conecte-se conosco


Sinop

Secretário cobra IBGE e cita dados estimando que Sinop tem 222 mil moradores

Publicado

O secretário municipal de Finanças, Asterio Gomes, encaminhou ofício ao IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) questionando a estimativa do recente censo populacional, apresentada mês passado, que aponta Sinop com 142 mil 996 moradores. A prefeitura diverge dos dados, aponta que a média de habitantes em Sinop é de 222 mil e pede que o instituto reconsidere a contagem porque é com base no número de moradores que o governo federal destina recursos para Saúde, Educação e demais áreas.

Gomes expôs que, “se levássemos em consideração tão somente o número de unidades consumidoras de energia, 55.540 na modalidade residencial, conforme documento emitido pela Energisa, considerando ainda a média de 4 pessoas por residência teríamos a média de 222.160 mil habitantes”. Também foram encaminhados dados da frota de veículos emplacados (121 mil) no município, do número de alunos matriculados, a quantidade de pessoas atendidas na rede de saúde e na área de assistência social. A cidade tem 214 bairros.

“Estamos fazendo levantamento da estimativa do montante financeiro que Sinop está perdendo, mensalmente, nas áreas de Saúde e Educação. É uma quantia significativa que, se estivesse dentro do patamar atual do número de habitantes, a prefeitura poderia estar prestando uma quantidade ainda maior de serviços”, disse o secretário ao Só Notícias.

“Esperamos para breve a resposta do IBGE. É uma forma também de alertar o instituto que Sinop estará acompanhando a contagem populacional, o censo, que será feita ano que vem de casa em casa. E vamos acompanhar de perto”, concluiu.

Leia mais:  Cai índice do medo do desemprego e aumenta o de satisfação em Sinop

Comentários Facebook
publicidade

Sinop

Sinop: polícia aponta que policial e marido mataram enfermeira que estava desaparecida

Publicado

A Polícia Civil acaba de confirmar que o corpo encontrado, esta manhã, é de Zuilda Correia Rodrigues, de 43 anos, desaparecida desde 27 de setembro. Ela foi assassinada e o corpo jogado em uma tubulação nas proximidades do Centro de Eventos Dante de Oliveira. “Quem matou é um policial militar que está preso e o marido (Ronaldo Rosa) permanece foragido. A prisão preventiva dele já foi representada (ao judiciário)”. “Ele (policial) confessou o crime e alega que iriam dar um susto nela, a situação saiu do controle e acabou resultando na morte da Zuilda”, disse o delegado Carlos Muniz, da DHPP, em entrevista coletiva.

Inicialmente, de acordo com a investigação, a tentativa seria dar um susto na enfermeira simulando tentativa de assalto. Ela foi dominada, próximo de casa, quando dirigia sua caminhonete. “Eles (Zuilda e o marido) enfrentavam problemas de relacionamento. Agora vamos pontuar os motivos reais”. “O policial teria sido convidado pelo marido e a ação não deu certo”. “Ela teria sido morta por espancamento”. “As agressões pesadas teriam partido de Ronaldo e a vítima teria apagado ali e, a princípio, ela estaria morta. A ideia do local (onde o corpo foi jogado), segundo ele, teria sido do Ronaldo e teria ido junto mas a ação em si teria sido do Ronaldo. Só que todas essas informações têm que ser investigadas no bojo de provas e tudo isso será, agora, a confluência das provas”, expôs.

Leia mais:  Sinop: licitação para fazer 75 mil metros quadrados de asfalto é transferida para agosto

“Estamos falando aqui da confissão do suspeito. Temos que confrontar com as provas técnicas e materiais”. “Temos bastante provas técnicas”. “Agora, vamos pontuar os motivos reais”, acrescentou o delegado ao expor os próximos passos da investigação. Os dois não estavam encapuzados e de acordo com as investigações no carro havia marcas de sangue e cabelos da enfermeira.

O coronel Wesney de Castro Sodré, comandante regional da PM, informou que o soldado Marcos Vinicius Pereira Ricardi, 26 anos, respondia processo demissório e por isso estava trabalhando na entrega dos espetinhos e estava afastado das suas funções. Ele entrou na corporação em 2015. Não foi confirmado se ficará preso em Sinop ou será transferido para presídio militar.

O soldado trabalhava no espetinho, que era do marido da enfermeira, e era conhecido dos dois. O delegado acrescentou que, “a partir do momento que foi apurado que o policial militar estava envolvido, o comando da PM se colocou prontamente a disposição da Polícia Civil (nas investigações). Eles trabalharam conosco até a localização do corpo. Quero agradecer a PM que ajudou a localizar o corpo, também ao trabalho do Corpo de Bombeiros e da Politec”. Ele também enalteceu o trabalho dos investigadores da DHPP.

Leia mais:  Mãe é acusada de abandonar três filhas trancadas em residência

O delegado vai, inicialmente, autuar o soldado por ocultação de cadáver e solicitou ao judiciário sua prisão preventiva (tempo indeterminado) “em relação feminicídio porque a Zuilda foi morta por sua condição de mulher, enquadrando na qualificadora do tipo penal”.

Conforme Só Notícias já informou, o corpo da enfermeira foi jogado no bueiro e levado até o córrego na estrada Ruth, na região do bairro Jardim Terra Rica. Policiais conseguiram encontrá-lo após a detenção do soldado, principal suspeito de envolvimento no crime. Foi usado um drone para sobrevoar a mata e, para chegar no local, foi preciso abrir uma picada.

Zuilda residia na avenida dos Tarumãs, Setor Comercial Sul. O corpo está no Instituto Médico Legal e será sepultado nesta quarta-feira pela manhã. Não haverá velório.

Comentários Facebook
Continue lendo

Sinop

Motorista capota caminhonete na BR-163 em Sinop

Publicado

O acidente aconteceu, há pouco, no quilômetro 825 da BR-163, nas proximidades do Jardim América. A caminhonete Toyota Hilux prata, placas de Sinop, seguia sentido centro, quando houve o capotamento.

O motorista disse, no local, que perdeu o controle da direção após o veículo “aquaplanar”. O homem estava sozinho no veículo e não ficou ferido. Ele recusou atendimento médico da concessionária que administra a rodovia e foi liberado.

As causas do acidente serão apuradas.

Comentários Facebook
Leia mais:  Comissão de Saúde faz visita técnica no hospital regional de Sinop nesta sexta-feira
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana