conecte-se conosco


Mato Grosso

Vaga no TCE pode resultar em consenso em chapa de Botelho

Publicado

Essa semana será definitiva para as articulações em torno da disputa pelo comando da Assembleia Legislativa para o biênio 2021-2022. Acredita-se que entre hoje e a próxima quarta-feira (3), os deputados devem chegar a um consenso, de modo a evitar uma briga desgastante pelos principais cargos da Mesa Diretora.

 

Conforme apurou o MidiaNews, o entendimento passa pela inversão de cargos entre os deputados Max Russi (PSB) e Janaina Riva (MDB). Ele ficaria como vice-presidente e a parlamentar passaria a responder pela primeira-secretaria – que é responsável pela ordenação de despesas da Casa.

 

Nesse cenário, o atual presidente Eduardo Botelho (DEM) continuaria no cargo.

 

O deputado Max Russi estaria analisando a hipótese de Botelho ocupar uma cadeira no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Desta forma, ficando na vice-presidência, ele poderia ascender ao comando da Assembleia, assim que surgir uma vaga a Corte de Contas.

 

Nos bastidores, os comentários dão conta de que Botelho não quer sair à reeleição na disputa eleitoral de 2022. Assim – apesar de não admitir publicamente – ele de fato teria interesse no cargo de conselheiro.

 

A eleição está marcada para o próximo dia 10. O registro das chapas deverá ocorrer entre os dias 1º e 8 de junho.

 

Cargos cobiçados

 

Também segundo apurou a reportagem – ao contrário da disputa passada, quando “sobraram” cargos na Mesa – ao menos oito parlamentares pleiteiam ocupar os demais espaços de comando do Legislativo.

 

Além de presidente, vice e primeira-secretaria, a Mesa é composta por: 2º vice-presidente, 2º secretário, 3º secretário e 4º secretário.

 

Os interessados são: Valdir Barranco (PT), Elizeu Nascimento (DC), Wilson Santos (PSDB), delegado Claudinei (PSL), João Batista (PROS), Paulo Araújo (Progressista), Dilmar Dal Bosco (DEM) e Silvio Fávero (PSL).

 

Destes, estão na atual composição: Valdir Barranco, como 2º secretário; João Batista, que é 2º vice-presidente; e Paulo Araújo, como 4º secretário.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Mato Grosso tem mais de 6,3 mil vagas de empregos com salários de até R$ 3 mil

Publicado

por

O Sistema Nacional de Emprego informou que empresas de diversos segmentos, em pelo menos 28 municípios, estão em busca de 6.364 funcionários. Os salários variam de R$ 1 mil a R$ 3 mil. Cuiabá lidera o painel disponibilizando 3.567 vagas. Entre os cargos para serem ocupados estão auxiliar de acabamento, consultor de vendas, chefe de cozinha, designer, técnico em informática, promotor de vendas entre outras.

Em Várzea Grande, que é a segunda maior cidade do Estado, são 413 oportunidades para ajudantes de armazém, auxiliar administrativo, técnico em eletrônica, professor de inglês, auxiliar de produção.

No Nortão, as empresas também buscam através do Sistema Nacional de Emprego contratar mais trabalhadores. Em Sinop, por exemplo, são 227 oportunidades. Na sequência, aparece Sorriso com 162, Lucas do Rio Verde 123 e em Nova Mutum são mais de 70 vagas.

Conforme Só Notícias já informou, em agosto, Mato Grosso assumiu o primeiro lugar na geração de emprego no país. Foram 28,6 mil contratações e 24,7 mil demissões, que resultaram em um saldo de 3,9 mil novos empregos com carteiras assinadas. O balanço é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados e foi divulgado pelo Ministério da Economia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Homem xinga ex-prefeito em reunião política; é expulso e mata dono de bar em MT

Publicado

por

Duas pessoas foram esfaqueadas, sendo que uma morreu e outra segue em estado grave, após uma reunião política na porta de um bar no município de Juscimeira (a 157 Km de Cuiabá), na noite desta terça-feira. O autor das facadas foi detido em um matagal da cidade.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, enquanto a reunião acontecia, o acusado, de 35, anos começou a xingar o ex-prefeito da cidade, José Resende Silva. Conhecido como Zé Guia, o ex-gestor municipal já foi condenado pela morte do pai do ex-deputado Valtenir Pereira, em 1983, também em Juscimeira.

Algumas pessoas que estavam no local, não gostaram da atitude do homem e foram para cima dele, iniciando uma briga. Após a confusão ter sido ‘apartada’, o suspeito foi até a sua casa e voltou em posse de uma faca, desferindo golpes contra o dono do bar, de 64 anos e contra Rogério Pereira de Aguiar, 31, que foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu e morreu logo após dar entrada no hospital.

Após rondas pela cidade, ele foi encontrado pelos policiais saindo de um matagal e não apresentou resistência para ser preso.

A faca usada no crime não foi encontrada. A outra vítima esfaqueada precisou ser encaminhada para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Rondonópolis (a 200 Km de Cuiabá).

O caso é apurado pela Polícia Civil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana