conecte-se conosco


Policial

Mulher é estuprada ao chamar eletricista para fazer reparos em residência

Publicado

Um eletricista foi acusado de ter estuprado uma mulher, de 21 anos, enquanto realizava reparos na parte elétrica de uma residência no bairro Liberdade em Peixoto de Azevedo ( a 672 km de Cuiabá). O caso aconteceu na terça-feira (8) e o criminoso ainda não foi encontrado.

ESTUPRO

Reprod/ ilustrativa

Segundo o relato da vítima, o homem havia sido contratado para fazer alguns reparos na parte elétrica da casa. Ao notar que a vítima estava sozinha na residência, o eletricista perguntou se ela queria manter relações sexuais, no entanto a mulher negou a proposta e afirmou que ambos seriam casados.

Logo depois, o homem questionou a mulher sobre onde ela queria que instalasse a tomada no banheiro. Enquanto a dona da residência indicava o local, o eletricista agarrou a vítima por trás, tirou sua calça e esfregou o pênis nas nádegas da jovem.

Na sequência, o suspeito fugiu do local e a vítima se escondeu no banheiro até a chegada do seu companheiro. O marido questionou a mulher sobre o motivo do choro e ao saber do ocorrido, eles procuraram uma delegacia para denunciar o caso.

Até o momento o eletricista não foi encontrado pela Polícia Civil e o caso está sendo investigado.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Servidor público é morto e assassino é preso na hora do crime em MT

Publicado

por

O motorista do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Lucas do Rio Verde (332 quilômetros de Cuiabá), Hailton Cardovil Amador, 30 anos, foi assassinado na manhã desta sexta-feira (8), por cinco disparos de arma de fogo. O crime ocorreu em um Ecoponto, localizado no bairro Téssele Júnior.

O suspeito de 19 anos foi detido e encaminhado com a arma utilizada no crime para a delegacia de polícia.

Segundo as informações, o assassino teria chegado no local, que estava com o portão aberto e abriu fogo em direção de Hailton. Ele foi atingido na cabeça e tórax.

Uma guarnição da Polícia Militar estava em rondas pela região, quando ouviu os disparos se aproximou ao local do crime, visualizou e abordou o suspeito correndo com o revólver calibre 32.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e socorreu a vítima, que foi encaminhada em estado grave para atendimento no Hospital São Lucas, mas não resistiu e foi a óbito no início desta tarde.

O atirador contou que cometeu o assassinato porque o servidor público estava abusando sexualmente de sua filha. Essa versão, porém, ainda será apurada pela Polícia Civil que não descarta a hipótese de que a morte de Hailton, possa ter sido encomendada.

Hailton era motorista do Saae de Lucas do Rio Verde desde 2018. Ele era separado e deixa uma filha.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Desaparecimento de travesti completará 1 ano este mês

Publicado

por

Às vésperas de completar um ano do desaparecimento de Mari Bastos, nome social de José Mário de Bastos Lima, 37, autoria do crime e motivação ainda não foram elucidados pela Polícia Civil. A suspeita é de que a ossada localizada 6 meses após o sumiço seja dela e que foi “desovada” bem distante do local onde foi morta, logo que o criminoso ou criminosos perceberam as buscas. Várias testemunhas foram ouvidas, mas a investigação não avançou.  

 

Moradora da cidade de Santo Antônio de Leverger há mais de 10 anos, Mari era muito querida. Deixou o trabalho em uma pizzaria na noite de 8 de janeiro e nunca mais deu notícias. A suspeita é deque seja dela a ossada localizada no dia 9 de julho, na estrada do Engenho Velho, que dá acesso à zona rural. Confirmação da identidade depende de exames de DNA.

 

Quanto à identificação da ossada, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) informou que os familiares da vítima foram localizados no Maranhão. A Politec solicitou apoio da Perícia do outro estado, que processou a amostra de uma irmã da Mari. No entanto, para a realização do exame de confronto, é necessária mais de uma amostra de referência.    

 

A Perícia do Maranhão já está em contato com demais familiares para que sejam coletadas mais amostras. Amigos que fez em Santo Antônio de Leverger e familiares cobraram e continuam cobrando o final da investigação do crime bárbaro, que chocou a cidade.  

 

Nascida em Cajapió, Mari é o terceiro de 9 irmãos, descrita como uma pessoa de bom coração e que se preocupava com todos. Regularmente mandava parte de seu salário para ajudar os familiares. Os patrões, para quem trabalhava há mais de 5 anos na pizzaria, destacaram a conduta irrepreensível dela.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana