conecte-se conosco


Cuiabá

Equipes iniciam aterramento e recuperação asfáltica na região da avenida República do Líbano

Publicado

Aterramento do solo e recuperação asfáltica. Essas são as frentes de trabalho que restam concluir na primeira etapa da ação de  melhoria no sistema viário da Avenida República do Líbano executadas pela Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Obras.

A expectativa é que o primeiro trecho seja finalizado na próxima semana. Posteriormente, as equipes atuarão nas margens laterais, nas intermediações da entrada principal do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). 

Os serviços consistem na requalificação da rede de drenagem de águas pluviais em pontos estratégicos da via, acompanhados da recuperação asfáltica, abrangendo aproximadamente 400 metros de extensão. Em transmissão nas  redes sociais, o prefeito Emanuel Pinheiro, afirmou que a previsão de entrega da obra é de 15 dias, revolucionando a mobilidade urbana, oportunizando a trafegabilidade eficiente dos munícipes na região. 

“Já determinei à Semob e ao Stopa para que possamos resolver os problemas no local em 15 dias. Sabemos dos transtornos causados, mas não temos  saída. É necessário que façamos para que o trânsito e a vida das pessoas possam melhorar a circulação viária, humanizando o trânsito da região, questão de pouco tempo vamos colocar um ponto final para melhor. Uma obra essencial e que será muito bem recebida pela nossa população”, disse Pinheiro. 

A requalificação da rede de drenagem de águas pluviais, atingiu, nesta segunda-feira (6), a etapa de compactação superior do solo, ultrapassando as fases de escavação e implantação do sistema de tubulação.

Em virtude da atuação das equipes, o trânsito na localidade precisou ser modificado pela Secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB) e conta com sinalização adequada. Desta forma, a orientação aos condutores que trafegam pela Avenida Dr. Hélio Ribeiro é se atentar ao novo trajeto para que tenham acesso às rodovias MT-251 (rodovia Emanuel Pinheiro) e a MT-010 (Arquiteto Hélder Cândia).

Mediante ao bloqueio necessário para realização dos serviços, os motoristas devem contornar a rotatória que dá acesso ao Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran) e ao Residencial Paiaguás – retornar e entrar à primeira à direita – seguindo para a Avenida Síria, que dá acesso à Avenida República Líbano.

Já na Avenida República do Líbano, os condutores  podem seguir em direção ao Centro Político Administrativo (CPA), pela direita, ou optar pela MT-251 e MT-010. Além disso, agentes de trânsito se fazem presentes diariamente, garantindo a fluidez neste período. 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Réplica da Brazuca é entregue revitalizada e com acesso facilitado à população

Publicado

A Brazuca foi entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta sexta-feira (19) completamente restaurada e em um novo ponto da cidade. O monumento, que antes ficava na Avenida Miguel Sutil, agora faz parte das atrações do Estádio Eurico Gaspar Dutra (Dutrinha). Segundo o chefe do Executivo, além de embelezar ainda mais o maior patrimônio esportivo de Cuiabá, a iniciativa também facilita o acesso do público à réplica.

No Dutrinha, ela ficará no mesmo espaço em que hoje se encontram as esculturas dos eternos craques Fulepa, (Goleiro do Mixto), Avião (zagueiro do Dom Bosco), e Bife (centroavante do Operário de Várzea Grande). De acordo com Emanuel, o estádio é o local ideal para abrigar o monumento, já que trata-se de uma estrutura que simboliza a época de ouro do futebol mato-grossense.

“Não esquecemos dos patrimônios culturais, material e imaterial, do nosso município, que fazem a nossa história. O Dutra é o templo do futebol cuiabano e mato-grossense. Por décadas, ajudou a sustentar a paixão do cuiabano pelo futebol, recebendo craques imortalizados que desfilaram em seu gramado. A Brazuca deve ficar em um ponto que simbolize essa época. Por isso, trouxemos ela para o Dutrinha”, disse o prefeito.

A réplica da Brazuca foi construída pela própria Prefeitura de Cuiabá, como símbolo da Copa do Mundo no Brasil, que teve a capital mato-grossense como uma de suas subsedes. A ação foi coordenada pela antiga Secretaria Municipal de Serviços Urbanos que, na época, era comandada pelo vice-prefeito José Roberto Stopa. A bola foi feita de fibra, possui cerca de dois metros de diâmetro e nunca havia recebido um trabalho de revitalização.

“Esse é um ato de resgate da nossa história. É um monumento que fizemos em virtude da Copa do Mundo e que passou a ser um símbolo, um ponto turístico. Agora, ela está no lugar perfeito, que é o Dutra. Temos mais um ponto de atração, que vai servir para as pessoas visitarem, tirar fotos, possibilitando que a gente nunca esqueça este momento único que nossa cidade viveu, que foi receber uma Copa do Mundo”, comentou Stopa.

O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb), Junior Leite, foi o responsável por coordenar o trabalho de restauração da Brazuca, mantendo todas suas características originais. Para isso, contratou os artistas plásticos regionais Regis Gomes e Sued J. Ferreira, que realizaram os serviços de lixamento, recuperação das partes danificadas com massa de revestimento, e pintura.

“É um monumento extremamente importante para nossa cidade. O prefeito, de forma assertiva, nos pediu que tivesse um olhar mais cirúrgico em relação à bola da Copa do Mundo. Um monumento feito há 10 anos e que precisava de uma revitalização em virtude do tempo. Ele estava deteriorado, mas em virtude do tempo, o que é normal. Fizemos a revitalização e escolhemos o Dutrinha por determinação do prefeito”, pontuou.

Também participaram da solenidade de entrega os secretários municipais de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, de Ordem Pública, Leovaldo Sales, e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Renivaldo Samaniego. A Câmara Municipal de Cuiabá foi representada pelos vereadores Chico 2000 e Paulo Henrique. 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Morador do Acre parabeniza Cuiabá por atuação no combate à violência contra a mulher

Publicado

A Secretaria Municipal da Mulher realizou nesta quinta-feira (18) uma ação de abordagem e panfletagem, visando conscientizar a população e potencializar o combate à violência contra a mulher. A atividade aconteceu no Terminal Rodoviário de Cuiabá e, entre as centenas de pessoas alcançadas, estava Willian Leandro dos Santos, morador do Acre.

Conforme contado por ele, a vinda para Rondonópolis foi para velar o corpo da irmã que, após ser vítima de estupro e espancamento, faleceu no início desta semana. Willian está entre os milhares de passageiros que passam pelo terminal diariamente e que vêm a Cuiabá para passeios, negócios, trabalho, entre tantas outras causas.

O motivo do acreano, todavia, é triste e reforça a necessidade de intensificar ações como as que são feitas pela Secretaria, na luta pela consolidação de políticas públicas de proteção à mulher. Na avaliação dele, Cuiabá está de parabéns por ter uma secretaria que trabalha em prol da causa feminina.

“Infelizmente, as mulheres ainda são as maiores vítimas de violência e morte. Então, é necessário que o poder público trabalhe para cuidar das mulheres. Parabenizo a Prefeitura, por essa ação. As pessoas precisam saber que existe uma secretaria que luta e ajuda as mulheres que estão vulneráveis a tanta violência”, disse.

Willian relatou ainda que a coincidência de ter sido abordado pela ação de conscientização no mesmo dia em que voltava de um velório da irmã causou um misto de emoções. “É muito triste estar em MAto Grosso para enterrar minha irmã. Ao mesmo tempo, fico contente em ver outras mulheres informando, orientando, e oferecendo ajuda a esse público”, pontuou.

Para a secretária Da mulher, Cely Almeida, se deparar com histórias como essa, impulsiona para que o trabalho seja ainda mais intensificado e que ações que informem a população ocorram ainda mais vezes e em todas as regiões da cidade. Segundo ela, o planejamento da gestão Emanuel Pinheiro é continuar avançando no combate à violência contra a mulher.

“Deparar com essa história me fez refletir que podemos ajudar ainda mulheres vulneráveis e que estão em um ciclo da violência. A Secretaria tem que ser modelo para todos os municípios. Quantas mulheres estão sofrendo? Quantas estão morrendo? Vamos intensificar ainda mais nossas ações. Temos que dizer a todas que elas não estão sozinhas”, finalizou Cely.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana