conecte-se conosco


Cuiabá

HMC atende a 90 pacientes oriundos de 44 municípios de Mato Grosso

Publicado


Luiz Alves/Secom

Clique para ampliar

Censo realizado nesse sábado (23) revela que o Hospital Municipal de Cuiabá Dr. Leony Palma de Carvalho – HMC mantém internados 90 pacientes vindos de 44 municípios do interior de Mato Grosso. Os que mais têm munícipes sendo atendidos no HMC são Várzea Grande (15 pacientes), Diamantino, Tangará da Serra, Rosário Oeste (5 pacientes cada), Brasnorte (4 pacientes), Arenápolis, Barra do Bugres, Rondonópolis, Sapezal e Sinop (3 pacientes cada), Campo Verde, Colniza, Nobres, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Santo Antônio de Leverger e Vila Rica (2 pacientes cada). As cidades de Chapada dos Guimarães, Comodoro, Paranatinga, Nova Lacerda, Juruena, Lucas do Rio Verde, Tabaporã, Aripuanã, Juína, Lambari D’Oeste, Nova Olímpia, Cotriguaçu, Porto Estrela, Nova Marilândia, Confresa, Santo Ângelo, Nova Bandeirantes, Acorizal, Colíder, Sorriso, Água Boa, Cáceres, Juara, Poconé, Nova Nazaré, Jaciara e Matupá também não puderam oferecer a assistência necessária a seus munícipes, que foram acolhidos no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). 

Esses pacientes ocupam 40,9% dos leitos de enfermaria adulto e pediátrica, UTI adulto e pediátrica e do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da unidade, sem contar a urgência e emergência. 

Desde o início da pandemia de covid-19, o HMC tem atuado em seu limite máximo de capacidade, atendendo a pacientes de Cuiabá, do interior e, por vezes, até mesmo de estados vizinhos, uma vez que o sistema de saúde ficou voltado majoritariamente para casos de covid-19 e o HMC tem mantido os demais atendimentos. 

O diretor da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), que administra o HMC, Vinícius Gatto, relata que, mesmo não sendo o fluxo regular, por vezes o HMC tem recebido demandas de porta aberta. “É corriqueiro chegar à porta do novo Pronto Socorro ambulâncias que vêm do interior com pacientes que sequer foram encaminhados pela Central de Regulação Estadual e que não conseguiram atendimento em suas cidades de origem. Para não negar atendimento e salvar vidas, recebemos essas pessoas que precisam de ajuda”, afirma. 

O diretor destaca ainda que há seis pacientes internados no HMC que já poderiam ter voltado para suas casas, o que não foi possível pois estão à espera do serviço de home care, de responsabilidade do governo estadual. “Enquanto esses pacientes não são liberados, a admissão de novos pacientes na internação fica prejudicada e muitos pacientes ficam aguardando na urgência e emergência, mas sempre recebendo toda a assistência”, relata o gestor da unidade hospitalar.  Em relação a esses pacientes, e equipe gestora do HMC entrou em contato com reguladores da Central de Regulação do Estado neste final de semana, inclusive convidando-os para verificar in loco a realidade e encontrar uma solução conjunta. Depois dessa interlocução, dois pacientes já estão sendo encaminhados para o serviço de home care.

Desde a inauguração total, em 2019, até a segunda semana de outubro de 2021, o HMC realizou 106.968 atendimentos, sendo 56.355 de urgência e emergência, 33.593 no ambulatório, 14.993 nas internações e UTIs, 407 no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), 2.027 no setor de Pediatria. Também foram realizados 13.465 cirurgias e 1.123.191 exames. A unidade hospitalar também conta, desde julho de 2020, com o Espaço de Acolhimento da Mulher Vítima de Violência, que já ultrapassou 400 acolhimentos às mulheres e seus filhos. Mais recentemente, com a transferência do programa SOS AVC do São Benedito (que ficou exclusivo para casos de covid-19, em março de 2021) para o HMC, 267 pacientes já tiveram suas vidas salvas pela equipe especializada, algo único em todo o estado. 

Além disso, o HMC tem oferecido serviços de qualidade, mesmo sem contar com o cofinanciamento do governo do Estado. Somente no último 29 de setembro é que a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) aprovou a pactuação de 40 leitos de UTI adulto no HMC. Antes disso, a Prefeitura de Cuiabá é que vinha custeando toda a estrutura, contando apenas com aporte da União, ao passo que o financiamento deveria ser tripartite, ou seja, federal, estadual e municipal. 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Polo de vacinação da UFMT suspende atividades nesta semana para mudança do local das tendas

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que o polo da campanha “Vacina Cuiabá – Sua vida em Primeiro Lugar”, que funciona no estacionamento da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), irá suspender o funcionamento no período de 09 a 11 de dezembro. As atividades serão retomadas na próxima segunda-feira (13).

A suspensão deve-se à mudança do local das tendas de vacinação dentro da UFMT. A alteração será necessária porque o espaço onde as tendas estão localizadas passará por uma reforma. Para não precisar fechar o polo definitivamente, a coordenação decidiu montar as tendas em outra parte da universidade, próximo onde estava originalmente.  

Caso alguém esteja agendado para o polo da UFMT durante esses dias de suspensão das atividades, deve se dirigir a qualquer outro que esteja funcionando na data agendada.

A SMS reforça que nesta quinta-feira (09) um novo polo de vacinação começará a funcionar no estacionamento da UNIC Beira Rio. Além disso, a SMS disponibiliza as vacinas contra o coronavírus em 21 unidades de saúde espalhadas em todo o município.

Importante lembrar que os polos da Assembleia Legislativa e Sesi Papa funcionarão apenas até sexta-feira (10). Após essa data, os dois polos serão desativados.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Emanuel Pìnheiro encaminha projeto de PCCS de agentes de trânsito à Câmara de Cuiabá

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, enviou nesta terça-feira (7), à Câmara Municipal de Cuiabá, a mensagem com a proposta de Lei Complementar que dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) dos  Agentes de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). Conforme o presidente do Legislativo Municipal, vereador Juca do Guaraná, o texto será apreciado em regime de urgência na próxima quinta-feira (9). 
“Todas as categorias de servidores públicos são valorosas. Os agentes estão nas ruas e,  muitas vezes, são atacados por realizarem os seus trabalhos. Eles têm que ter o jogo de cintura para mostrar a importância do trabalho de orientação, regulação  de  respeito às leis de trânsito na capital.  Desde 2017,  fizemos  o compromisso de recompor e valorizar todas as categorias, e hoje, faltam menos de quatro categorias. Quero lembrar que sempre lutei pelo servidor, cada vez mais estimulados e valorizados. Sem eles, não é possível fazermos essa gestão de excelência, são eles que fazem funcionar a máquina.  Até então, são 13º categorias com o PCCS concedidos, quero contemplar 100%, mas temos que respeitar o impacto da folha e a Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF”, comentou o gestor. 
O vereador Paulo Henrique, que já foi presidente do Sindicato dos Agentes, parabenizou o prefeito por valorizar a categoria ao qual representa. “Prefeito, o momento é de alegria e queremos aqui agradecer o compromisso que o senhor tem com  os agentes. Quero agradecer o deputado Emanuelzinho, que sempre atendeu às nossas demandas. Nós, que somos sindicalistas, sabemos da valorização que o prefeito tem com os servidores públicos e os agentes são merecedores desse Plano de Carreira. Eu sei o que é ser agente de trânsito, batalhamos muito enquanto servidor público, e essa classe merece ser valorizada”, disse o vereador. 
Emocionado,  o presidente do Sindicato dos Agentes de Trânsito e Transporte da Capital, Ademir de Arruda e Silva,  disse que o prefeito cumpre o compromisso com à classe. “Quase uma década esperando esse momento e queremos agradecer o prefeito, o vice, o deputado federal Emanuelzinho e os vereadores Paulo Henrique e Adevair. Hoje somos uma nova categoria, mais madura, e bem próxima da gestão, que é humanizada”, comentou ele. 
O secretário de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, destaca que a classe é merecedora desse Plano de Carreira. “Há tempos , desde 2016 foi feito ganhos olhando para todas as categorias e essas categorias de uma forma ou de outra foram beneficiadas e hoje, é um trabalho que vem sendo feito pelo  prefeito. vocês merecem isso, porque lutam por isso, sei do trabalho que os agentes realizam hoje, não é fácil o agente que está na rua e agindo de forma correta para manter um trânsito de  qualidade.  O prefeito vai contemplar essa categoria com o PCCS. Falta pouquíssimas, em torno de 3 categorias para ser contemplada com  o PCCS”, comentou. 
 
O vice-prefeito, José Roberto Stopa, que é servidor público de carreira, comentou a importância deste PCCS aos servidores.” É  um processo de valorização que começou desde o primeiro dia da gestão do prefeito Emanuel, e como sou servidor de carreira, tenho que tirar o chapéu , e até o final dessa gestão iremos contemplar todas as categoria , essa valorização quebra o mito de que atende o servidor ou faz obra não existe, porque provamos que dá para atender os servidores e fazer obras”, comentou. 
Estiveram presentes na reunião, o presidente  do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cuiabá (Sispumc), o vereador Adevair Cabral e representantes da diretoria  da Pasta de Mobilidade Urbana. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana