conecte-se conosco


Mundo

Israel comete crimes contra humanidade em Gaza, diz Erdogan

Publicado

Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia
reprodução: Twitter

Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan , criticou nesta sexta-feira (3) a atuação de Israel contra o povo palestino em meio ao conflito com o grupo armado Hamas e convocou a comunidade internacional a se unir em prol de um cessar-fogo.

“Não há nada que possa justificar o que temos testemunhado desde 7 de outubro”, disse Erdogan, referindo-se aos ataques de Israel a Gaza, num discurso na Organização dos Estados Turcos em Astana, capital do Cazaquistão.

“Não há palavras para descrever esta brutalidade. Durante 28 dias inteiros, foram cometidos crimes contra a humanidade em Gaza”, adicionou.

Erdogan disse ainda que enviou 10 aviões carregados de ajuda humanitária para Gaza até agora e enviará mais se as condições o permitirem.

“Os nossos esforços para organizar uma conferência internacional de paz continuam”, acrescentou, referindo-se a uma iniciativa turca para pôr fim ao conflito.

Mais de 10.500 pessoas foram mortas no conflito, incluindo pelo menos 9.061 palestinos, desde que o Hamas invadiu o território israelita em 7 de outubro, dando início à guerra.

Fonte: Internacional

Comentários Facebook
publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Quem é Karina Milei, irmã do presidente, nomeada secretária-geral

Publicado

Para nomear a irmã para o cargo, Milei alterou decreto sobre nepotismo
Reprodução/SBT News – 11.12.2023

Para nomear a irmã para o cargo, Milei alterou decreto sobre nepotismo

Um dia após ser empossado, o presidente da Argentina, Javier Milei, já fez algumas nomeações para cargos de confiança no governo, que teve uma redução drástica no número de ministérios. Um deles foi o de Karina Milei, irmã mais nova do “ ultralibertário ”, que foi nomeada como secretária-feral da Presidência.

Karina Milei, de 50 anos, ficou conhecida como a principal estrategista política de Javier Milei. Ela era a mentora dos passos dele na campanha, sendo a responsável por determinar que teria acesso ao então candidato durante as disputadas reuniões fechadas com lideranças locais. Seu irmão mais velho a trata como “chefe”.

No último domingo (10), durante a posse do presidente argentino, Javier Milie disse que “sem [Karina], nada disso teria sido possível”.

Para empossar a irmã, Javier Milei publicou no Diário Oficial do país uma alteração no decreto referente às restrições em nomear parentes em cargos de administração pública. O Decreto 13/2023 altera o artigo 1º do Decreto nº 93, de 30 de janeiro de 2018, que havia sido feito pelo então presidente Mauricio Macri. Na antiga norma, ficava proibida a nomeação de parentes diretos ou indiretos até 2º grau para cargos elevados do governo. A regra era válida para os presidente, vice-presidente, chefe de gabinete de ministros, ministros e outros funcionários em cargos elevados do governo.

Karina Milei

A irmã dois anos e meio mais nova de Javier Milei é formada em Relações Públicas, e foi a figura principal na construção da imagem do presidente para a campanha. Com um estilo rockstar , com longas costeletas, cabelo despenteado e casaco de couro, foi a referência usada por Karina.

Karina e Javier são os únicos irmãos, tendo crescido no bairro de Villa Devoto, na capital Buenos Aires. Desde as disputas de Javier nas conferências como economista, Karina já começava a acompanhá-lo.

A importância de Karina na vida política de Javier Milei já foi exaltada diversas vezes. Em uma delas, o presidente da Argentina chegou a usar referências religiosas: “Você sabe que Moisés era um grande líder, mas não era bom em propagar. Então, Deus enviou Orón para espalhar a palavra. Kari é o Moisés e quem divulga sou eu. Eu sou apenas um divulgador”, disse o líder argentino.

Karina não possuia grandes aparições públicas até então. O cargo que passa a exercer pode não ter um poder de decisão equivalente a de um ministro, mas mantém o mesmo status, sendo um dos mais próximos ao presidente.

Secretário-Geral da Presidência

O cargo que será ocupado por Karina fica responsável por acompanhar o chefe da Casa Rosada no desenho de políticas. Além disso, ela será responsável pela elaboração da comunicação institucional e no tratamento presidencial perante à sociedade. Dessa forma, ela integrará o gabinete nacional da Argentina.

Fonte: Internacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Mundo

Trump diz que não vai a julgamento por fraude nesta segunda-feira

Publicado

Reprodução/Twitter

“Não tenho mais nada a dizer”, disse o ex- presidente dos Estados Unidos na plataforma Truth Social

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que não vai comparecer ao julgamento desta segunda-feira (11). O testemunho corresponde a um processo por fraude fiscal, um dos quatro processos criminais quem o empresário enfrenta.

De acordo com as acusações, sua empresa teria inflado o valor de propriedades em bilhões de dólares para conseguir financiamentos e empréstimos bancários melhores.

O empresário disse que não tem “nada a dizer” em relação ao processo. A declaração foi feita na plataforma ‘Truth Social’ no domingo (10):

“Não tenho mais nada a dizer além de que isso é uma interferência eleitoral completa e total”, publicou Trump.

De acordo com a determinação do juiz responsável pelo caso, Arthur Engoron, Trump e diretores de sua empresa manipularam relatórios financeiros, o que viola a legislação.

Entre os valores forjados nos documentos estariam a cobertura na Trump Tower, em Manhattan, e o resort de Trump em Mar-a-Lago, na Flórida.

Envolvido em diversas acusações, Trump se declarou inocente em todas elas.

Fonte: Internacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana