conecte-se conosco


Geral

Governo honra compromissos e repassa mais de R$ 204 milhões aos Fundos de Saúde

Publicado

Redação

O Governo de Mato Grosso segue priorizando a Saúde e está com os repasses totalmente em dias com os municípios do Estado. Entre janeiro e julho deste ano, já foram transferidos, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), R$ 204.282.748,9 aos Fundos Municipais de Saúde para a manutenção de programas e serviços prestados à população.

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, destaca que mesmo este sendo um ano atípico, devido à pandemia pela Covid-19, a atual gestão continua com o projeto de consertar Mato Grosso e desenvolve as ações de combate ao vírus mantendo a frequência dos repasses habituais aos municípios do Estado.

“O Governo do Estado mantém a rigorosidade nos repasses junto aos Municípios, daquilo que é de sua responsabilidade, e faz um grande esforço para assegurar o pagamento de recursos, a fim de garantir os serviços aos pacientes do Sistema Único de Saúde”.

De acordo com as informações da Secretaria Adjunta de Aquisições e Finanças da SES, em 2020, foram transferidos R$ 62.707.000,00 para Ação Hospitalar, R$ 36.476.644,00 para Atenção Primária e R$ 35.508.771,91 para Alta Complexidade. Os dados ainda apontam um repasse na ordem de R$17.015.703,94 para hospitais contratualizados e R$ 14.400.087,79 para consócios de saúde que administram três hospitais regionais.

A SES também realizou os pagamentos para o custeio de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) no valor de R$ 12.246.325,00, ao Programa de Incentivo a Assistência Farmacêutica na Atenção Básica e Programa Diabetes Mellitus na ordem de R$ 5.670.807,99 e para o Programa de Apoio ao Desenvolvimento e Implementação dos Consórcios Intermunicipais de Saúde (Paici) no valor de R$ 5.405.035,09.

Outros repasses

Os pagamentos ainda incluem a transferência de R$ 5.045.238,97 para Unidades Filantrópicas; de R$ 3.089.333,37 para toracotomia; de R$ 2.630.000,00 ao Programa de Incentivo à Regionalização das Unidades de Reabilitação, Hemoterapia e Saúde Mental; de R$ 2.326.312,59 ao Serviço de Atendimento Móvel (Samu); de R$ 1.314.354,25 de incentivo a estruturação serviços municipais de Vigilância Sanitária; de R$420.000,00 destinados aos Ambulatórios de Atenção Especializada Regionalizado em Hanseníase e de R$ 27.134,02 à Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP).

Os recursos são transferidos pela SES e repassados aos Fundos Municipais de Saúde, que efetivam os pagamentos por serviços executados pelas unidades hospitalares. Os investimentos têm como objetivo a manutenção da prestação do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso.

Comentários Facebook
publicidade

Geral

Deputados aprovam lei orçamentária de R$ 22 bilhões para MT e rejeitam 67 emendas

Publicado

por

Os deputados estaduais de Mato Grosso aprovaram em segunda votação, esta tarde, a Lei Orçamentária Anual deste ano com 22 votos favoráveis, um contrário do deputado Faissal Kalil (PV) e uma abstenção do deputado Ulysses Moraes (PSL). A LOA recebeu 314 emendas, das quais, 67 foram rejeitadas e 247 aprovadas.

A projeção do governo é do orçamento de R$ 22,1 bilhões para o próximo ano. Neste ano, o orçamento foi de R$ 20,3 bilhões. O orçamento prevê R$ 2,1 bilhões em investimento para todas as áreas de infraestrutura em Mato Grosso. Conforme o governo, pela primeira vez depois de alguns anos, a LOA não irá gerar déficit.

O deputado Dilmar Dal´Bosco (DEM), líder de governo na Assembleia, pediu aos demais parlamentares para que a rejeição às emendas fossem mantidas e argumentou a impossibilidade de transposição de recursos entre as pastas.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Geral

Disputa com Juventude vale como final para Cuiabá retornar ao G4 da Série B

Publicado

por

O Cuiabá faz nesta terça na Arena Pantanal, a primeira de seis “finais” até a conclusão do Campeonato Brasileiro da Série B visando o acesso para a primeira divisão do ano que vem. O primeiro adversário nesta corrida é o Juventude, que soma 52 pontos, um a mais do que os 51 do Cuiabá. Uma vitória do Dourado recoloca o time auriverde no G4, dependendo só de si para o acesso.

Mesmo com 51 pontos, o time de Mato Grosso saiu do G4 porque o CSA bateu o Sampaio Corrêa na rodada e empatou no número de pontos com o Cuiabá, mas leva vantagem nos critérios de desempate por ter uma vitória a mais do que o Dourado na competição.

Para vencer e não depender de resultados dos adversários, o técnico Allan Aal intensificou os treinamentos. Não houve folga durante a virada de ano e os jogadores treinaram todos os dias, inclusive 31 e 1º, visando o objetivo.

Ontem o time treinou na Arena Pantanal, local do jogo, e o time quer tirar proveito dessa vantagem. O lateral-esquerdo Romário, reconhece a força do grupo dentro de casa e sabe como explorar os benefícios. “O Cuiabá faz a diferença dentro de casa pelo fator calor, pelo fator viagem que o outro clube tem até aqui. Então, não é a toa que a gente é o melhor mandante do campeonato”, declarou.

Classificação
1 – América-MG – 63 pontos
2 – Chapecoense – 63 pontos
3 – Juventude – 52 pontos
4 – CSA – 51 pontos
5 – Cuiabá 51 pontos
6 – Guarani – 47 pontos
7 – Ponte Preta – 46 pontos
8 – Sampaio Corrêa – 45 pontos
9 – Avaí – 44 pontos
10 – Brasil de Pelotas – 44 pontos
11 – Operário-PR – 42 pontos
12 – Cruzeiro 41 pontos
13 – CRB – 40 pontos
14 – Confiança-SE – 39 pontos
15 – Vitória – 37 pontos
16 – Figueirense – 35 pontos
17 – Náutico – 35 pontos
18 – Paraná – 32 pontos
19 – Botafogo-SP – 26 pontos
20 – Oeste – 23 pontos

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana