conecte-se conosco


Política MT

Deputado Botelho entrega ônibus escolar para Santa Rita do Trivelato

Publicado

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Santa Rita do Trivelato recebeu mais um ônibus escolar para o transporte de alunos da zona rural, graças à atuação do deputado Eduardo Botelho (União Brasil), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, que destinou emenda no valor de R$ 357,9 mil. A entrega foi realizada, nesta segunda-feira (27), no pátio do Palácio Paiaguás, em Cuiabá. No total, o governo do estado entregou 105 ônibus para as 84 cidades, investimento superior a R$ 42 milhões.

Com serviços prestados a Trivelato, este é o segundo veículo destinado por Botelho ao município. Recentemente, o deputado visitou a cidade, verificou a obra de construção da quadra poliesportiva indicada por ele à Escola Cândido Portinari, já em fase de conclusão.

O secretário de Educação de Santa Rita do Trivelato, Paulo Madson Vieira da Silva agradeceu a parceria de resultados e agradeceu a importante iniciativa. “Botelho tem abraçado a Educação e nosso município tem muito a agradecer essa parceria que traz melhorias para nossos alunos e os profissionais da Educação. Isso nos faz continuar acreditando em dias melhores por presenciar ações como essas em todos os municípios do estado. Somos gratos pelo deputado conhecer a realidade do nosso município e se comprometer a trazer melhorias para a nossa população”, destacou o secretário.  

Ele explica que com mais um ônibus escolar será possível melhorar as condições de transporte dos alunos das comunidades Pacoval, Rota da Fazenda Chapada Azul, na divisa com Rosário Oeste e Paranatinga, num percurso de aproximadamente 220 km diários até a Escola Municipal Nova Brusque e o Centro de Educação Infantil Pacoval, na zona rural, além de alunos das escolas Municipal Três de Novembro e Estadual Cândido Portinari, na zona urbana.

Botelho comemorou a entrega dos veículos, viabilizados através de emendas e indicações parlamentares. “É muito importante para ajudar os alunos, principalmente, os que moram na zona rural, porque hoje as prefeituras estão com dificuldade de investimentos e que bom estão recebendo esses ônibus novos. É a parceria do governo do estado, da Assembleia Legislativa dando certo e entregando ônibus para os municípios”, afirmou o deputado.  

Outras indicações de Botelho estão sendo efetivadas na ordem de R$ 1,2 milhão para Trivelato. Sendo que, além do ônibus escolar, um caminhão traçado de R$ 589 mil, poço artesiano d R$ 100 mil e mais R$ 150 mil para a construção de campo society. Além de apoio para o Festival de Pesca Esportiva e Cultural, que acontece de 5 a 7 de agosto.  

Mais ações – Indicou a construção da Biblioteca Pública Municipal “Preparando para o Futuro” e aquisição de livros; Indicou pavimentação de ruas; Indicou iluminação do campo de futebol; A construção de muro ou alambrado para proteção da Escola Municipal na comunidade Pacoval de Nova Brusque; a ampliação do Centro de Educação Infantil Nascer do Sol; Recursos para aquisição de um barco escolar com motor e equipamentos de segurança para o transporte escolar seguro dos alunos da Ilha Vale do Paraíso; a criação de um Hospital Materno Infantil público para atendimento especializado e exclusivo de mulheres e crianças no município de Sorriso, para atender a Região Centro do Estado de Mato Grosso (Sorriso, Nova Mutum, Santa Rita do Trivelato, Lucas do Rio Verde, Tapurah, Ipiranga do Norte, Itanhangá); a construção de hospital veterinário público para atendimento dos animais domésticos no município de Sorriso, para atender a Região Centro do Estado de Mato Grosso (Sorriso, Nova Mutum, Santa Rita do Trivelato, Lucas do Rio Verde, Tapurah, Ipiranga do Norte, Itanhangá) e indicou o programa “Luz para Todos” à comunidade do Assentamento Ponte de Barro.

Também participaram da cerimônia de entrega a comitiva de Santa Rita do Trivelato, liderada pelo prefeito Egon Hoepers, e composta pelos assessores da Prefeitura: a assessora pedagógica Celma Regina Mendes dos Santos, o assessor cultural Vilmar Pinho e do Transporte Escolar, Francisco Carneiro.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

CFAEO promove segunda audiência sobre o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso realizou, na tarde desta quarta-feira (10), audiência pública para discutir o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2023 (PLDO-573/2022). O debate foi conduzido pela Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária e contou com participação de representantes da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz/MT), sindicatos, Defensoria Pública, Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM).

A receita total líquida para o ano de 2023 prevista na PLDO é de cerca de R$ 28,6 bilhões. O secretário-adjunto da Receita Pública da Sefaz/MT, Vinícius José Simioni da Silva, explicou os indicadores e parâmetros levados em consideração para chegar ao número apresentado na peça orçamentária. Porém, a estimativa foi alvo de questionamentos de participantes que acreditam na possibilidade de excesso de arrecadação.

Segundo o secretário-adjunto do Orçamento Estadual, Ricardo Capistrano, números podem ser atualizados para apresentação do projeto de lei orçamentária, que deve chegar em setembro para apreciação da Assembleia. O representante da Sefaz ainda destacou que a PLDO-2023 cria dispositivo para medir impactos e retorno econômicos das políticas públicas feitas pelo Estado de Mato Grosso.

Entre as prioridades contidas no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 estão manutenção de espaços educacionais, construção e reforma de estabelecimentos assistenciais de saúde, implementação de programas sociais e pavimentação e conservação de rodovias e gestão da regularização ambiental de imóveis rurais.

Representantes de sindicatos do funcionalismo público estadual cobraram a realização de concursos públicos para diferentes órgãos e secretarias e o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos anos em que a correção não foi concedida. A falta de oferta de qualificação profissional e a efetividade da renúncia fiscal dada pelo governo também foram alvo de discussões.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Deputados aprovam suplementação de 30% no orçamento de 2022

Publicado

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Em sessão ordinária nesta quarta-feira (10), os deputados estaduais de Mato Grosso aprovaram, em segunda votação, o PL 663/2022,  mensagem governamental 116/2022, que altera a Lei nº 11.666, de 10 de janeiro de 2022, que estima a receita e fixa a despesa do Estado de Mato Grosso para o exercício financeiro de 2022. O PL foi aprovado com os votos contrários dos deputados Lúdio Cabral (PT) e Faissal Kalil (Cidadania).

O PL aprovado muda o artigo 4º da lei 11.666, de 10 de janeiro de 2022, que passa a vigorar com a seguinte redação: “fica o Poder Executivo autorizado a abrir créditos suplementares até o limite de 30% da despesa total fixada no artigo 3º, observado o disposto no artigo quadragésimo terceiro da Lei Federal 4.320 de 17 de março de 1964”.

Conforme o governo, a LOA/2022, em seu artigo 4º, traz essa autorização no limite de 20% do total da despesa. O governo cita que a suplementação se justifica pelo fato da margem orçamentária estar próxima de atingir 20% da despesa devido o superávit elevar notoriamente o volume de créditos adicionais.

Em justificativa, cita ainda que o superávit apurado no balanço patrimonial de 2021 está sendo utilizado, neste exercício, para assistir às demandas de investimento do programa Mais MT, que prevê investimento em 12 eixos estruturantes, como segurança, saúde, educação, social e habitação, desenvolvimento econômico, emprego e renda, infraestrutura, turismo, cultura, esporte e lazer, Simplifica MT, eficiência pública, meio ambiente, agricultura familiar e regularização fundiária.

A fim de dar agilidade aos processos de realocações orçamentárias, é que se faz necessário a ampliação do percentual da autorização prevista no artigo 4º, para um terço do total da despesa fixada na lei orçamentária de 2022″.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana