conecte-se conosco


Política MT

‘Desenvolve MT’ pode driblar crise e impulsionar a economia em Mato Grosso

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado estadual Max Russi (PSB), disse na quarta-feira (3), que a Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso – o Desenvolve MT -, pode ser uma saída para empresários e comerciantes que tentam driblar a crise provocada pela pandemia, que teve início há exatos 12 meses, ou seja, há um ano. 

“Empresários e comerciantes estão passando por um momento de dificuldade (financeira). São afetados de forma direta. Precisamos encontrar uma saída para essa situação, para não perdermos esses estabelecimentos. Seja por meio de microcrédito, linhas de crédito ou outas operação financeira que impeçam o fechamento desses estabelecimentos econômicos e que movimento a nossa economia”, pontuou Max Russi, durante entrevista nesta manhã, a uma emissora de rádio da Capital.

O parlamentar argumenta que, os estabelecimentos comerciais e principalmente o profissional liberal, têm buscado meios para não amargar grandes prejuízos, evitando dessa forma, fechar as portas.  “O empresariado está com dificuldades, manter o comércio não está fácil, o trabalhador está inseguro de perder o emprego. Vai passar a pandemia e nós precisamos dessas empresas gerando emprego e renda no nosso estado”, salientou Russi. 

Essa mesma sugestão foi dada ao governo em abril de 2020, no início da pandemia no estado. À época, Max Russi sugeriu a implementação de linha de crédito, que garanta o capital de giro de micro e pequenas empresas de Mato Grosso durante o período pandêmico. Propôs também que, a carência seja de no mínimo de 12 meses sem juros, ou que os mesmos sejam subsidiados.  

“Enfrentamos esse momento nebuloso em nossa história, por isso precisamos assegurar que a nossa atividade econômica, através das micro e pequenas empresas, continue engrenada e evitando demissões, evitando assim mais consequências ruins”, finalizou.

Linhas de Crédito – A Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso S/A – Desenvolve MT é uma Sociedade Anônima de Economia Mista, de capital fechado, com sede e foro em Cuiabá, Estado de Mato Grosso. Constitui-se em um instrumento de execução da política de investimento do Estado de Mato Grosso e tem por objetivo social contribuir para a aceleração do desenvolvimento sustentável do Estado, estimulando a realização de investimentos, a criação de empregos e renda, a modernização das estruturas produtivas, o aumento da competitividade estadual e a redução das desigualdades sociais e regionais.

 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Comissão convida secretários de Araraquara-SP, município referência no combate a covid-19

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, Dr João, junto aos demais membros, receberam na manhã desta terça-feira (13) dois convidados para contribuir nas discussões sobre a pandemia. A Secretária de Saúde do município de Araraquara (SP), Dra.Eliana Honain, e o Secretário de Assistência Social também de Araraquara, Marcelo Mazeta.

Ambos vieram apresentar à Comissão de Saúde as ações que deram certo no combate ao coronavírus no município de Araraquara, que hoje é referência no Brasil diante do baixo número de casos. 

“Um exemplo que pode nos ajudar bastante, principalmente na tentativa de diminuirmos o aumento dos casos em nosso Estado, bem como no andamento das vacinações e no controle da fome da população,” ressaltou o deputado Dr. João. 

O município de Araraquara possui hoje 238 mil habitantes e, segundo a secretária de saúde do município, o “sucesso” no combate ao vírus não é só pelo fato deles terem feito “lockdown”, e sim pelas restrições duras à circulação que entraram em cena quando, na última semana de janeiro de 2021, houve aumento abrupto da curva de notificação. 

O modelo adotado foi similar ao utilizado em países asiáticos, com fechamento dos estabelecimentos comerciais, incluindo supermercados, e da circulação de transporte público por seis dias. Os ajustes começaram com a liberação do sistema “drive-thru” nos supermercados e, dias depois, a reabertura para evitar desabastecimento. O transporte público foi reestabelecido após 12 dias do início do fechamento.

No período, houve queda de 58% na média móvel diária dos indivíduos contaminados. As internações caíram 31%, e o número de óbitos, 40%. A testagem indicou queda de 71% no número de contaminados. No 17º dia não havia paciente aguardando leito para ser internado. Esses dados indicam sucesso do modelo de isolamento da circulação de pessoas combinado com a coordenação de diferentes áreas técnicas da gestão municipal.

“O exemplo que vem do interior paulista mostra que existe possibilidade de o Brasil sair dessa situação sanitária caótica, por isso a Comissão de saúde não medirá esforços para combater a covid-19, e contamos com a colaboração de toda população para juntos venceremos essa batalha,” finaliza o presidente Dr. João.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Botelho agenda reunião com representantes da Desenvolve MT

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Uma reunião com os representantes da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso S/A – Desenvolve MT será realizada para checar inúmeras reclamações de micro e pequenos empreendedores, que alegam dificuldades para obter linhas de crédito devido ao processo burocrático. A informação foi dada pelo primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Eduardo Botelho (DEM), nesta terça-feira (13), em resposta a ouvintes do programa Tribuna, comandado pela jornalista Nayara Moura, da Rádio Vila Real, 98.3 FM, em Cuiabá.
Botelho disse que é importante verificar os motivos que travam a liberação dos recursos aos pequenos empresários, especialmente, nesse momento de pandemia e que muitos não têm mais condições de manter seus empreendimentos sem a ajuda do governo. Adiantou que será firmado convênio com a Desenvolve MT para que servidores da ALMT possam prestar serviços e acelerar o atendimento.
“Vou fazer uma convocação dos diretores da Desenvolve MT lá na Assembleia porque a reclamação é muito grande. Quero ver lá o que tem disponível. Até vou fazer diretamente na Desenvolve MT para checar isso. Sabemos que o sistema ficou sobrecarregado devido a muita procura. Com o convênio tenho certeza que vai ampliar o atendimento e nos próximos dias vai melhorar”, assegurou o deputado, ao destacar que exigências do Banco Central também dificultam a liberação de crédito.
Botelho disse que é importante criar uma estrutura maior na agência, inclusive, a ALMT já envidou esforços e destinou recursos, mas que ainda é pouco diante à grande demanda de pequenos e micro empreendedores que agonizam sem condições de trabalho e precisam arcar com as despesas mensais. Para isso, vai debater com Tribunal Estadual de Contas – TCE, Tribunal de Justiça (TJ) e Ministério Público Estadual – MPE a possibilidade de criar um fundo para ampliar linhas de créditos.
“Tenho defendido mais auxílio para os pequenos empresários porque estão sendo prejudicados, muitos ficaram fechados em prol de toda sociedade. Então, por que somente eles têm que pagar a conta? Temos que socializar isso. Os que estão em berço esplêndido, trabalhando e ganhando dinheiro têm que honrar um pouco dos custos dessas pessoas. Então, aí cabe também maior auxílio por parte do estado, como a isenção do IPVA; que haja participação nas contas de energia; pagamento de salários”, defendeu Botelho, ao citar o Ceará que fez isso para ajudar seu povo durante a pandemia.
O deputado também mencionou sobre avanços na regularização fundiária e ações de combate à Covid-19, a exemplo da abertura, por parte da ALMT, de mais três pontos de vacinação, sendo dois em Várzea Grande, no bairro Marajoara e no Parque Berneck e o outro no estacionamento da Casa de Leis, no sistema drive-thru.
Previdência – Sobre a nova alíquota da previdência dos aposentados e pensionistas, bem como dos portadores de doenças raras, disse que a nova taxação de 14% prejudicou muito a categoria. A comissão especial trabalha para que seja apresentado novo projeto com alíquota mais justa, para amenizar a situação dessas categorias, que têm custos com remédios, por exmeplo.
“Já avançamos na nova proposta. Devemos ter uma reunião hoje ou mais tardar amanhã para encerrarmos essa questão e levarmos para o Conselho da Previdência. Já houve uma concordância dos secretários que participaram dessa reunião e só falta o aval final do governador, que deve ser dado entre hoje e até amanhã. Acredito que vai ser muito bom para os aposentados. Vai ser um alívio para essa categoria e às pessoas que têm doenças raras”, finalizou.
 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana