conecte-se conosco


Entretenimento

Anitta entrega intenção por trás de tatuagem íntima e comenta polêmica

Publicado

source
Anitta comenta polêmica envolvendo cachês de cantores sertanejos em entrevista
Reprodução/Instagram

Anitta comenta polêmica envolvendo cachês de cantores sertanejos em entrevista


Não foi apenas a revelação de que teria recebido proposta de desvio de verbas que a cantora Anitta fez em sua entrevista ao programa “Fantástico” deste domingo. Ela também esclareceu a razão ter realizado a tatuagem íntima que, de forma para lá de inusitada, acabou deflagrando a CPI do sertanejo, para investigar cachês pagos por prefeituras a artistas como Gusttavo Lima.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

“Não é exatamente lá, não. É, tipo meio centímetro acima”, disse ela, sobre a polêmica ilustração que teria gravado em sua pele, na região do ânus. “Eu estava com o meu pai, em casa, bebendo e conversando. Ele disse que queria fazer uma tatuagem, mas que doía aqui, doía ali… Aí falei: ‘Pai, pra te provar que não dói, eu vou fazer a tatuagem no lugar mais sensível do corpo.’ Aí eu dei um Google… e qual era o lugar mais sensível do corpo?”


A história começou quando o cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, misturou utilização da Lei Rouanet e a tatuagem de Anitta, num discurso feito durante um show.

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

“Estamos aqui em Sorriso, no Mato Grosso, um dos estados que sustentaram o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas e não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou não”, disse o cantor.

Visto que o show da dupla tinha sido feito com dinheiro público, da prefeitura da cidade, as declarações de Zé Neto deram origem a uma série de questionamentos a respeito das verbas destinadas a apresentações de cantores sertanejos e sem licitação. Gusttavo Lima e outros artistas passaram a perder cachês milionários em cidades pequenas e viraram alvo do Ministério Público.

“Eu achei que eu estava só me divertindo com os meus amigos e fazendo uma tatuagem fofa, viu?”, jurou Anitta à reportagem do “Fantástico”, a quem garantiu nunca ter usado recursos obtidos por intermédio da Lei Rouanet em seus projetos artísticos. “Eu liguei pro meu irmão e pro meu outro sócio, Daniel, e falei: ‘Gente, eu já usei essa lei, porque eu nem lembro.’ Ele falou: ‘não’ (…) Como a gente começou a nossa empresa do nada, a gente meio que tinha muito medo de errar e fazer bosta. Então, a gente está sempre contratando auditoria.”

Sobre as propostas de prefeituras para desviar verbas através da contratação de shows, Anitta disse: “A gente que é da música sempre soube que isso existia (…) Já recebi propostas, eu e o meu irmão. ‘Ah, você cobra tanto, aí eu vou pegar um pedaço.’ Eu sempre falei: ‘não, Renan, o meu cachê é meu cachê. Na época era cento e poucos. (…) ‘Ah, mas aí ele vai dar mais um pouco, se você declarar que recebeu não sei quanto.’ E eu: ‘querido, meu cachê é esse.’”

Ainda na entrevista, a cantora falou sobre a estátua de cera que ganhou do museu Madame Tussauds de Nova York. Ela foi a primeira cantora brasileira a receber essa deferência. Entre os outros brasileiros que têm estátuas lá estão as modelos Adriana Lima, Gisele Bünchen e Alessandra Ambrósio, o piloto Ayrton Senna e os jogadores Pelé e Neymar.

“Eu achei [a estátua] idêntica [a mim]”, disse Anitta. “Eu achei os olhos muito iguais. Até as veias da minha mão são idênticas (…) O olho é muito real, a minha mãe está passada, ela já fez vídeo, fotos, documentário, filme, tudo (…) Atrás, eu acho que o popô está bem real. Eu tinha que estar com mais celulite, mas que bom que [a estátua] não está. Um dia eu vou chegar nessa coisa aqui.”

A cantora ainda revelou ter sido chamada a fazer uma audição de atriz para a nova versão cinematográfica de “West Side Story”, de Steven Spielberg.

“E eu nao fui”, contou. “Eu estava focada na minha carreira de cantora, em fazer a minha carreira internacional acontecer. Acho que na vida não dá para a gente agarrar tudo ao mesmo tempo (…) Não dá pra fazer tudo. E, segundo, porque eu não achava que eu tinha talento suficiente para isso. Hoje em dia, se me chamar, eu vou. Já estou me preparando, fazendo aula, já tenho capacidade para fazer vários filmes.”

A certa altura, Anitta foi perguntada se gostaria de se tornar “a nova Carmem Miranda”.

“Eu sou a nova Anitta. A Carmem foi icônica, deusa. Eu sou Anitta”, respondeu. “Eu não me acho uma Carmem Miranda, só acho que tudo que ela fez foi icônico demais e as pessoas não têm ideia nem de 10% de tudo que ela foi. E eu acho que a Carmen merecia mais reconhecimento.”

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Mario Frias compartilha vídeo e alfineta Bárbara Paz: “Quanto egoísmo”

Publicado

Mario Frias e Bárbara Paz
Reprodução/Instagram

Mario Frias e Bárbara Paz


Mario Frias  não gostou nada de ver  Bárbara Paz, que dá vida à vilã Úrsula Alves, na novela “Além da Ilusão”, da Globo,  cutucando o governo de Jair Bolsonaro durante sua participação no programa “Altas Horas”, de Serginho Groisman, no último dia 18 de junho.

E, com a repercussão da declaração em alguns grupos de WhatsApp e perfis nas redes sociais,  ele, que deixou o comando da Secretaria Especial de Cultura no mês de março, aproveitou para retuitar o trecho e mostrar seu incômodo com a  atriz.


“Votar direito é votar em corrupto? Os paladinos da verdade querem dizer em quem o povo deve votar baseado no que eles deixaram de ganhar? Quanto egoísmo! É sempre a mesma ladainha, mas todos sabemos o motivo de tanto choro. Essa gente vive em uma realidade totalmente paralela”, desabafou  Frias no Twitter.

Para quem não assistiu à atração,  Bárbara ressaltou que, “acima de tudo, a gente tem que votar direito. Em outubro, é a eleição, a gente tem que valorizar a nossa cultura, porque os preços do jeito que estão, o alimento, o gás, a luz, o cinema, que está restrito, do jeito que está, não dá para continuar”.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Queridinha das celebs, Lívia Brasil dá dicas para ter um feed perfeito

Publicado

Lívia Brasil
Reprodução/Instagram

Lívia Brasil

Seguida por nomes como  Karina Bacchi, Cida Marques, Deborah Albuquerque  e  Renata Banhara, Lívia Brasil, pioneira do segmento dos presets no Brasil e que acumula mais de 1,5 milhão de seguidores no Instagram, topou conversar com o iG Gente para “tentar” desvendar o segredo de seu sucesso e o motivo de ter virado o nome da vez.

“Eu ensino o que ninguém fala por trás das redes sociais, desde as tendências do algoritmo, caminhos para viralizar vídeos, postagens e como crescer e ganhar dinheiro com a internet até os ‘aplicativos secretos’ que as  blogueiras usam, mas não assumem”, começou dizendo, entre risos.

Em seguida, Lívia explicou que “saber se posicionar, pensar na paisagem e avaliar a iluminação” são itens essenciais para fazer um “barulhinho bom” nas páginas. Mais do que isso, elencou três truques infalíveis na hora de as pessoas ensaiarem um sorriso e ouvirem a frase: “Olha o passarinho!”. Confira os momentos mais marcantes do bate-papo!


Lívia Brasil
Reprodução/Instagram

Lívia Brasil


Luz:  “O tamanho da qualidade da foto é diretamente ligado a quanto houve de investimento, indiretamente, para ela. É claro que, seja de celular, seja de uma câmera profissional, dá para ter um resultado excelente em todas as possibilidades. A luz é um dos principais requisitos. Estar sem sol direto, sem foco e priorizar uma iluminação mista e indireta é uma das melhores instruções que posso dar”.

Posicionamento:  “Às vezes, a posição em que a pessoa ficará é que vai definir a foto. Porque, se ela estiver em um cenário encantador, mas com o enquadramento errado, a imagem não vai refletir a beleza do local nem a dela. Se você não tem habilidade em pensar sozinha nisso, pegue boas referências e pesquise antes. Treine em casa, veja poses, e o melhor: coloque em prática!”.

Configuração:  “Até no celular, esse aspecto da câmera pode ser regulado, e muita gente nem sabe que isso é possível. Hoje, os smartphones têm tanto configuração de sistema quanto de câmera, ou seja, você consegue estabelecer as ferramentas que usará na hora de tirar a foto e no instante de armazená-la, por exemplo, já que dá para fotometrar e escolher o tamanho do arquivo. Leia sobre o seu aparelho, explore essa possibilidade, e na edição também existem formas de otimizar ainda mais o clique”.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana