conecte-se conosco


Política MT

Mais de três mil pessoas foram vacinadas no ponto instalado na Assembleia Legislativa

Publicado


Foto: Helder Faria

Desde o dia 26 de abril, mais de 3,2 mil pessoas foram vacinadas no ponto instalado no estacionamento da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. O atendimento é feito por servidores do legislativo estadual e da prefeitura de Cuiabá, sendo o município o responsável pelo cadastro e agendamento das pessoas que são vacinadas no local.

Atualmente, a média do polo de vacinação da Assembleia é de mais de 460 pessoas vacinadas por dia. Nesta segunda-feira (3), 615 foram vacinadas no local e hoje (4) 584 pessoas foram imunizadas. 

A gerente de saúde da Assembleia, Ivana Mara Mattos Mello, conta que de 15 a 20 servidores da Assembleia estão trabalhando no atendimento da população no ponto de vacinação. Setores como Coordenadoria Militar, Qualivida (supervisão de saúde da Assembleia) e Espaço Cidadania cederam servidores para esse trabalho. Os funcionários terceirizados da limpeza também dão apoio para o funcionamento do ponto. 

“O atendimento começa às 8h, mas muita gente chega mais cedo. Então a partir das 6h30 já tem funcionários fazendo a recepção, colocando assentos. Temos pessoal no estacionamento para auxiliar os idosos, cadeirantes. Disponibilizamos leitos de estabilização caso algum idoso fique muito ansioso e precise aguardar mais um pouco para tomar a vacina, muitos têm hipertensão”, explica Ivana Mello. 

O atendimento é rápido e ao vir tomar a primeira dose da vacina, as pessoas já saem com o agendamento da segunda dose. O empresário Wagner Avila Nascimento disse ter se surpreendido com a agilidade do atendimento. “Não esperava que fosse tão rápido. Foi tudo certinho e a segunda dose já foi agendada para agosto”, elogiou. Ele acredita que todos devem se vacinar e disse que até tirou uma foto tomando a vacina para incentivar outras pessoas da família. 

A técnica de nutrição escolar Lusmarina Barbosa dos Reis disse que achou ótimo se vacinar perto de casa e com rapidez. “Não esperei nada. Aqui é tudo limpo, organizado e todo mundo é educado”, garante. “Quando teve a epidemia de H1N1 tomar a vacina foi a melhor coisa que eu fiz por mim, porque deixei até de passar mal na época de seca”. Agora na pandemia da Covid-19, ela defende que todos têm de vir tomar a vacina e “dizer sim à vida”. Lusmarina também conta que sempre levou a doença a sério e disse que sempre sai com duas máscaras e com o próprio álcool para higienização das mãos e objetos.

Passo a passo – Para se vacinar contra a Covid-19 na capital, é preciso fazer um pré-cadastro no site da prefeitura de Cuiabá, que é liberado por grupos prioritários. O agendamento será feito automaticamente. Para consultar a data, horário e local da vacinação, é preciso acessar o mesmo site. No dia indicado, é preciso levar documento com foto, comprovante de residência, carteirinha com número SUS e o QR code gerado no site. Já para receber a segunda dose, é preciso levar a caderneta de vacinação e documento com foto. Todo esse processo é de responsabilidade da prefeitura de Cuiabá, que responde a dúvidas pelo e-mail [email protected].

No ponto de vacinação da Assembleia Legislativa, é feita a triagem, o cadastro no sistema do Ministério da Saúde e a vacinação, nas cabines. Após aplicação da dose, quem recebeu a vacina precisa ficar 15 minutos em observação antes de ser liberado. O atendimento é das 8h às 17h, de segunda a sábado.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Dr. Gimenez destaca importância do Programa Ser Família Emergencial à Região Oeste

Publicado


Deputados Dr. Gimenez e Valmir Moretto

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Em agenda em Pontes e Lacerda nesta sexta-feira (07), o deputado estadual Dr. Gimenez (PV) destacou a importância do Programa Ser Família Emergencial que vai contemplar aproximadamente 12,6 mil famílias dos 22 municípios da Região Oeste de Mato Grosso.

Esta é mais uma ação conjunta do Governo do Estado com o parlamento estadual no enfrentamento à pandemia. “Participei com orgulho da entrega simbólica dos cartões a algumas famílias beneficiárias em Pontes e Lacerda que estão passando por extrema necessidade, esse recurso vai garantir alimento à mesa do cidadão”, comemorou.

A cerimônia de entrega de cartões de auxílio a 349 famílias ocorreu na Câmara Municipal de Vereadores, com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, do deputado estadual Valmir Moretto, do prefeito Alcino Barcelos, dos vereadores e demais autoridades de Pontes e Lacerda.

“Nossa primeira-dama Virginia Mendes está de parabéns pela iniciativa, que contou com o apoio irrestrito dos 24 deputados. Como recurso assegurado pelo governo e o parlamento, vamos disponibilizar o auxílio de R$ 150 às famílias pelos próximos três meses”, acrescentou Dr. Gimenez.

Também nesta sexta-feira, a equipe do Dr. Gimenez participou da entrega de cartões às famílias em outros municípios da região, entre eles, Mirassol D’Oeste e Curvelândia, onde 1.194 famílias serão contempladas, segundo a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

“Estamos muito felizes com o apoio do Governo e da primeira-dama a Mirassol D’Oeste, porque estamos vivendo um momento bastante difícil, de crise econômica, de saúde pública e as prefeituras realmente não têm condições de fazer frente a tantas demandas, toda ajuda é bem-vinda”, agradeceu o prefeito Héctor Alvares Bezerra.

No total, 100 mil famílias em situação de pobreza e extrema pobreza serão atendidas pelo Programa Ser Família Emergencial, em todos os 141 municípios. Do total de R$ 45 milhões investidos, R$ 10 milhões são do Legislativo, que devolverá parte do duodécimo de 2021. Além disso, a Casa de Leis pretende distribuir cerca de 30 mil sacolões de alimentos para famílias de baixa renda no estado.

O parlamento estadual vem atuando de maneira proativa no enfrentamento à pandemia da Covid-19, com a aprovação de mais de 50 leis e investimentos que superam R$ 34 milhões. Em 2020, foram mais de R$ 14 milhões, dos quais R$ 10 milhões para abertura de novos leitos de UTI para pacientes Covid e R$ 4 milhões doados aos hospitais filantrópicos, entre eles, o Hospital de Câncer.

Ser Família Emergencial – Confira o número de famílias beneficiadas na Região Oeste, segundo a Setasc: Araputanga (729), Cáceres (5.331), Campos de Júlio (579), Comodoro (574), Conquista D’Oeste (140), Curvelândia (242), Figueirópolis D’Oeste (89), Glória D’Oeste (291), Indiavaí (24), Jauru (180), Lambari D’Oeste (416), Mirassol D’Oeste (952), Nova Lacerda (335), Porto Espiridião (190), Reserva do Cabaçal (195), Rio Branco (231), Salto do Céu (66), São José dos Quatro Marcos (453), Sapezal (152), Vale do São Domingos (202), Vila Bela da Santíssima Trindade (615).

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Botelho destaca importância de projeto que garante certificação de qualidade dos alimentos artesanais

Publicado


A sessão plenária desta semana foi marcada pela aprovação do projeto de lei 51/19 que estabelece a necessidade de criação de mecanismos para a certificação de qualidade dos alimentos artesanais produzidos pelas microempresas e pela agricultura familiar. De autoria do primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado Eduardo Botelho (DEM), a proposta vai ajudar os pequenos produtores, já que engloba produtos alimentícios artesanais produzidos com características tradicionais, culturais e regionais.
“Aprovamos essa lei sobre os produtos de microempresas e artesanais, para facilitar e que possam colocar nos mercados para comercializar. É uma proposta que vai ajudar muito, especialmente a agricultura familiar, aquele que produz o frango caipira, o doce caseiro. Enfim, vai ajudar muito. É mais uma atitude nossa em favor dos pequenos produtores e artesãos. É isso que estamos fazendo para ajudar os que precisam!”, afirmou Botelho, ao destacar a parceria com o deputado Wilson Santos (PSDB). 
Objetivo, segundo o parlamentar, é incentivar a agricultura familiar tradicional e o processo produtivo artesanal, preservando suas características conforme a cultura regional e a atividade produtiva de microempresas e da agricultura familiar. Aguardando a sanção do governador Mauro Mendes, a nova lei determina também o estabelecimento de critérios de qualidade, garantindo a segurança alimentar.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana