conecte-se conosco


Policial

Ação conjunta prende 5 e impede roubo de cargas na região Sul de MT

Publicado

O grupo preso é o segundo desarticulado pelas forças de segurança, no mês de julho, na mesma região

Cinco integrantes de uma associação criminosa de roubo de cargas foram presos em força-tarefa da Polícia Judiciária Civil, das Delegacias de Juscimeira, Jaciara e Pedra Preta, com a Polícia Militar de Garça Branca, a Polícia Rodoviária Federal.As prisões ocorreram na noite de quinta-feira (20), na R-364, região sul do Estado de Mato Grosso.

O grupo preso é o segundo desarticulado pelas forças de segurança, no mês de julho, na mesma região.Na noite do dia 12 de julho, três criminosos que agiam roubos de cargas em rodovias do Sul de Mato Grosso foram presos.

Na ação da semana passada foram presos: Gleysson Goncalves da Silva, 27, com os  passageiros: Aldo Alves da Silva, 3, Claudio de Jesus, 34, e Douglas Gomes da Silva, 19 e  Ricardo Pereira Morais, 35.

Ação iniciou após a Polícia receber ligação do sistema de monitoramento de empresa, informando que um de seus caminhões estava parado há vários minutos na beira da estrada.

Equipes das Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal seguiram até a região da Serra da Petrovina, município de Pedra Preta. No local, um caminhão FH Volvo, placa 0309, com reboques OYB-8750 e OYB-8920 foi localizado pela PM, com a chave na ignição, em frente a um mercado, na localidade de Vila Garça Branca, Pedra Preta.

Mais tarde, o motorista de 51 anos, também foi localizado próximo a cidade de Pedra Preta. Ele narrou aos policiais que precisou parar o caminhão devido os freios terem travado, momento em que foi surpreendido por um homem armado,  que anunciou o roubo. O motorista contou que teve o rosto coberto e foi obrigado a entrar em outro veículo. Depois foi levado para um cativeiro no meio do mato, onde continuou sofrendo ameaças.

Em razão do bloqueio do veículo pela empresa de monitoramento, dada a inconsistência de paradas em locais ermos e fora da rota, os suspeitos abandonaram o caminhão e a vítima conseguiu se libertar do cativeiro.

Frustrada a primeira tentativa de roubo, momentos depois da localização da primeira vítima, os, Policiais receberam informação da tentativa de roubo de outra carreta próxima ao município de Pedra Preta.

Em rondas e abordagens no percurso que liga Pedra Preta à Vila Garça Branca, a PRF localizou quatro homens, nas proximidades da subida da Serra da Petrovina. Os suspeitos estavam em veículo Celta, cor prata.  Eles desrespeitaram a ordem de parada do veículo e iniciaram fuga, jogando o veículo em cima de um dos policiais.

Durante a perseguição, os policiais perceberam que objetos foram dispensados na pista. Após abordagem, os policiais retornaram pela estrada e constataram que os suspeitos portavam um aparelho conhecido por “chupa-cabra”, utilizado para bloquear o rastreamento dos caminhões.

O carro Celta conduzido pelo suspeito Gleysson Goncalves da Silva, 27, com os  passageiros: Aldo Alves da Silva, 3, Claudio de Jesus, 34, e Douglas Gomes da Silva, 19.

O quinto suspeito, Ricardo Pereira Morais, 35, foi localizado pela Polícia Civil que dava apoio a ação. Ele andava a ermo na BR-364. Seu envolvimento foi constatado pelas incessantes chamadas que tentava realizar para os comparsas presos.

O segundo caminhão FH Volvo, placa AQI-0691, reboques HSZ-8060/HSU-8060, carregado com 47.000 litros de óleo diesel, foi localizado no Posto Locomotiva, em Pedra Preta. Segundo o motorista de 48 anos, observando que os freios estavam travados e suspeitando que fosse ser vítima de roubo, conseguiu conduzir o caminhão até que este pegasse fogo, a fim de ser socorrido por outros motoristas que passavam.

Os suspeitos, vítimas e materiais apreendidos foram encaminhados ao plantão da 1ª Delegacia de Polícia em Rondonópolis, local onde os assaltantes foram autuados em flagrante por roubo majorado e associação criminosa.

 

Fonte: PNB Assessoria | PJC-MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil identifica suspeitos e apreende armas de fogo em investigação de homicídio contra mulher em Comodoro

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Os autores do bárbaro homicídio que vitimou uma mulher em Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) foram identificados e duas armas de fogo foram apreendidas pela Polícia Civil, na sexta-feira (30.07), durante diligências para apuração do crime.

Entre os envolvidos está um casal, formado por uma mulher de 31 anos e um menor de 16, apontados como autores da execução da vítima. Um segundo casal teria presenciado os fatos, não interferindo na ação dos executores.

O homicídio que vitimou Lázara Izabel Souza da Silva, de 35, ocorreu na quinta-feira (29), ocasião em que a vítima foi com a tia buscar garrafas pet na residência vizinha. Havia dois casais na casa, e a tia decidiu ficar no local, onde ficou ingerindo bebida alcoólica com a suspeita e o marido dela.

Em determinado momento o casal entrou para a casa, ocasião em o suspeito saiu com uma arma de fogo atirando contra a vítima, que saiu correndo, porém foi alcançada pelo casal. Vendo que a vítima ainda estava com vida, a suspeita a esfaqueou, assim como o marido dela deu várias coronhadas na cabeça da vitima.

O outro casal não se envolveu na situação, porém ficou o tempo todo observando com uma espingarda calibre 28. Após o crime, os dois casais esconderam as armas e fugiram do local.  A vítima foi socorrida, porém não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã de sexta-feira (30).

Assim que foi acionada do crime, a equipe da Polícia Civil foi até o local, onde localizaram uma das armas escondida na mata. Em continuidade as diligencias, os policiais localizaram o casal, dono da residência. Questionados sobre a outra arma, eles confessaram que também estava escondida na região de mata próxima a casa.

O suspeito apontado como dono da arma, de apenas 18 anos, e casado com um menor de 15, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e liberado após pagamento de fiança. O menor que atirou contra a vítima se apresentou na Delegacia na presença de advogado na sexta-feira (30), sendo ouvido e liberado.

A companheira dele, suspeita de esfaquear a vítima, continua foragida. Segundo as informações, o crime foi motivado por uma briga ocorrida em um bar no ano de 2018, ocasião em que a vítima o irmão da suspeita (casada com o menor).

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito com passagens por roubo é preso com arma e munições em Sinop

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de envolvimento em crimes de roubo foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na sexta-feira (31.07), durante ação realizada pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Sinop (500 km ao sul de Cuiabá).

A ação deflagrada para cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar expedido pela 4ª Vara Criminal de Sinop, decretado, com base nas investigações da Derf. O suspeito, de 28 anos, possui passagens anteriores por roubo.

Durante as buscas na residência no bairro Terra Rica, os policiais apreenderam uma arma de fogo calibre 38, com numeração suprimida e sete munições do mesmo calibre, além de produtos de origem duvidosa.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Derf, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munições.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana