conecte-se conosco


Esportes

Operário de Várzea Grande desiste de contratar goleiro Bruno

Publicado

O Clube Esportivo Operário Várzea-Grandense (CEOV) informou, nesta quarta-feira (22), que não irá mais contratar o goleiro Bruno Fernandes, condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Eliza Samudio, em 2010. Um comunicado foi emitido à imprensa, entretanto, não justifica o motivo da desistência. Sabe-se que nos últimos dias, a Eletromóveis Martinello desautorizou o uso da marca em uniformes do Clube, assim como a cooperativa Sicredi.

Contra a vinda do goleiro o time, na noite de terça-feira (21), manifestantes se reuniram no entorno do estádio Dito Souza, instalado no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, onde seria realizada uma partida de futebol do tricolor. As mulheres estavam vestidas de preto e, além de cartazes, seguravam um cartão vermelho nas mãos, que indica a expulsão de um jogador em uma partida de futebol.

O ato organizado pelo Bloco das Mulheres contou também com a presença de homens. Diversos cartazes foram expostos com frases do tipo: ‘Feminicida não pode ser exemplo’; ‘Matar mulher é grave sim’; ‘Não compre ingresso, não pague para ver feminicida’; ‘Operário sim, assassino não’.

Também na terça-feira, a Martinello anunciou que desautorizou o uso da marca nos uniformes do time e em painéis utilizados em entrevistas. A empresa alegou não concordar “que condenado por crime tão grave e torpe seja elevado ao patamar de ídolo esportivo, pois o esporte é para cidadãos exemplares que cultivam a vida, o respeito ao próximo e o espírito de equipe”.

Na segunda-feira (20), a cooperativa Sicredi anunciou que irá retirar sua marca dos uniformes, mas alegou que ausência do logo nas camisetas do Operário ocorre em função da estratégia da empresa. A assessoria informou que o Sicredi patrocina a Federação Mato-Grossense para o Campeonato Estadual de Futebol 2020 e não o Operário. Acrescentou ainda, por meio de nota, que não comenta as contratações de jogadores feitas pelos clubes.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Atletas já estão ansiosos para voltarem aos trabalhos, diz técnico do Luverdense

Publicado

Com 52 dias de suspensão, o futuro do Campeonato Mato-grossense ainda segue incerto. No entanto, mesmo com as dúvidas e incertezas, os atletas do Luverdense Esporte Clube já estão na “pré-disposição” e “ansiosos” para retornarem aos treinos e jogos. A confirmação foi feita, ao Só Notícias, pelo treinador da equipe Toninho Pesso.

“Todos estão na expectativa. A vontade do atleta é estar voltando, logicamente se preocupa com a saúde, mas como as movimentações estão começando nos outros Estados, principalmente nas equipes maiores, os jogadores já ficam naquele desejo de estar voltando também. Sabemos que há diferenças entre lugares, cidades, clubes, então ficamos aguardando”, destacou.

“Gostamos de estar dentro do campo, trabalhando no dia a dia, participando das competições, mas o que podemos fazer nesse momento é aguardar, não tem outra saída”. “Não depende só da gente, temos que aguardar os órgãos competentes de saúde para ter a liberação”, acrescentou.

Conforme o treinador para um maior alinhamento, a diretoria e comissão mantém conversas constantes com os jogadores. “Sempre falamos com os jogadores, com a comissão, buscando expor as ideias e deixar tudo da melhor maneira possível para quando haver a retomada”, revelou.

Toninho ainda completou expondo acreditar que “quando voltar a temporada vai começar do zero novamente, muitas equipes serão modificadas, e é como se você estivesse começando a temporada de novo. Deixar para trás o que passou, implementar seu trabalho e adquirir o que necessitar para o decorrer”, pontuou.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: Só Notícias/Guilherme Araujo/arquivo)

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

“COT não será usado para treinamentos de times”, diz secretário de Cultura

Publicado

O secretário estadual da pasta de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Allan Kardec (PDT), declarou que o Centro Olímpico de Treinamento (COT) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) não será utilizado para preparação de times. Na ocasião, o gestor apontou que o espaço deve ser usado para receber jogos e não como “pista social”.

A declaração do secretário foi feita durante o evento de inauguração do COT, realizado no final da tarde de terça-feira (28). O espaço estava previsto para ser utilizado na Copa do Mundo de 2014, porém, a obra foi adiada por problemas estruturais e orçamentários.

“Treinamento não está no nosso foco, porque treinamento é cada equipe tem que ter seu espaço. Agora, o que a gente pode e deve fazer aqui são as competições. Então, a gente pode trazer para cá um jogo da federação, a gente pode trazer um Sub-20, um futebol feminino, a gente pode estar colocando amistosos aqui”, declarou Kardec.

Durante o evento, o secretário também anunciou que o COT deve receber o Campeonato Nacional de Atletismo. A realização do evento no Centro de Treinamento ainda está sendo discutida entre a Secel e a Federação de Atletismo de Mato Grosso (FAMT).

“Já protocolamos o pedido e, a partir de agora, queremos trazer as competições regionais, nacionais e internacionais. A ideia é essa, utilizar essa pista em alto nível”, disse o secretário.

Kardec finalizou suas declarações pontuando que o COT poderá, sim, ser utilizado para preparação de atletas de corrida, tanto nas categorias amadoras quanto os profissionais. Contudo, conforme o secretário, a utilização do espaço precisará ser agendada.

“O que não estará liberado é o portão aberto para vir a qualquer momento e fazer seu treinamento, até porque não é uma pista social, é uma pista de alto rendimento. Então, quem é atleta, seja ele amador ou profissional, pode utilizar mediante agendamento”, finalizou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana