação "profunda"; OAB quer resultados

Já outro empecilho é se o presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar, irá ou não interferir na escolha do nome do partido para a disputa.

Isso porque, tanto Barbudo quanto Claudinei já anunciaram que irão seguir o presidente Jair Bolsonaro para o partido Aliança pelo Brasil, assim que este for criado.

Com isso, o temor é que Bivar retalhe ambos no Estado e escolha um nome que ficará no PSL.

A reportagem tentou contato com Barbudo e com Bivar, mas ambos não atenderam as chamadas em seus celulares.

A cassação

Selma e seus suplentes Gilberto Eglair Possamai e Clérie Fabiana Mendes foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE) em abril deste ano por omitir despesas na ordem de R$ 1,2 milhão durante a pré-campanha e campanha de 2018, o que configura caixa 2 e abuso de poder econômico.

Os gastos foram identificados na contratação da KGM, empresa de pesquisa eleitoral, e a Genius Publicidade.

Na noite de terça-feira (10), o Tribunal Superior Eleitoral confirmou a cassação, por 6 votos a 1.

Leia mais:  Juiz condena membro de quadrilha que explodia caixas de bancos a 12 anos de prisão, mas absolve 4

Os ministros também decretaram a inelegibilidade de Selma e seus suplentes por um prazo de oito anos, além da realização de novas eleições em Mato Grosso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Jurídico

MPE faz leilão e veículos podem ser arrematados por R$ 499

Publicado

Conforme informações do MPE, o leilão será presencial e os lances serão dados a partir das 9h, no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça. Servidores do órgão não poderão participar das ofertas.

 

A lista de veículos inclui 1 Celta (2006/2007), 1 Corsa Sedan Classic (2009/2010), 1 Hilux SW4 (2006/2006), 1 Celta (2006/2007), 1 Ranger XL (2004/2005), 2 Uno Mille (2005/2005 e 2010/2011), 13 Honda CG 125, 4 Honda NXR 150, e 10 Yamaha YBR 125.

Quem quiser ver os veículos deve fazer agendamento na Gerência de Manutenção e Transportes, nos telefones (65) 3613-1624 / 5227.

 

O edital com a descrição dos produtos e valores de avaliação podem ser consultados no edital no site do MPE.  (Com informações da assessoria)

Comentários Facebook
Leia mais:  Promotor garante que MPE fará investigação "profunda"; OAB quer resultados
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana