conecte-se conosco


Política MT

Partidos têm até março para definir candidatos à vaga de Selma Arruda;

Publicado

O Tribunal Regional Eleitoral (TREMT) divulgou nesta quarta-feira (22), o calendário da eleição suplementar ao Senado em Mato Grosso. Os interessados pela cadeira da senadora cassada Selma Arruda (Podemos), terão até o dia 17 de março para registrar suas candidaturas. A eleição está marcada para o dia 26 de abril.

O calendário determina prazos para realização das convenções, divulgação das propagandas eleitorais, prestação de contas como também a diplomação do candidato eleito. A previsão de custo para a campanha está estimada de R$ 10 a R$ 11 milhões. A diplomação do senador e suplentes eleitos, conforme o calendário, será no dia 21 de maio.

A lista de nomes interessados pela cadeira de Selma Arruda cassada por abuso de poder econômico e caixa 2 está cada vez maior. Há divisões dentro de partidos sobre possíveis candidatos, assim como existem nomes do agronegócio, que já sinalizaram entrar no pleito este ano.

Selma, que é juíza aposentada, foi condenada por propaganda extemporânea durante a pré-campanha ao contratar uma empresa de publicidade com valores acima de sua capacidade financeira. Ela teve o mandato cassado em dezembro de 2019 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Uma reportagem no Folha de S. Paulo, da última segunda-feira (20), repercutiu que mais de 20 nomes já demonstraram pré-candidatura para a vaga. Alguns nomes como de Júlio Campos (DEM), Neri Geller (Progressista), Max Russi (PSB), Nilson Leitão (PSDB), Neurilan Fraga (PSD) e Juca do Guaraná (Avante) já são cotados como pré-candidatos na disputa.

Além do vice-governador Otaviano Pivetta e do presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja), Antonio Galvan, ambos do PDT, confirmaram seus nomes à vaga.

Confira abaixo o calendário completo:

21 de fevereiro:

Último dia para o eleitor solicitar sua regularização e estar apto a votar nas eleições

10 a 12 de março:

Período das convenções partidárias

19h de 17 de março 2020:

Data limite para registro de candidaturas

18 de março:

Data a partir da qual será permitida a propaganda eleitoral pela internet e também a utilização de alto falantes de som (das 8h as 22h), além de comícios (até as 24h)

18 de março a 25 de abril (22h):

Autorização para a distribuição de material gráfico de propaganda dos candidatos

23 de março:

Início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e TV

21 de abril:

Data a partir da qual até 48 horas depois da eleição nenhum eleitor poderá ser preso ou detido salvo em flagrante delito

23 de abril:

Último dia para a veiculação de propaganda gratuita no rádio e TV. Último dia para reuniões, utilização de sistemas sonoros fixos e comícios, que poderão se estender até às 02h da manhã. Último dia para realização de debate no rádio e na TV

24 de abril:

Último dia para propaganda na imprensa escrita e reprodução na internet de propaganda política paga

25 de abril:

Último dia (até as 22h) para a distribuição de material gráfico, caminhadas, carreata ou passeata, acompanhados ou não por carro de som

26 de abril:

Dia das eleições (8h – 17h, no horário local)

20 de maio:

Último dia para os candidatos encaminharem a prestação de contas

21 de maio:

Último dia para a diplomação dos eleitos

25 de junho:

Último dia para o eleitor que não votou nas eleições suplementares de 26 de abril justificar a ausência na Justiça Eleitoral

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Fávaro encontra Bolsonaro e defende ferrovia em Cuiabá

Publicado

por

Redação

O senador Carlos Fávaro (PSD-MT) esteve com o presidente da República na Base Aérea de Brasília, antes do embarque do presidente para a visita a Sinop e Sorriso, em Mato Grosso, na manhã desta sexta-feira (18), e aproveitou a conversa para defender a importância da chegada da ferrovia Ferronorte a Cuiabá.

O presidente e o senador Carlos Fávaro conversavam sobre a Ferrogrão, considerada uma obra-chave do governo Bolsonaro e que vai alavancar a região Centro-Oeste, por permitir o escoamento da produção pelo arco norte, ligando Lucas do Rio Verde ao Pará.

O presidente chamou a atenção do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para dar total atenção à obra da Ferrogrão.

Isso porque a extensão dos trilhos da Ferronorte de Rondonópolis até a região norte do Estado já é um compromisso da concessionária Rumo, mas é fundamental garantir que o traçado da ferrovia passe pela capital. “As ferrovias serão grandes obra do presidente Bolsonaro para revolucionar a logística do Centro-Oeste, mas fazer passar por Cuiabá vai colocá-lo na História. Será lembrado como o presidente da República que conseguiu trazer a ferrovia até a capital de Mato Grosso, um sonho de todos os que amam Cuiabá, a matriz cultural do Centro-Oeste”.

Enquanto a Ferrogrão levará os trilhos até os portos paraenses, a Ferronorte potencializa o escoamento da produção pelos portos do Sul e Sudeste. “Esses dois projetos, somados ao da Fico, que cortará o Estado no sentido leste-oeste, vão levar Mato Grosso a um patamar de competitividade totalmente novo, porque resolvem um gargalo histórico que é a questão logística, o custo do transporte”, defende o senador.

“Mas tudo isso perde brilho se a nossa capital ficar à margem do processo. Cuiabá precisa ser contemplada com a passagem da ferrovia, que vai trazer importantes avanços e desenvolvimento socioeconômico para todos os municípios da Baixada Cuiabana”, pontua.

Incêndios no Pantanal

O senador Carlos Fávaro e o presidente conversaram ainda sobre os incêndios no Pantanal. O senador disse que o governador Mauro Mendes está combatendo os incêndios, destacou a visita dos ministros e o apoio do Governo Federal e reafirmou a importância dessa ação. O presidente Bolsonaro manifestou a sua preocupação na discussão, a longo prazo, sobre os parques na região e a questão do desenvolvimento naquela região.

Ele acabou de ser nomeado como suplente na comissão temporária do Senado que está tratando da questão dos incêndios e vai participar da inspeção agendada para este sábado nas áreas afetadas. Além disso, já apresentou projeto de lei para incentivar o uso de aviões agrícolas pelos órgãos públicos no combate aos incêndios florestais, aproveitando o grande número de aeronaves tecnicamente preparadas para isso que estão ociosas devido à entressafra.

Camisas do Cuiabá

Durante o encontro com o presidente, Fávaro entregou a ele duas camisas do Cuiabá, a pedido da direção do clube. O presidente demonstrou estar por dentro da Série B do Campeonato Brasileiro, perguntando se o Cuiabá está brigando pela liderança com a Ponte Preta e o Paraná.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Deputado quer usar mão de obra dos reeducandos

Publicado

por

Redação

O deputado estadual Thiago Silva apresentou o projeto de lei 801/2020 na Assembleia Legislativa para usar a mão de obra dos reeducandos para o combate ao incêndio no pantanal, Amazônia e também no cerrado. O projeto foi protocolado na última sessão, e agora tramita nas comissões para ir para o plenário do parlamento estadual.

De acordo com o projeto, a prestação de trabalho externo, a ser autorizada pela direção da unidade prisional (Estado), vai depender da aptidão, disciplina e responsabilidade, além do cumprimento mínimo de 1/6 (um sexto) da pena.

“Precisamos usar a mão de obra dos reeducandos, que após passarem por treinamento junto aos bombeiros, poderão nos ajudar nesse momento difícil da maior seca dos últimos 50 anos do pantanal de Mato Grosso. Nosso objetivo é direcionar a mão de obra para que possamos evitar maiores desastres ambientais”, disse Thiago Silva.

Thiago Silva já realizou parcerias com a mão de obras de reeducandos para limpeza de terrenos públicos, o que trás economia e gera oportunidade para o cidadão na reinserção social.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana