conecte-se conosco


Policial

Operação ‘Comando da Lei’ cumpre ordens judiciais contra suspeitos de executarem vítima na frente de mãe em Cuiabá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deflagrou na manhã desta terça-feira (07.12), mais uma fase da operação “Comando da Lei”, para cumprimento de dois mandados de busca e apreensão domiciliar relacionado à investigação de um homicídio na Capital cometido por integrantes de uma facção criminosa.

Os envolvidos identificados também estão com mandados de prisão decretados por homicídio qualificado pelo motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima, porém não foram localizados e são considerados foragidos.  

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça com base em investigações desenvolvidas pelo núcleo de repressão aos homicídios praticados por integrantes de organização criminosas da DHPP que identificaram o envolvimento dos alvos na morte de Rogério Pinheiro de Paula, de 33 anos.

O crime ocorreu no dia 18 de setembro no bairro Cohab São Gonçalo em Cuiabá e teria sido motivado por desentendimentos entre a vítima e membros da facção.

No dia dos fatos, a vítima foi agredida pelos suspeitos com pedaços de pau e supostamente por uma enxada em frente a sua residência, ocasião em que conseguiu se desvencilhar das agressões, dando uma facada em um dos agressores e em seguida fugindo para casa dos pais.

Os criminosos seguiram a vítima que foi contida na residência e cruelmente executada com três disparos de arma de fogo em frente a sua mãe, que chegou a implorar para que os suspeitos não matassem seu filho.

Durante a execução, enquanto um dos suspeitos efetuava os três disparos que atingiram a vítima no abdômen, pescoço e cabeça, o outro filmava toda a ação criminosa. Após os fatos, os suspeitos fugiram do local em uma caminhonete Toyota Hilux.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Caio Fernando Alvares Albuquerque, o caso retrata mais um homicídio fruto do “tribunal do crime”, em que integrantes de uma organização criminosa julgam e decidem pela morte da vítima, pelo simples fato de entender que houve descumprimento de regras impostas.

“Após ser espancada com pedaços de pau, a vítima ainda foi perseguida até a casa da sua mãe e friamente executada com projeteis de arma de fogo. Como amostra do ‘prêmio’, o comparsa filma toda a ação em seu celular. Ao final, o executor se vangloriou do seu ato dizendo ‘já fiz o serviço’”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil prende três envolvidos em crimes de receptação e tráfico de drogas em Rondonópolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) prendeu três pessoas em flagrante na sexta-feira (21.01), envolvidas em crimes de receptação e tráfico de drogas. Além da prisão dos suspeitos, a ação resultou na recuperação de duas televisões e na apreensão de drogas e outros objetos de origem ilícita.

Dois dos suspeitos, de 38 e 41 anos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O terceiro suspeito, de 25 anos, responderá por receptação.

As diligências iniciaram após os policiais da Derf receberem informações de que uma televisão produto de furto estava em uma residência no bairro Cohab Velha. No local, os policiais conseguiram localizar o aparelho, sendo realizada a prisão do primeiro pelo crime de receptação.

Com informações sobre os responsáveis pela venda do produto, os policiais identificaram que o suspeito já era conhecido da Polícia com passagens por tráfico de drogas, responsável pela distribuição de drogas na região.

Os policiais então seguiram até a residência do suspeito, onde flagram ele e o comparsa pela porta. Ao perceber a presença da equipe  correu para dentro da casa, para se esconder no forro do imóvel.

Em buscas na casa, os policiais localizaram no forro onde o suspeito estava escondido, uma sacola com quatro pedras grandes de pasta base de cocaína. Também foram encontradas na casa outras evidências do tráfico de drogas, caderneta com anotações de valores, objetos produtos de roubo/furto e valores em dinheiro.

O suspeito possui um padrão de vida alto, não compatível com sua renda,  uma vez que não possui trabalho, porém ostenta motocicletas de alta cilindrada e camionetes.

Diante dos fatos, todo material ilícito foi apreendido e os suspeitos encaminhados à Derf, onde após serem interrogados, foram lavrados os flagrantes, sendo posteriormente colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícias Civil e Militar cumprem prisão de autor de homicídio ocorrido em setembro em São José do Xingu

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de envolvimento no homicídio ocorrido no mês de setembro no município de São José do Xingu teve o mandado de prisão temporária cumprido, na sexta-feira (21.01), em uma ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar.

Após troca de informações entre as Polícias Civil e Militar, o suspeito foi localizado em um distrito na zona rural de São Félix do Araguaia, onde teve a ordem de prisão cumprida.

O crime que vitimou Rogério da Conceição Silva, de 39 anos, ocorreu na manhã de 11 de setembro, quando os suspeitos foram até a residência da vítima e efetuaram vários disparos em sua direção. A vítima tentou correr dos suspeitos, porém não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Assim que a equipe da Delegacia de São José do Xingu foi acionada dos fatos iniciou as investigações, conseguindo durante as diligências, identificar três envolvidos no crime. Com base nos levantamentos, o delegado Bruno Gomes Borges representou pela prisão temporária dos suspeitos que foram deferidos pela Justiça.

Na sexta-feira (21), após troca de informações entre a equipe da Delegacia de São José do Xingu e a Polícia Militar,  um dos autores do homicídio foi localizado em um distrito de São Félix do Araguaia.

Após ter a ordem de prisão cumprida, o suspeito foi conduzido à delegacia e após ser interrogado foi colocado à disposição da Justiça, aguardando o final das investigações e a possível conversão da prisão temporária em preventiva.

“As investigações apontam que o crime possivelmente está ligado a envolvimento com drogas e crime organizado. As diligências seguem em andamento para prender os outros dois envolvidos já identificados nas investigações”, disse o delegado. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana