conecte-se conosco


Policial

Empresário suspeito de abusar de sobrinha de ex-companheira tem prisão cumprida em Cuiabá

Publicado

Um empresário suspeito de abusar sexualmente da sobrinha de sua ex-companheira teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil, na quarta-feira (22.06), em mais uma investigação da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

A prisão faz parte da Operação Acalento que tem o objetivo de combater crimes de violência contra crianças e adolescentes nos 26 Estados e no Distrito Federal.

As investigações que levaram a prisão do empresário iniciaram após a tia da vítima procurar a Deddica, relatando o comportamento do ex-marido em relação a sobrinha, de 12 anos. Segundo informações, o abuso ocorreu no dia 31 de maio, quando o suspeito autorizado pelo pai da menor, buscou a vítima na escola e levou até a sua residência onde ocorreu o abuso.

Nas oitivas, foi apontado outros momentos em que a família percebeu que o suspeito aliciava a menor e criava momentos para ficar próximo à menina. O suspeito também teria estreitado amizade com o pai da vítima para sair e manter maior contato com ela.

Durante as investigações, também foi apontado outra situação em que o suspeito teria abusado de uma adolescente, de 16 anos, contratada como babá do seu filho na época em que ainda era casado.

Diante dos levantamentos, o delegado Clayton Queiroz Moura representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foi deferido pela Justiça. Com a ordem judicial em mãos, os policiais da Deddica deram cumprimento a prisão, na quarta-feira (22), na empresa do suspeito em Cuiabá.

Após as providências de cumprimento do mandado, o suspeito foi encaminhado para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Idoso condenado a 14 anos por estupro é preso em Nova Mutum

Publicado

Mais um foragido da Justiça pelo crime de estupro, foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (28.06), em Nova Mutum, região norte do Estado, durante ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O foragido, de 60 anos, teve o mandado de prisão decretado pelo Poder Judiciário, após ser condenado a 14 anos de reclusão em regime inicialmente fechado, pelo crime de estupro.

Diante da ordem judicial, os policiais civis da Derf realizaram diligências e localizaram o condenado nas proximidades de um frigorífico em Nova Mutum.

Após cumprimento do mandado, o idoso foi conduzido para as providências cabíveis, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito que agrediu e roubou idoso em Santa Terezinha é preso em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

Um idoso de 67 anos, trabalhador de uma fazenda no município de Santa Terezinha, foi brutalmente agredido durante um roubo ocorrido na noite do último domingo. Um suspeito do crime, de 37 anos, foi preso em flagrante e outro é procurado pela Polícia Civil.

A vítima foi encaminhada ao hospital de Santa Terezinha na madrugada de segunda-feira, após ser encontrado, desacordado, em uma estrada do município.

O idoso apresentava diversas lesões na cabeça, rosto e pelo restante do corpo. Ele declarou aos policiais que estava na beira do rio bebendo com um colega de trabalho e depois ficou sozinho no local. Por volta das 22h, pegou uma carona para ir embora e na estrada, o condutor parou a motocicleta e perguntou à vítima pelo dinheiro. O idoso respondeu que não tinha e o suspeito começou a bater na vítima até que ela desmaiasse. A vítima desclarou que não conhece o suspeito e que foi levado dele um valor em dinheiro.

Após diligências, a equipe da Delegacia de Santa Terezinha identificiou dois envolvidos no roubo ao idoso. Um deles, de 37 anos, foi preso em flagrante.

O delegado Diogo Jobane representou pela prisão preventiva do outro suspeito. A equipe policial está em buscas pelo paradeiro do segundo suspeito do roubo.

O outro suspeito, de 44 anos, tem registros criminais em três estados. No Pará ele responde por um homicídio ocorrido em 2001 e a quatro inquéritos por furtos ocorridos no Tocantins.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana