conecte-se conosco


Policial

Mulher morta por marido em VG já havia pedido protetiva e feito vários B.O.s contra agressões

Publicado

O Bom da Notícia

A doméstica Maria Domingas Elias de Anunciação, 35 anos, morta a facadas, no último sábado (8), em Várzea Grande, pelo marido Uelton Rodrigues de Jesus, 42 anos, já havia pedido socorro à polícia várias vezes. Pelo menos, quatro boletins de ocorrências foram registrados, contra o companheiro, que por sinal também matou a mulher com quem havia se relacionado antes de Maria Domingas. O suspeito está foragido.

Segundo informações repassadas pela Polícia Civil, a vítima já era uma ‘habitué’, na delegacia, na feitura de registros contra as agressões feitas pelo companheiro. O último realizado em janeiro deste ano, quando o mesmo ateou fogo na casa, onde o casal morava.

Uelton já responde pela morte de outra mulher, que matou – também a facadas – em 2009.

Na delegacia, o primo de Maria – que preferiu não se identificar – confirmou que ela tinha pedido medidas protetivas. Porém, Uelton não saia da casa, alegando que o imóvel era dele também. O suspeito mantinha a vítima sobre constantes ameaças.

“Ela me falava que não ia sair da casa, pois se fosse embora ele a mataria. Minha prima também não tinha emprego, por isso dependia desse assassino. Eu nunca imaginei que Uelton mataria minha prima”, lamenta o familiar.

Em janeiro deste ano Maria acionou a polícia após Uelton ameaça-la com uma faca. A Polícia Militar foi até a casa, mas o suspeito já havia foragido. Depois ele retornou ao local e colocou fogo no quarto. A vítima já tinha registrado outros boletins em agosto e janeiro de 2018, relatando ameaças a ela e ao filho e destruição de objetos da casa.

Em junho de 2007, Uelton tentou matar a ex-enteada. O homem colocou fogo na casa onde morava com a companheira, no Pedra 90. A mulher estava separada há 5 meses do agressor. Ela e a filha estavam dormindo quando acordaram com a casa pegando fogo. Uelton confessou o crime, porém, foi solto mediante indenização de R$ 10 mil.

W.E.A, 15 anos, filho de Maria, também foi esfaqueado na região do queixo, nádegas e pernas. O menor foi socorrido por populares e levado ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande. Procurada pela reportagem, a unidade se recusou informar o atual estado de saúde do menor.

Vizinhos ouviram pedidos de socorro e nada fizeram

Os vizinhos de Maria relataram aos policiais que sempre ouviam gritos e brigas vindos da casa do casal. No dia do crime, ouviram Maria pedir ajuda, mas nada fizeram, pois acharam que eram as brigas cotidianas do casal.

A casa, segundo a polícia, foi encontrada toda revirada.  Ajude a polícia a capturar Uelton. Denúncias podem ser feitas no 197 ou 3901-4825.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Idoso condenado a 14 anos por estupro é preso em Nova Mutum

Publicado

Mais um foragido da Justiça pelo crime de estupro, foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (28.06), em Nova Mutum, região norte do Estado, durante ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O foragido, de 60 anos, teve o mandado de prisão decretado pelo Poder Judiciário, após ser condenado a 14 anos de reclusão em regime inicialmente fechado, pelo crime de estupro.

Diante da ordem judicial, os policiais civis da Derf realizaram diligências e localizaram o condenado nas proximidades de um frigorífico em Nova Mutum.

Após cumprimento do mandado, o idoso foi conduzido para as providências cabíveis, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito que agrediu e roubou idoso em Santa Terezinha é preso em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

Um idoso de 67 anos, trabalhador de uma fazenda no município de Santa Terezinha, foi brutalmente agredido durante um roubo ocorrido na noite do último domingo. Um suspeito do crime, de 37 anos, foi preso em flagrante e outro é procurado pela Polícia Civil.

A vítima foi encaminhada ao hospital de Santa Terezinha na madrugada de segunda-feira, após ser encontrado, desacordado, em uma estrada do município.

O idoso apresentava diversas lesões na cabeça, rosto e pelo restante do corpo. Ele declarou aos policiais que estava na beira do rio bebendo com um colega de trabalho e depois ficou sozinho no local. Por volta das 22h, pegou uma carona para ir embora e na estrada, o condutor parou a motocicleta e perguntou à vítima pelo dinheiro. O idoso respondeu que não tinha e o suspeito começou a bater na vítima até que ela desmaiasse. A vítima desclarou que não conhece o suspeito e que foi levado dele um valor em dinheiro.

Após diligências, a equipe da Delegacia de Santa Terezinha identificiou dois envolvidos no roubo ao idoso. Um deles, de 37 anos, foi preso em flagrante.

O delegado Diogo Jobane representou pela prisão preventiva do outro suspeito. A equipe policial está em buscas pelo paradeiro do segundo suspeito do roubo.

O outro suspeito, de 44 anos, tem registros criminais em três estados. No Pará ele responde por um homicídio ocorrido em 2001 e a quatro inquéritos por furtos ocorridos no Tocantins.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana