conecte-se conosco


Entretenimento

Ministério Público vai investigar cidade onde Zé Neto criticou Anitta

Publicado

source
Zé Neto mandou uma indireta para Anitta
Reprodução/ Instagram

Zé Neto mandou uma indireta para Anitta

O Ministério Público Estadual (MPE) vai investigar a prefeitura de Sorriso, cidade onde o cantor Zé Neto, da dupla Zé Neto e Cristiano, criticou a Lei Rouanet e jogou uma indireta à cantora Anitta, durante um show no último dia 13. O procurador-geral de Justiça também determinou a abertura de investigação contra outros 23 municípios de Mato Grosso pela contratação de artistas sertanejos e outros gêneros musicais, com dinheiro público.

Conforme o Ministério Público, as contratações foram para apresentações em eventos públicos, sendo que a maioria deles para festas de aniversários de emancipação política das cidades.

Durante a apresentação, o cantor Zé Neto disse que eles são artistas que não dependem da Lei Rouanet. “A gente está aqui em Sorriso, no Mato Grosso, um dos estados que sustentou o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas que não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo”, declarou.

Ele disse ainda que não precisava fazer tatuagem em partes íntimas para mostrar que estava trabalhando, numa crítica   à Anitta. “A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou não. A gente simplesmente vem aqui e canta e o Brasil inteiro canta com a gente”, criticou, deixando os fãs da cantora revoltados nas redes sociais. Depois, ele pediu desculpas e disse que queria paz.

A fala dele na Exposorriso – feira agropecuária realizada em comemoração aos 36 anos de aniversário da cidade – gerou repercussão em todo o país, levando ao cancelamento de vários shows e de investigações de suposto mau uso de recursos públicos.

Pelo show da dupla sertaneja, a prefeitura pagou R$ 400 mil, sem licitação, ou seja, não houve nenhum tipo de concorrência para o serviço. O gasto total com a contratação de cantores para a festa somou R$ 1 milhão.

O MP afirma que a investigação tem como base as denúncias de altos valores pagos por prefeituras no país todo para a contratação de artistas nacionais. Os montantes desembolsados pelos municípios são desproporcionais ao tamanho de alguns municípios.

Além disso, há denúncias de que verbas que deveriam ser destinadas a áreas essenciais, como saúde e educação, estariam sendo remanejadas para o pagamento desses cachês.

“Circulam em veículos de imprensa nacional e local notícias sobre atrações artísticas musicais contratadas para eventos em municípios mato-grossenses, segundo indicam, custeados com recursos públicos”, afirma Borges.

Além de Sorriso, os seguintes municípios do estado teriam custeado a realização de eventos com verbas públicas: Gaúcha do Norte, Porto Alegre do Norte, Figueirópolis D’Oeste, Nortelândia, Salto do Céu, Alto Taquari, Novo São Joaquim, Nova Mutum, Sapezal, Canarana, Acorizal, Brasnorte, Água Boa, São José do Xingu, Vera, Barra do Garças, Juína, Querência, Bom Jesus do Araguaia, Santa Carmem, Matupá, Nova Canaã do Norte e Novo Horizonte do Norte.

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais! A contratação sem licitação está prevista no Artigo 25 da Lei das Licitações, em caso de artista “consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública”. Mas ainda assim, é preciso um contrato público sujeito a controle de órgãos como Tribunais de Contas e Ministério Público. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Morre Jadson Neiff, dançarino de brega-funk

Publicado

Jadson Neiff
Reprodução/ Instagram

Jadson Neiff

Nesta quarta-feira (29), o dançarino de brega-funk Jadson dos Santos Estevão, conhecido como Jadson Neiff morreu no Recife. Ele sofreu um acidente de moto na BR-232, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mara de Pernambuco. O artista de 22 anos, que fazia parte do grupo Os Neiffs, foi levado para o Hospital da Restauração, no Centro do Recife, mas não resistiu. 

O grupo Os Neiffs era composto por jovens de comunidades no Recife que cantam e dançam brega-funk na periferia. O grupo é conhecido nas redes sociais e possui mais de 800 mil seguidores no Instagram. Jadson, por sua vez, tinha 1,5 milhão de seguidores.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Após acidente, Rodrigo Mussi fica de cama por problema no estômago

Publicado

Nesta quarta-feira (29), Rodrigo Mussi explicou para os seguidores porque estava sumidos das redes sociais. O gerente comercial disse que estava de cama por um problema no estômago.

“Não sumi, não. É que ontem fiquei muito doente, de cama mesmo, tive um problema enorme no estômago, mas já estou melhorzinho, melhorando”, disse ele no Instagram.

Em seguida, Rodrigo falou de alguns comentários que tem recebido: “Estou vendo o pessoal falar ‘que fase’. Mas está bom, que fase, mas estou voltando. Pode vir quaquer coisa, que vou tentar até o final”.

O ex-BBB se recupera de uma grave acidente de carro, que sofreu no final de março deste ano. Na ocasião, ele sofreu traumatismo crâniano e lesões na perna, por isso ficou internado na UTI e passou por cirurgias. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana