conecte-se conosco


Esportes

Na Arena: Corinthians volta a vencer no Brasileirão

Publicado

Depois de oito jogos sem vitória, o Corinthians voltou a triunfar pelo Brasileirão. Na noite de ontem (6), na Arena Corinthians, em São Paulo (SP), em duelo que abriu a 31ª rodada da competição, o Timão bateu o Fortaleza de virada por 3 a 2. Boselli (x2) e Júnior Urso marcaram para o Alvinegro, enquanto Romarinho e Kieza fizeram os gols do Leão.

O duelo demorou para engrenar na Arena Corinthians. Buscando a recuperação no Brasileirão, o Timão teve mais a bola, mas pouco assustou nos primeiros minutos. Bem postado defensivamente, o Fortaleza esperou por uma bola. E ela veio aos 33 minutos, Osvaldo deu ótimo passe para Bruno Melo, que saiu em velocidade e cruzou para a chegada de Romarinho. O atacante dominou na área e soltou o pé para fazer 1 a 0.

Mas a vantagem dos visitantes durou exatamente três minutos. O Alvinegro respondeu logo na sequência com Boselli. Pedrinho chutou cruzado e o camisa 17 livre dentro da área empatou a partida. O gol animou o time da casa que quase chegou a virada pelos pés de Pedrinho.

Ao contrário do primeiro tempo, os times começaram a etapa complementar em ritmo acelerado. Com dois minutos de bola rolando, Janderson cruzou na medida para Júnior Urso coloca o Corinthians na frente2 a 1. E dessa vez foi o Tricolor que buscou a resposta imediata, que veio aos seis minutos. Romarinho arriscou a chute de fora da área e, depois de um desvio no meio do caminho, Walter fez grande defesa. Mas na sobra, Bruno Melo levantou a bola na área e Kieza não desperdiçou: 2 a 2.

O Fortaleza ainda teve boa chance para fazer o terceiro com Felipe, mas de novo Walter apareceu bem debaixo das traves, aos 18. O Timão demorou para volta ao ataque, mas quando voltou foi fatal. Clayson fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Boselli testar direto para o fundo das redes e garantir o triunfo dos donos da casa.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

“COT não será usado para treinamentos de times”, diz secretário de Cultura

Publicado

O secretário estadual da pasta de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Allan Kardec (PDT), declarou que o Centro Olímpico de Treinamento (COT) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) não será utilizado para preparação de times. Na ocasião, o gestor apontou que o espaço deve ser usado para receber jogos e não como “pista social”.

A declaração do secretário foi feita durante o evento de inauguração do COT, realizado no final da tarde de terça-feira (28). O espaço estava previsto para ser utilizado na Copa do Mundo de 2014, porém, a obra foi adiada por problemas estruturais e orçamentários.

“Treinamento não está no nosso foco, porque treinamento é cada equipe tem que ter seu espaço. Agora, o que a gente pode e deve fazer aqui são as competições. Então, a gente pode trazer para cá um jogo da federação, a gente pode trazer um Sub-20, um futebol feminino, a gente pode estar colocando amistosos aqui”, declarou Kardec.

Durante o evento, o secretário também anunciou que o COT deve receber o Campeonato Nacional de Atletismo. A realização do evento no Centro de Treinamento ainda está sendo discutida entre a Secel e a Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT).

“Já protocolamos o pedido e, a partir de agora, queremos trazer as competições regionais, nacionais e internacionais. A ideia é essa, utilizar essa pista em alto nível”, disse o secretário.

Kardec finalizou suas declarações pontuando que o COT poderá, sim, ser utilizado para preparação de atletas de corrida, tanto nas categorias amadoras quanto os profissionais. Contudo, conforme o secretário, a utilização do espaço precisará ser agendada.

“O que não estará liberado é o portão aberto para vir a qualquer momento e fazer seu treinamento, até porque não é uma pista social, é uma pista de alto rendimento. Então, quem é atleta, seja ele amador ou profissional, pode utilizar mediante agendamento”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Advogada diz que Bruno está “triste, sem comer e sem dormir”

Publicado

A advogada Mariana Migliorini, que estava cuidando das negociações de Bruno Fernandes com o Operário Várzea-Grandense, disse que o goleiro está “profundamente triste” com o desfecho do episódio.

O time de Mato Grosso desistiu da contratação após manifestações de vários setores, já que Bruno foi condenado por homicídio triplamente qualificado, por envolvimento na morte de Eliza Samúdio, com quem teve um filho, em 2010.

“Ele está sem comer e sem dormir”, disse a advogada ao site Torcedores.com.

Querem ele morto. Isso não é pena, não é algo civilizatório, o Bruno já cumpriu a pena. Deus perdoa, a sociedade não
“Os empresários de Várzea Grande não querem ter o nome do Bruno vinculado a eles por conta da repercussão social. Querem ele morto, isso não é pena, não é algo civilizatório. O Bruno já cumpriu a pena. Deus perdoa, a sociedade não”, disse.

No início deste mês, o Fluminense de Feira de Santana também desistiu de contratar Bruno após revolta e protestos sociais.

Na ocasião, o presidente do time, Ewerton Carneiro, disse que a manifestação dos torcedores contra a negociação foi fundamental para a decisão.

“Esses dias foram de muita confusão para mim, para a diretoria, para o Fluminense de Feira, pro povo de Feira, para a minha família. Ainda que o jurídico me deu um parecer que ele vai chegar com oito a dez dias, eu quero dizer que o Fluminense está desistindo da contratação devido à manifestação popular”.

“Foi um apelo da torcida, foi um apelo do povo, então só quem não ouve o povo é porque é maluco”, declarou na ocasião, segundo o Torcedores.com.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana