conecte-se conosco


Rondonópolis

Operação contra facção prende 16 pessoas em Rondonópolis

Publicado

A Operação Rouge, deflagrada na quarta-feira (18) pela Polícia Civil de Rondonópolis para reprimir crimes praticados e desarticular uma facção criminosa atuante na região, encerrou as atividades com O cumprimento de 14 prisões preventivas e 15 buscas e apreensões contra alvos investigados pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

Duas pessoas foram presas em flagrante e apreendidas armas, drogas, um veículo e R$ 5,5 mil em espécie.

Cinco ordens de prisão foram cumpridas em unidades do Sistema Penitenciário em Rondonópolis, sendo três mandados na Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa e dois na cadeia feminina.

As investigações da Derf são um desdobramento da Operação Redtus, realizada pela Polícia Civil no final do ano passado, para investigar a organização criminosa responsável pelo tráfico de drogas e crimes correlatos praticados no município, como associação para o tráfico e tortura, e também coletar provas para robustecer inquéritos instaurados pela delegacia especializada sobre a atuação do grupo.

De acordo com um dos delegados responsáveis pelas investigações, Santiago Rozendo Sanches, a organização é investigada como responsável por significativa parcela de crimes praticados na cidade. Todo o material apreendido passará por análise da Derf e será encaminhado o que é necessário para perícia pela Politec.

O grupo criminoso dominou o tráfico em Rondonópolis e atua com a divisão de tarefas determinadas a cada integrante

“Essa operação é uma resposta estatal à atuação do crime organizado e é desdobramento do que apuramos durante a Redtus, quando 66 pessoas foram presas preventivamente por integrar a organização criminosa”, disse o delegado da Derf de Rondonópolis.

“O grupo criminoso dominou o tráfico em Rondonópolis e atua com a divisão de tarefas determinadas a cada integrante, desde o gerente até os soldados da facção, e trabalha com tabelamento de preço de drogas e imposição de punições àqueles que descumprem as regras determinadas pela organização”, acrescentou.

As investigações apuraram ainda que o núcleo da organização atua realizando o tabelamento de preços de drogas como maconha e cocaína e o controle de boa parte dos pontos de venda e comercialização de drogas, conhecidos como ‘bocas de fumo, biqueiras ou lojinhas’.

Líderes da organização criminosa, responsáveis por fazer o recolhimento dos valores destinados ao grupo também foram identificados como ‘gerentes’ ou ‘disciplinas’, cuja função é fiscalizar, repreender e punir outros membros faccionados e moradores da região sob domínio e que violem as regras da facção criminosa, com a aplicação de punições vulgarmente conhecidas como “salves”.

Os mandados da Operação Rouge foram deferidos pela 7ª Vara Criminal de Combate ao Crime Organizado, de Cuiabá. Para cumprir as ordens foram empregados 50 policiais civis da Derf e de outras unidades como a 2ª Delegacia, Delegacia da Mulher e Delegacia Regional de Rondonópolis.

 

Comentários Facebook
publicidade

Rondonópolis

Diretora de saneamento é assassinada dentro de carro em rua de Rondonópolis

Publicado

por

Terezinha Silva Souzano, presidente do Serviço de Saneamento Ambiental (Sanear) de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), foi assassinada no começo da manhã desta sexta-feira (15), no centro da cidade. A caminhonete que ela estava foi atacada por motoqueiros que atiraram várias vezes contra o veículo. Vídeo mostra o momento em que o carro é perseguido, veja abaixo.

 

As informações preliminares são de que o crime aconteceu por volta das 7h30, na rua Otávio Pitaluga. Dois homens em uma motocicleta se aproximaram do veículo e atiraram várias vezes contra o vidro, atingindo Terezinha na cabeça.

 

Ela foi socorrida, encaminhada para a Santa Casa da cidade, mas não resistiu e acabou morrendo. O local do crime foi isolado e perícia será feita no veículo da vítima.

 

O caso está sendo investigado, polícia faz rondas pela região. Câmeras de segurança vão ajudar na identificação da motocicleta dos suspeitos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Dona de bar discute com marido e é encontrada morta logo depois

Publicado

por

A dona de um bar, Aparecida Santos de Souza de 73 anos, foi encontrada morta  após ter uma discussão com o marido. O caso aconteceu no bairro Parque São Jorge em Rondonópolis ( a 218 km de Cuiabá).

AGORA MT

MORTE

Segundo o boletim de ocorrência, a mulher foi encontrada em frente ao seu estabelecimento. Testemunhas que estavam no local informaram que Aparecida havia tido uma discussão com o marido momentos antes, no entanto não relataram nenhuma agressão física.

Uma equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou o óbito da vítima.

Durante a primeira perícia não foi encontrado nenhum sinal de violência, porém só o laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) deve apontar a causa da morte.

O marido da mulher que estava no local se negou a ir até a delegacia para prestar depoimento e acabou sendo detido pela Polícia Militar. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana