conecte-se conosco


Alta Floresta

Mesmo com impactos do Coronavírus, Alta Floresta gera 203 empregos a mais

Publicado

O município de Alta Floresta manteve no acumulado de janeiro a abril saldo positivo de empregos, gerando 203 empregos a mais, mesmo com os impactos da pandemia do novo Coronavírus na economia. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, foram 1.893 admitidos e 1.690 demitidos.

Só no primeiro mês do ano foram gerados 284 empregos a mais, resultado de 672 contratações e 388 desligamentos. Já em fevereiro,  houve 112 empregos a mais, saldo de 553 admissões e 641 desligamentos.

Já em março, mesmo com início da pandemia e com os decretos para fechamento de empresas e isolamento social dos moradores, a geração de emprego ainda se manteve positiva com 35 vagas a mais. Já em abril, a desaceleração foi forte com demissões de 228 funcionários a mais.

Só Notícias constatou ainda que, no acumulado do quadrimestre, o comércio liderou a geração e empregos ao abrir 120 vagas, saldo de 1.049 admissões e demissões e 929 demissões. O setor de serviços empregou 47 funcionários a mais, saldo de 437 admissões e 387 dispensas.

A indústria criou 38 postos de trabalho, resultado de 242 contratos assinados e 204 desligamentos. A construção civil gerou 9 vagas a mais, saldo de 92 contratados e 83 dispensados. Já a agropecuária demitiu 11 a mais, saldo de 76 desligamentos e 87 admissões.

Conforme Só Notícias já informou, Colíder (157 quilômetros de Sinop) fechou de 9 vagas a mais entre os meses de janeiro a abril, devido ao forte impacto da pandemia do novo Coronavírus

O município de Peixoto de Azevedo manteve no acumulado de janeiro a abril saldo positivo de empregos 41 a mais

Guarantã do Norte fechou, de janeiro a abril, 209 vagas a mais de empregos, resultado de 817 desligamentos e 662 admissões feitas pelo comércio e indústrias.

Lucas do Rio Verde começou janeiro com saldo positivo gerando 588 vagas de empregos a mais, resultado de 1.148 admissões e 1.170 desligamentos,

Sorriso terminou os meses de março e abril (período que a pandemia do novo com saldo negativo na geração de empregos.  Em Sinop, as empresas de diversos segmentos comerciais fecharam, de janeiro a abril, 933 vagas de empregos formais com carteiras assinadas.

 

Comentários Facebook
publicidade

Alta Floresta

Prefeito e secretários testam positivo Covid em Alta Floresta

Publicado

por

O prefeito de Alta Floresta Chico Gamba (PSDB) e os secretários de Obras, Eloi Luiz de Almeida, Educação, Maria Lunar de Freitas, e de Finanças, Elsa Maria Lopes,  testaram positivo para Covid-19. O quadro de saúde deles é considerado estável.

Por conta disso, Gamba determinou que prefeitura ficará fechada até o dia 21 deste mês e passará por desinfecção para prevenir que outras pessoas sejam infectadas com a doença.

Conforme Só Notícias já informou, esta tarde, foram registradas pela secretaria estadual de Saúde mais 20 mortes em decorrência do Coronavírus. Com isso, o número de vítimas da doença chegou a 4.747 desde o início da pandemia em março do ano passado.

Também foram notificadas 1.875 novas confirmações de casos. Desses, 7.938 estão em isolamento domiciliar e 182.330 estão recuperados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Alta Floresta

Prefeito e vereadores discutem proposta para reduzir cargos em Alta Floresta

Publicado

por

O prefeito de Alta Floresta (300 quilômetros de Sinop), Chico Gamba (PSDB), reuniu-se, hoje, com os vereadores para iniciar as discussões sobre uma proposta de reforma administrativa. Nesta primeira reunião, a equipe técnica apresentou aos parlamentares uma proposta para reduzir o número de cargos comissionados, de 176 para 153.

Segundo a proposta, a reforma administrativa vai melhorar os valores dos vencimentos de cargos de confiança, no entanto, não irá elevar o gasto com pessoal. A equipe técnica do prefeito explicou ainda que, mesmo com todas as mudanças feitas na estrutura de cargos e criação de novas secretarias, será possível economizar R$ 300 em relação ao que está sendo gasto com a estrutura atual.

Uma nova reunião para discutir o tema foi marcada para a próxima segunda-feira (11). O prefeito ainda prometeu protocolar o projeto de lei esta semana para que os vereadores possam fazer o estudo detalhado das mudanças propostas.

Participaram da reunião os vereadores Oslen Dias dos Santos (PSDB), o Tuti, presidente da Câmara Municipal, Douglas Pereira Teixeira de Carvalho (PSC), Adelson da Silva Rezende (PDT), Claudinei de Souza Jesus (MDB), líder do prefeito na Casa de Leis, Darli Luciano da Silva (PODE), Leonice Klaus dos Santos (PDT), Bernardo Patrício dos Santos (MDB), Francisca Ilmarli Teixeira (PT), Derci Paulo Trivesan (PSDB), Reginaldo Luiz da Silva (Republicanos) e José Vaz Neto (PL).

Também participaram a assessoria jurídica da câmara e os advogados Joel Quintela e Cleber Coutinho, procurador jurídico do município, a secretária de Educação, Lucinéia Martins de Matos, e Robson Quintino, secretário de Governo, Gestão e Planejamento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana