conecte-se conosco


Alta Floresta

No mês que completa 40 anos, Escola Presbiteriana de Alta Floresta anuncia investimento de mais de R$ 6,5 milhões

Publicado

Neste mês de novembro de 2020, a Escola Presbiteriana de Alta Floresta completa 40 anos de atuação no setor educacional do município. E como forma de comemorar a Escola estará investindo cerca de R$ 6,5 milhões em um novo prédio.

O investimento foi anunciando na tarde desta quarta-feira (18), no showroom do Aquarela Hamoa, loteamento onde será construída a nova unidade escolar.

Na ocasião, além da assinatura da escritura de doação do terreno, foi apresentado o projeto masterplan, que tem como finalidade determinar os aspectos de implantação, programa, arquitetura, urbanização e paisagem do empreendimento.

Veja mais imagens do projeto no final da matéria. – Foto: Divulgação

A nova Escola Presbiteriana de Alta Floresta contará com um terreno de 14.478,12 mil metros quadrados que foi doado pela JMD Urbanismo e Família Arpini, responsável pelo loteamento, o terreno é avaliado em cerca de R$ 1,5 milhão.

A área construída da nova escola será de 6.500 metros quadrados e contará também com campo de futebol, campo society, piscina e outras estruturas que proporcionarão a capacidade de atender a 1.800 alunos.

Conforme o engenheiro khalil Choucair, representante da Junta Patrimonial Econômica e Financeira da Igreja Presbiteriana do Brasil, a primeira etapa da escola que começa a ser construída em fevereiro de 2021 terá capacidade para 800 alunos e com crescimento e expansão chegará a 1.800 alunos.

“Essa construção não contará somente com modernidade interna, mas a arquitetura foi muito bem planejada, não só na parte civil, mas também na parte ecológica, no reaproveitamento de água das chuvas, energia solar e tratamento de esgoto. Tudo foi bem planejado para que a escola sirva bem a cidade”, pontuou.

A previsão é de a primeira fase da escola que será iniciada em fevereiro de 2021 esteja concluída em 2022 quando começa a funcionar. A previsão é de que o projeto total esteja concluído dentro de 3 anos.

Com a missão de promover autonomia responsável, senso crítico, empatia, responsabilidade, resiliência emocional e criatividade em seus alunos, a Escola Presbiteriana de Alta Floresta tem como objetivo melhorar ainda mais o setor educacional, tanto que a nova escola contará com uma “mini cidade”, onde o aluno terá orientações sobre semáforos, comércio, manusear dinheiro, ou seja além da parte educacional, haverá o foco social e cívico. No último ENEM realizado, a escola ficou em 2º lugar no estado de Mato Grosso.

Alexander Alves Melo, pastor e Diretor Geral da Escola Presbiteriana de Alta Floresta também esteve presente na assinatura da escritura e anúncio do lançamento das obras, segundo ele, o momento é de alegria, pois é um sonho realizado junto com todos os pais, professores e profissionais que atuam na Escola Presbiteriana.

“Nós sabemos que não fazemos um trabalho individual, mas é um coletivo. Se a escola está bem é porque temos os pais que investem no ensino dos seus filhos, pelo nosso corpo docente, discente, os melhores colaboradores e tudo isso se resume na qualidade que temos hoje no ensino. Comemoramos 40 anos, ganhamos o presente e estamos doando a sociedade altaflorestense”, disse.

O empresário Rodrigo Arpini, que também estudou na escola e na ocasião representou a JMD Urbanismo e Família Arpini, destacou que enquanto empreendedor, o objetivo sempre foi valorizar a cidade em todos os aspectos.

“Nessa doação que estamos fazendo, estamos fortalecendo no nosso entendimento o polo educacional de Alta Floresta, assim como foi feito com antecipação de área do IFMT, para nós é motivo de orgulho, pois a escola completa 40 anos. O objetivo principal reforço mais uma vez é fortalecer Alta Floresta como polo”, acrescentou.

Durante a assinatura da escritura e anúncio da construção da nova estrutura física da Escola, estiveram presentes Rodrigo Arpini e Duda Arpini, da JMD/Família Arpini, o prefeito eleito Chico Gamba, Elsa Lopes representando o prefeito Asiel Bezerra, Márcio Tadeu De Marchi advogado representante da Igreja Presbiteriana do Brasil, Alexander Alves Melo, Diretor Geral da Escola Presbiteriana de Alta Floresta, khalli Choucair, representante da Junta Patrimonial Econômica e Financeira da IPB, Renato Astolfo, presidente do Conselho Deliberativo da escola e Joel Bedin, gestor comercial da JMD/Família Arpini.

Comentários Facebook
publicidade

Alta Floresta

Prefeito e secretários testam positivo Covid em Alta Floresta

Publicado

por

O prefeito de Alta Floresta Chico Gamba (PSDB) e os secretários de Obras, Eloi Luiz de Almeida, Educação, Maria Lunar de Freitas, e de Finanças, Elsa Maria Lopes,  testaram positivo para Covid-19. O quadro de saúde deles é considerado estável.

Por conta disso, Gamba determinou que prefeitura ficará fechada até o dia 21 deste mês e passará por desinfecção para prevenir que outras pessoas sejam infectadas com a doença.

Conforme Só Notícias já informou, esta tarde, foram registradas pela secretaria estadual de Saúde mais 20 mortes em decorrência do Coronavírus. Com isso, o número de vítimas da doença chegou a 4.747 desde o início da pandemia em março do ano passado.

Também foram notificadas 1.875 novas confirmações de casos. Desses, 7.938 estão em isolamento domiciliar e 182.330 estão recuperados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Alta Floresta

Prefeito e vereadores discutem proposta para reduzir cargos em Alta Floresta

Publicado

por

O prefeito de Alta Floresta (300 quilômetros de Sinop), Chico Gamba (PSDB), reuniu-se, hoje, com os vereadores para iniciar as discussões sobre uma proposta de reforma administrativa. Nesta primeira reunião, a equipe técnica apresentou aos parlamentares uma proposta para reduzir o número de cargos comissionados, de 176 para 153.

Segundo a proposta, a reforma administrativa vai melhorar os valores dos vencimentos de cargos de confiança, no entanto, não irá elevar o gasto com pessoal. A equipe técnica do prefeito explicou ainda que, mesmo com todas as mudanças feitas na estrutura de cargos e criação de novas secretarias, será possível economizar R$ 300 em relação ao que está sendo gasto com a estrutura atual.

Uma nova reunião para discutir o tema foi marcada para a próxima segunda-feira (11). O prefeito ainda prometeu protocolar o projeto de lei esta semana para que os vereadores possam fazer o estudo detalhado das mudanças propostas.

Participaram da reunião os vereadores Oslen Dias dos Santos (PSDB), o Tuti, presidente da Câmara Municipal, Douglas Pereira Teixeira de Carvalho (PSC), Adelson da Silva Rezende (PDT), Claudinei de Souza Jesus (MDB), líder do prefeito na Casa de Leis, Darli Luciano da Silva (PODE), Leonice Klaus dos Santos (PDT), Bernardo Patrício dos Santos (MDB), Francisca Ilmarli Teixeira (PT), Derci Paulo Trivesan (PSDB), Reginaldo Luiz da Silva (Republicanos) e José Vaz Neto (PL).

Também participaram a assessoria jurídica da câmara e os advogados Joel Quintela e Cleber Coutinho, procurador jurídico do município, a secretária de Educação, Lucinéia Martins de Matos, e Robson Quintino, secretário de Governo, Gestão e Planejamento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana