conecte-se conosco


Mato Grosso

MT é o 2º do Brasil em número de trabalho análogo à escravidão, diz procurador-chefe do MPT

Publicado

G1 MT

Mato Grosso é o segundo estado do país com o maior número de trabalho análogo à escravidão, segundo o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT-MT), Rafael Mondego Figueiredo. O representante do órgão foi entrevistado no quadro Papo das 6h, do Bom Dia Mato Grosso, nesta terça-feira (4).

No ranking, segundo Rafael, Mato Grosso só fica atrás do estado do Pará.

“Posso dizer como quem já participou de inspeções, inclusive no Pará que tem números superiores aos de Mato Grosso, que fica na segunda colocação, que a situação não é brincadeira. Vemos muitas situações de violação da dignidade humana, pessoas tomando água suja coada em pedaço de pano. Para se configurar, de fato, se é muito criterioso, mas não há exageros”, afirmou.

Entre os critérios usados para identificação de trabalho em condições análogas à escravidão, de acordo com o procurador-chefe, estão a instalação de banheiros e alojamentos adequados.

“Em caso de trabalho rural, por exemplo, a norma estabelece a colocação de banheiro. Alguns trabalhadores fazem as necessidades fisiológicas sem qualquer condição no mato ou até mesmo na água que toma banho”, completou.

Para identificar os casos de trabalho análogo à escravidão, o MPT usa, de acordo com o procurador, a definição legal do termo.

“O trabalho escravo abrande o trabalho forçado, servidão por dívida, trabalho exaustivo ou jornada exaustiva e o trabalho degradante. Sempre que afronta a dignidade da pessoa humana numa relação de trabalho, essa afronta é grave, e configura trabalho escravo”, finalizou.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Menina desabafa com médicos e revela estupros do pai em MT

Publicado

por

Uma adolescente de 13 anos está acusando o próprio pai de estupro. A denúncia foi feita após ela desabafar com uma equipe médica durante consulta realizada na manhã de quarta-feira (13), em Cáceres (230 quilômetros de Cuiabá). 

Segundo informações, a mãe levou a filha para uma consulta no Posto Saúde da Família na zona rural de Cáceres depois que ela começou apresentar um comportamento diferente. 

Segundo a genitora, a menina estava triste e chorando bastante.

Durante o atendimento, a menor acabou confessando ao médico que vinha sofrendo crimes sexuais cometidos pelo pai. Ela relatou que os abusos ocorriam quando a mãe ainda era casada com ele.

O agressor dizia que a filha era bonita e que desejava ter relação sexual com ela. em um dos casos, tocou sua genitália e seu corpo, praticando o crime sexual. 

Diante dos fatos, Polícia Militar foi acionada até o posto e encaminhou a vítima e a mãe até a delegacia junto com uma equipe do Conselho Tutelar, que vai acompanha o caso junto a Polícia Civil.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Traficantes são assassinados em residência em MT

Publicado

por

Um casal de traficante, de 23 e 24 anos, foi encontrado morto em uma residência no bairro Ribeirão Bonito, na cidade de Ribeirão Cascalheira ( a 734 km de Cuiabá). O caso aconteceu na quarta-feira (13).

Reprod

casal

As vítimas foram identificadas como Karina Fernandes Andrade e Alex Messias da Silva. Conforme o boletim de ocorrência, os agentes da Polícia Militar foram  informados de que no local havia ocorrido um duplo homicídio.

Ao chegarem no local, os agentes encontraram o casal já sem vida. Não foi informado a forma como as foram assassinadas. Ambos têm passagens criminais por tráfico de drogas.

Na casa foram encontradas dois tabletes de maconha, um de pasta base de cocaína além de um simulacro de arma de fogo. Uma equipe médica foi até o local e constatou o óbito das vítimas.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia. Nenhum suspeito de ter cometido o crime foi localizado até o momento e o caso está sendo investigado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana