conecte-se conosco


Policial

Investigado por crimes ambientais em terra indígena é preso pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Policiais civis da Delegacia de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá) cumpriram na tarde desta quarta-feira, 22 de setembro, a prisão preventiva de um homem de 44 anos investigado pela prática de crimes ambientais contra uma terra indígena da região.

O mandado judicial foi expedido pela Vara Federal de Barra do Garças e o investigado foi preso no distrito de Veranópolis, localidade conhecida como ‘Canta Galo’, a aproximadamente 30 quilômetros de Confresa.

A.L.S. é considerado nas investigações um dos principais responsáveis pela extração ilegal de madeira da Terra Indígena Urubu Branco, da etnia Tapirapé, área localizada entre os municípios de Confresa, Porto Alegre do Norte e Santa Terezinha.

Relatórios de investigação e de fiscalização ambiental na região apontam que A.L.S. esteve à frente de inúmeras extrações de madeira, inclusive, de espécies protegidas por lei, como o pau-brasil.

Em novembro de 2019, mesmo depois de ser detido em uma operação de combate a crimes ambientais, ele continuou a agir reiteradamente na prática de crimes ambientais. Após ser liberado, adquiriu um caminhão e voltou a retirar madeira da terra indígena. Em dezembro do mesmo ano, o madeireiro investigado usou três caminhões para extrair madeira na parte norte da Urubu Branco.

Em abril de 2020, mais dois caminhões foram retirados da área carregados com pau-brasil, espécie protegida por lei, portanto, não pode ser comercializada, e desde 2004 está na lista da flora brasileira ameaçada de extinção.

Uma ação realizada pela Delegacia de Confresa, em conjunto com a Funai, em maio do ano passado, prendeu duas pessoas extraindo madeira na terra indígena a mando do investigado.

O homem preso nesta quarta-feira é réu em processos por crime ambiental e reponde a outras ações penais em andamento pelos mesmos delitos cometidos na região.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Quatro são presos pela Polícia Civil em ‘escritório do crime’ criado para aplicar golpes de estelionato

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Quatro pessoas foram na tarde desta sexta-feira, 22 de outubro, em Rondonópolis, depois que a Polícia Civil flagrou um grupo, no bairro Jardim Atlântico, que mantinha um ‘escritório do crime’ criado para a prática de golpes de estelionato.

Uma investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) apontou que na residência, diversas pessoas se reuniram para planejar e executar golpes, entre eles, de estelionato.

No local havia seis pessoas, todas com vários registros criminais, e quatro delas estavam com mandados de prisões decretados e em aberto por crimes como roubo, tráfico e organização criminosa.

A equipe da DERF apurou ainda que o grupo planejava cometer crimes neste final de semana, em Rondonópolis.

Com os suspeitos foram apreendidas anotações, documentos, chips lacrados de telefonia celular. Eles foram autuados em flagrante por associação criminosa e posse de drogas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais civis de Barra do Garças são capacitados em atendimento humanizado a vítimas de violência

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) participaram, nesta sexta-feira (22.10), de uma capacitação voltada a servidores da Segurança Pública para o atendimento humanizado a vítimas de violência.

A capacitação foi promovida pela Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher de Barra do Garças, em parceria com a faculdade Unicathedral, e conta com a participação de policiais civis e militares. 

Os temas abordados na capacitação são “Princípios e práticas de formação de policiais para atendimento às mulheres em situação de violência”, “Como, quando e como a submissão feminina passou a existir”, “Crimes com investigações atribuídas à Delegacia da Mulher”.

Entre os palestrantes estão a professora Fiona Macaulay, de uma universidade da Inglaterra, a representante do Ministério Público, Michelle Moraes Santos e a delegada Jozirlethe Criveletto, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá.

Segundo a diretora de projetos da Rede de Frente, investigadora Andréa Guirra, a capacitação é ministrada presencialmente na Câmara Municipal de Vereadores de Barra do Garças e também on-line. 

“Além dos servidores da área de segurança, a capacitação também conta com a participação do público em geral, como alunos e pessoas de outros municípios que acessam o conteúdo de forma remota”, disse a investigadora.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana