conecte-se conosco


Rondonópolis

Parceria entre a Prefeitura e o SENAR – MT possibilita cursos de capacitação nas zonas rural e urbana

Publicado

A Prefeitura de Rondonópolis através da SEMPRAS – Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social e do CRAS – Centro de Referência de Assistência Social – do residencial Alfredo de Castro realizou em parceria com o SENAR – MT – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural na semana de 25 a 29 de julho o curso de Embutidos e Defumados. 

O curso que teve a duração de 40 horas ensinou para as mulheres 15 participantes, boas práticas de conservação e armazenamento de produtos, bem como o processo de defumação dos derivados de suínos e aves. 

Embutidos e Defumados fabricados pelos alunos…

Segundo a secretária Fabiana Frederico Rizati Perez, a produção de salames, linguiças, e copa foi o que mais chamou a atenção e atraiu o interesse das participantes. 

A proposta, segundo ela, teve como objetivo principal, capacitar e qualificar as famílias que estão cadastradas nas unidades de CRAS locais e promover conhecimento para gerar oportunidade de trabalho e renda aos que se qualificaram. 

A atividade de enceramento da capacitação foi marcada com um almoço e com a degustação dos itens produzidos durante o curso. Cada aluno recebeu um kit dos produtos fabricados no curso como forma de incentivar os participantes.

Novas e futuras parcerias já estão sendo viabilizadas e deverão auxiliar novas famílias a se qualificarem e criarem oportunidade de ganhos e aumento da renda familiar.

PANIFICAÇÃO
Uma outra parceria firmada entre a Semed via Escola Municipal Rural Carimã na zona rural de Rondonópolis, e o SENAR-MT, oportunizou também recentemente, outro curso de capacitação/qualificação, na produção de Panificação Artesanal e que contou com a participação dos funcionários da unidade escolar Carimã, bem como de moradores da comunidade. 

Pães artesanais…

Conforme informações repassadas pelo SENAR, durante o curso de panificação artesanal os alunos puderam aprender um pouco de tudo, como: Segurança e Saúde no Trabalho; Cidadania; Meio Ambiente; Introdução à panificação artesanal e métodos de preparo; Características e qualidade da farinha de trigo, métodos de preparo; Noções sobre os nutrientes que compõem os alimentos; Higiene dos utensílios, equipamentos, manipuladores e ambiente de trabalho; Higiene na preparação dos alimentos; Técnica para o preparo de fermento natural; Preparo de pães diversos, bolos, bolachas, biscoitos e salgados; Técnicas de conservação de massas cruas e pré-assadas; Planejamento e quantificação adequada dos alimentos e ingredientes; Medidas de peso e volume; Equivalências de temperatura; Uso adequado dos ingredientes na preparação; Técnicas de conservação e armazenamento; Controle de qualidade; Noções de Gestão (administração, comercialização, marketing), e a avaliação do aprendizado.

É a Prefeitura de Rondonópolis com a sua visão social através de suas secretarias, criando condições e oportunidades de qualificação e capacitação profissional, para gerar empego e renda as famílias dos trabalhadores, tanto da zona urbana, quanto rural.

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
publicidade

Rondonópolis

Agosto Lilás chama atenção para o combate à violência contra a mulher

Publicado

Todo ano, no mês de agosto é desenvolvida a Campanha Nacional “Agosto Lilás” e, este ano, marcará os 16 anos da criação da Lei Maria da Penha, a Lei Federal nº 11.340/ 2006), que foi elaborada para amparar as mulheres vítimas de violência, seja ela física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial. Em Rondonópolis, a campanha “Agosto Lilás” terá ao longo do mês ações visando sensibilizar  e conscientizar a sociedade no combate à violência contra a mulher. 

A Secretaria Municipal de Promoção e Assistência  Social (SEMPRAS, com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o apoio do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (CMDM), realiza rodas de conversas nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) existentes atualmente na cidade. Nesta quinta-feira (11), a ação foi realizada no período da manhã no CRAS Luz D’ayara e a tarde no CRAS Ana Carla.  Na sexta-feira (12), às 7h30, tem roda de conversa no CRAS Iguaçu e, às 14h, no CRAS Rio Vermelho.

De acordo com a secretária de Promoção e Assistência Social, Fabiana Peres, o objetivo da ação é dar visibilidade ao tema e ampliar os conhecimentos sobre os dispositivos legais existentes e como auxiliar as mulheres que sofrem essas violências, esclarecendo sobre as diversas formas de violência doméstica, sobre os direitos das mulheres e sobre a necessidade da equidade de gênero. 

“Estaremos nos oito CRAS que temos implantados na cidade, fazendo orientações no sentido de sensibilizar as mulheres e, principalmente a sociedade, para que não se calem diante de todos tipos de violência praticados contra a mulher, denunciando os agressores por meio dos canais existentes”, destacou Fabiana, acrescentando que a campanha é também um momento para chamar atenção para questões de empoderamento feminino no sentido de ocupação de espaços na sociedade. 

“A mulher tem o seu papel na sociedade e ela pode chegar onde quer e deseja. Para reforçar isso, estaremos levando para rodas de conversas nos CRAS histórias de superação contadas por mulheres que venceram algumas dificuldades e ocupam funções importantes dentro da perspectiva do cenário feminino”. 

PLANEJAMENTO FAMILIAR

Um outro tema trabalhado nas rodas de conversa é a questão do planejamento familiar. “Este ano a Saúde tem sido parceira no processo de discussão e orientação em relação à importância do planejamento familiar, que é uma grande preocupação do poder público municipal”.

ZONA RURAL

A Secretária disse ainda que o município fez no mês passado  na zona rural um trabalho semelhante com que está programado para este mês nos CRAS da Cidade. “O “Ônibus Lilás”, através de uma parceria com o Estado, realizou essa discussão com as comunidades da zona rural, levando informações sobre direitos e fazendo acolhimento de denúncias sobre violação de direitos humanos, atendimento psicossocial, orientações sobre violência doméstica e serviços disponíveis nas redes de proteção e defesa”, citou. 

CASA DE ACOLHIMENTO

A secretária lembra que o município de Rondonópolis tem uma casa de acolhimento mantida com recursos próprios, que acolhe às mulheres vítimas de violência com medida protetiva expedido pela justiça. “Lá (Casa da Mulher) elas recebem todo o processo de atendimento, acompanhamento e direcionamento”. 

MARIA DA PENHA

A campanha “Agosto Lilás” foi criada em referência à sanção da Lei Maria da Penha, assinada no dia 7 de agosto de 2006. A Lei recebeu o nome para homenagear Maria da Penha Fernandes,  vítima emblemática da violência doméstica. Ela sobreviveu a duas tentativas de homicídio por parte do ex-marido, ficou paraplégica e se engajou na luta pelos direitos da mulher e na busca pela punição dos culpados, tornando-se símbolo e líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres.

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Rondonópolis

Prefeitura cria programa que oferece materiais de construção de graça

Publicado

Famílias de baixa renda beneficiadas com lotes urbanizados do município agora contam com mais um beneficio para realizar o sonho de ter a casa própria. Com a publicação do decreto nº 10.910, de 22 de junho de 2022, a Prefeitura de Rondonópolis criou um programa que auxilia na edificação das moradias, o Cesta Básica de Material de Construção. 

Na prática o município vai oferecer material de construção para as famílias que estiverem dentro dos critérios determinados no decreto que cria o programa, que são: residir no município há pelo menos cinco anos; ter recebido imóvel por meio de Termos de Concessão de Direito Real de Uso, lote urbanizado por meio de Termo de Acordo e Compromisso firmado com o Município; o lote deve estar com a escritura no nome do proponente que deve ser maior de 18 anos. 

A Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo ressalta que a seleção é rigorosa e, conforme o decreto, prioriza algumas famílias, como as que são chefiadas por mulher ou por pessoa idosa, ter a presença de idoso, criança e adolescente, e ainda ter caso de doença crônica ou pessoa com deficiência comprovadas por laudo médico. 

Também terão prioridade as famílias que estejam morando em áreas ambientais, área de risco, em situação de vulnerabilidade e/ou em situação de desastre natural ou calamidade pública, comprovado por laudo da Defesa Civil, laudo técnico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e relatório social da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo. 

As famílias selecionadas ainda vão passar pelo crivo do conselho do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS). O beneficiário terá o prazo máximo para execução da obra de seis meses a contar da data de entrega e assinatura do termo de doação. 

A íntegra do decreto que regulamenta os critérios e procedimentos para as famílias serem beneficiadas pela Cesta Básica de Material de Construção está disponível para consulta no Diário Oficial do município – Diorondon do dia 23 de junho desse ano.

Fonte: Prefeitura de Rondonópolis

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana