conecte-se conosco


Mato Grosso

Operação desarticula grupo criminoso que praticou ao menos 20 roubos de mais de 1.200 celulares

Publicado


Uma organização criminosa que atuou em mais de 20 roubos praticados com violência, com foco na subtração de aparelhos celulares de lojas de eletrodomésticos na capital, foi desarticulada após meses de investigações realizadas pela Polícia Civil de Mato Grosso, em atuação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf).

O grupo criminoso, gerenciado por pessoas presas no Sistema Penitenciário estadual, causou um prejuízo estimado em mais de R$ 1 milhão de reais aos estabelecimentos comerciais com o roubo de 1.200 aparelhos celulares.

A Operação Distrust (desconfiança em inglês) foi deflagrada nesta quarta-feira (17) para cumprir 19 ordens judiciais de busca e apreensão e mais 10 de prisões.

Em coletiva à imprensa, o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Resende, reforçou que esta é a primeira, de diversas operações da instituição para 2021, com atuação focada no combate às ações do crime organizado. “Seguimos também com esse foco as diretrizes da Secretaria de Segurança Pública que, certamente, culminarão com a redução de índices de criminalidade e trarão bons resultados à sociedade”.

Roubos para manter o grupo

As investigações começaram em março do ano passado e chegaram aos integrantes da quadrilha que agia com funções bem definidas na articulação, gerência, execução dos roubos e posteriormente, revenda dos produtos a terceiros com a finalidade de arrecadar recursos destinados às ações da quadrilha.

O delegado titular da Derf de Cuiabá, Guilherme de Carvalho Bertoli, agradeceu o apoio do Judiciário e do Ministério Público na agilidade para expedição dos mandados, de forma que fosse possível à Polícia Civil reunir mais elementos que vão subsidiar as investigações e dar a resposta adequada às ações do grupo criminoso.

“Durante quatro meses, as equipes de investigação se debruçaram na apuração de roubos ocorridos a lojas de revenda de eletrodomésticos durante o ano passado e chegara à identificação dos criminosos que se uniram de forma permanente com a finalidade de praticar os crimes majorado, especialmente nas lojas que revendem aparelhos celulares. Com essa operação quebramos também o estigma de impunidade, pois damos uma resposta estatal ao que vinha sendo praticado pela organização criminosa”, argumentou o delegado.

Do total de mandados, seis deles (quatro prisões e duas buscas) foram cumpridos na Penitenciária Central do Estado, na capital. Todos os alvos da operação já possuem passagens criminais anteriores.

O delegado Henrique Trevizan, que também integra a equipe de investigação dos roubos majorados, explicou que a operação pode ter desdobramentos, a partir da análise do material coletado nas buscas e apreensões. “A investigação foi concentrada no modo de agir da organização criminosa, dedicando a apuração ao combate qualificado do grupo que fomenta e gerencia esse tipo de crime. Dessa forma, conseguimos resultados mais eficientes para combater esse tipo de autuação criminosa”, pontuou Trevizan.

A investigação apurou ainda que os aparelhos roubados foram colocados novamente à revenda para angariar recursos para a organização. O delegado explicou ainda que os 20 roubos apurados nessa investigação podem ter conexão com outros delitos semelhantes. “É um número que pode aumentar diante das apurações que ainda estão em andamento, que podem ter um reflexo em outros inúmeros roubos ocorridos na região, com esse mesmo modus operandi, usando de grave violência para subtrair tablets e celulares”.

Dos roubos apurados pela Derf de Cuiabá, a maior parte deles teve como alvos unidades de uma rede estadual de eletrodomésticos. Uma das unidades chegou a registrar sete roubos. “As próximas investigações serão focadas nos receptadores dos produtos, pois o principal fluxo dos criminosos era para revendedores da praça mesmo”, acrescentou o delegado Henrique Trevizan.

No decorrer das investigações desde o ano passado, a Derf Cuiabá realizou a prisão de outros 22 integrantes da associação criminosa.

Efetivo empregado

No cumprimento das ordens judiciais da Operação Distrust, a Polícia Civil empregou um efetivo de mais de 100 policiais, entre investigadores e escrivães, e 14 delegados da Derf Cuiabá e demais unidades das Regionais de Cuiabá e de Várzea Grande, além da Gerência de Operações Especiais (GOE). A operação contou também com apoio das Diretorias Metropolitana e de Inteligência da Polícia Civil, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e Serviço de Operações Especializadas do Sistema Penitenciário. Foram empregadas na ação policial 22 viaturas, drones e aeronaves. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Parques Estaduais serão reabertos na segunda-feira (19.04); uso obrigatório de máscara

Publicado


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) reabre na próxima nesta segunda-feira (19.04) os Parques Estaduais urbanos para utilização do público. Será possível acessar as tradicionais trilhas dos Parques Mãe Bonifácia, Zé Bolo Flô e Massairo Okamura, localizados em Cuiabá. 

Estão mantidas as medidas de prevenção à Covid-19. O uso de máscara é obrigatório durante todo o período de permanência no local, inclusive durante as atividades físicas. A fiscalização é feita pelos vigilantes dos parques e pela Polícia Militar para que as medidas de segurança sejam cumpridas.

Os parque estavam fechados desde o dia 1º de abril seguindo o decreto municipal que suspendia as atividades coletivas nos parques públicos.

Funcionamento

Os Parques estaduais localizados em Cuiabá abrem aos sábados e domingos das 5h às 12h, e de segunda a sexta-feira das 6h às 17h. 

Além de áreas de lazer que atendem à sociedade cuiabana, os Parques Estaduais Massairo Okamura, Mãe Bonifácia e Zé Bolo Flô, representam, juntos, cerca de 197 hectares de área verde preservada do Bioma Cerrado em plena área urbana, geridos pela Sema-MT. 

Em tempos normais, o Parque Mãe Bonifácia recebe uma média de 600 pessoas ao dia, chegando a 3 mil visitantes nos finais de semana para desfrutas dos 9 km de trilha. A atração está localizada na Av. Miguel Sutil, nas proximidades do Bairro Santa Helena.

O parque possui trilhas onde se observa espécies do cerrado, e durante caminhada, é possível se deparar com macacos, capivaras e répteis. A unidade conta com trilhas, postos com equipamentos de ginástica para a prática de exercícios físicos de alongamento, sanitários, bebedouros, estacionamento e espaço para lazer. 

Situado na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, a Avenida do CPA, o Parque Massairo Okamura possui uma das poucas nascentes preservadas em área urbana na Capital: a nascente do Córrego do Barbado. Além de trilhas e infraestrutura com sanitários, o local abriga a Praça Nações Indígenas, que faz referência à memória dos povos indígenas de Mato Grosso. 

O Zé Bolo Flô também atua como um respiro para os moradores da Região do Coxipó, com seus 3,1 km de trilha em meio à vegetação.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Doses das vacinas já estão disponíveis para retirada por Cuiabá e VG; Estado concluiu envio de remessas para o interior

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) já disponibilizou, na manhã deste sábado (17.04), as doses da última remessa de vacinas contra a Covid-19 para os municípios de Cuiabá e Várzea Grande. Os quantitativos foram definidos pela Resolução nº 27 da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), publicada na sexta-feira (16.04). 

Neste sábado, também foi iniciada e concluída a logística de distribuição aérea das vacinas para os 14 Escritórios Regionais de Saúde de Mato Grosso, de onde os municípios poderão agendar a retirada.

Até o momento, Cuiabá e Várzea Grande não agendaram a retirada das 17.670 e 6.350 doses, respectivamente, destinadas exclusivamente para estes municípios.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana