conecte-se conosco


Cidades

Mulheres vivem 6 anos a mais que homens em Mato Grosso

Publicado

As Tábuas Completas de Mortalidade do IBGE mostraram que, em Mato Grosso, as mulheres vivem 6,7 anos a mais que os homens. Fatores como redução da fecundidade e acesso a serviços médicos contribuíram para que os mato-grossenses atingissem a expectativa de vida de 74,7 anos em 2018, idade menor que a média nacional, que é de 76,3 anos.

 

Em 1980, a chance de uma pessoa nascida em Mato Grosso chegar aos 80 anos era de 268 indivíduos a cada mil habitantes. Em 2018 esse número passou para 562 pessoas a cada mil moradores, o que representa um aumento de 109,7%.

Segundo o estudo do IBGE, para 2060, a perspectiva é que de cada mil habitantes, 623 cheguem aos 80 anos, sendo o 11º pior resultado no país.

Já para quem nasce as probabilidades de completar o primeiro ano de vida são alvo de alerta. Dos recém-nascidos em Mato Grosso, 16,8% não chegarão ao primeiro ano, sétimo pior percentual entre os estados brasileiros. O menor risco é no Espírito Santo, onde apenas 8,1% dos nascidos não completa um ano de idade.

Leia mais:  Avó desesperada procura neto desaparecido desde domingo

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Dupla sertaneja João Bosco e Vinícius se apresenta em Cuiabá

Publicado

A dupla sertaneja João Bosco e Vinícius deve se apresentar em um show na Musiva, em Cuiabá, no dia 1° de fevereiro. A dupla é considerada uma das pioneiras do estilo sertanejo universitário no Brasil.

Entre os grandes sucessos de João Bosco e Vinícius estão as músicas ‘Sorte é Ter Você’, ‘Amiga Linda’, Deixa a Gente Quieto’ e as novas canções como ‘Bem Longe de Você’ e ‘Bebida e Fumaça’.

De acordo com a organização do evento, os ingressos promocionais são vendidos a R$ 60 para a pista e R$ 90 para um espaço mais próximo ao palco.

Já um combo com 10 ingressos para o camarote é vendido a R$ 2 mil. As entradas podem ser compradas pela internet ou pontos de venda.

Comentários Facebook
Leia mais:  Operação prende advogado e mais 8 por fraudes no ICMS em Mato Grosso
Continue lendo

Cidades

“VLT é uma grande confusão que armaram para o Estado”, diz Mendes

Publicado

“O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) é uma grande confusão que armaram para o Estado de Mato Grosso”. A afirmação é do governador Mauro Mendes (DEM), durante a inauguração da Avenida Parque do Barbado, em Cuiabá. Assim como o modal, a via também fazia parte do pacote de obras da Copa do Mundo de 2014.

“A obra está sub judice. O VLT é uma grande confusão que armaram para o Estado. Nós temos diversos processos judiciais. Isso não passa de uma grande confusão e que nós teremos que tomar uma decisão a respeito disso”, afirmou na manhã desta segunda-feira (13).

Durante promessa de campanha eleitoral, Mendes afirmou que tomaria uma decisão a respeito da obra ainda no primeiro ano de mandato, no entanto, o governo estadual formou uma comissão técnica juntamente com governo federal para formulação de um parecer para a conclusão da obra, porém o relatório ainda não ficou pronto. O resultado do estudo, de acordo com Mauro Mendes, sairá neste primeiro semestre.

Leia mais:  Avó desesperada procura neto desaparecido desde domingo

“A intenção era faze-lo no primeiro ano, lamentavelmente não foi possível por conta das inúmeras variáveis pertinentes a esse processo, mas ao longo desse primeiro semestre, tenho certeza que nós teremos todos os elementos para tomar a melhor decisão sobre a conclusão da obra aqui na baixada cuiabana”.

 

Comissão do VLT

O Governo do Estado anunciou em julho do ano passado, a formação de uma comissão criada junto a Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana para estudar uma solução para o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Além de técnicos do governo federal, Mauro Mendes designou para compor a comissão os secretários estaduais Marcelo Oliveira (Infraestrutura e Logística), Rogério Gallo (Fazenda), Emerson Hideki Hayashida (Controladoria Geral), Carlos Fávaro (Escritório de Representações) e o procurador Lucas Schiwinden Dallamico (representando a Procuradoria Geral do Estado).

“Nós criamos uma comissão porque houve envolvimento do Governo Federal, com recursos federais e financiamento junto a Caixa Econômica. Me reuni em Brasília com o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério Público (MP), visto que as obras do modal está judicializada, para discutirmos uma possível solução, mas somente após conclusão do estudo que bateremos o martelo”, declarou chefe do Executivo.

Leia mais:  Após Mandado de Segurança: Licitação do Parque Municipal está em análise

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana