conecte-se conosco


Entretenimento

Paulo Gustavo: relembre a trajetória do ator em fotos

Publicado


source
Paulo Gustavo integrou produções no cinema, na TV e no teatro
Reprodução Instagram

Paulo Gustavo integrou produções no cinema, na TV e no teatro

Paulo Gustavo  morreu, nesta terça-feira (04), por conta de complicações da Covid-19. O ator, conhecido por interpretar Dona Hermínia em “Minha Mãe é Uma Peça”, estava internado desde o dia 13 de março em um hospital no Rio de Janeiro.


Apesar de ter sua carreira marcada pela personagem Dona Hermínia, o ator já fez de tudo um pouco no universo das artes, passando pela Globo, Record, cinema e teatro.  

Você viu?

Na televisão ele atuou em grandes produções como em “Prova de Amor”, novela da Record; “A Diarista”, minissérie da Globo; o seriado “Sítio do Picapau Amarelo”; a minissérie “Casos e Acasos”; “Vai Que Cola”, do Multishow”, entre outros.

No cinema, ele integrou projetos de grande destaque nacional, como “Xuxa e o Mistério de Feiurinha”, “Divã”, “A Guerra dos Rocha”, “Fala Sério, Mãe” e, claro, “Minha Mãe é Uma Peça” e suas sequências.

Um pouco mais sobre PG

Além do marido, Thales Bretas, Paulo Gustavo deixa dois filhos, Gael e Romeu, ambos de um ano e meio. Apesar de não ser considerado fator de risco por especialistas, o ator tinha asma. 

Ainda não há informações sobre o sepultamento. O marido e a mãe de Paulo Gustavo, Déa Lúcia, ainda não se posicionaram sobre o assunto. Nas redes, anônimos e famosos estão homenageando o ator.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Com 90% de aprovação de cidadãos, Niterói terá rua com nome de Paulo Gustavo

Publicado


source
Paulo Gustavo terá nome rebatizado em sua homenagem em Niterói
Fábio Bartelt

Paulo Gustavo terá nome rebatizado em sua homenagem em Niterói


Após o falecimento de Paulo Gustavo em decorrência de complicações da Covid-19 , Prefeitura de Niterói confirma que rebatizará uma de suas ruas em homenagem ao ator. Decisão foi tomada após consulta pública com moradores, que teve 90% de aprovação.


A notícia foi divulgada pelo perfil oficial da Prefeitura de Niterói no Twitter. Agora, a prefeitura vai encaminhar pedido de alteração do nome da Rua Coronel Moreira César, localizada em Icaraí, na zona sul da cidade, à Câmara de Vereadores. O nome oficial da via pública deve se tornar Rua Ator Paulo Gustavo.


O perfil da prefeitura informou ainda que a votação, realizada pela plataforma Colab, teve um recorde de participação, com 34 mil pessoas aprovando a mudança. A última vez que esse engajamento aconteceu foi em 2017, à respeito do plebiscito de armamento da Guarda Municipal, com 19 mil votantes.

“Paulo Gustavo era um apaixonado por Niterói e sempre que pode exaltou o nome de nossa cidade no Brasil e no mundo. Ele se foi, mas deixou um grande legado de amor e generosidade. Esse resultado mostra o enorme reconhecimento dos niteroienses por essa pessoa extraordinária que foi Paulo Gustavo!”, escreveu a Prefeitura no Twitter.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Âncora da CNN é acusada de desejar morte de policiais ao vivo

Publicado


source
Âncora da CNN detona com fala polêmica, é acusada de desejar morte de policiais ao vivo: “Só um?”
Fernando Lopes

Âncora da CNN detona com fala polêmica, é acusada de desejar morte de policiais ao vivo: “Só um?”

A jornalista Daniela Lima, âncora na CNN Brasil , foi atacada nas redes sociais após ter comentado a  chacina em Jacarezinho, uma operação realizada na última quinta-feira (6) pela polícia que deixou 28 mortos, entre elas a de um policial.


Na CNN Brasil, Daniela Lima ironizou o desequilíbrio nas mortes no confronto. “Vinte e cinco mortos, um policial e o discurso da polícia é que estava todo mundo fortemente armado. Aparentemente, estavam armados mas não sabiam matar, né? Porque eram 24 armados e mataram só um do outro lado, mas morreram todos esses”, disse.

O nome da âncora foi parar entre os assuntos mais comentados, com muita gente, especialmente defensores do presidente Jair Bolsonaro, criticando Daniela Lima. Os internautas classificaram o comentário como infeliz e levantaram a tese de que a jornalista estaria defendendo a morte dos policiais, o que ela negou.

Você viu?

“Pelo visto há um esforço de distorção. Então vou responder aqui e só. Operação que tem que prender 21, deixa quase 30 mortos e prende 6 não pode ser considerada eficaz. Obviamente estou questionando a tese de confronto, como também fez o STF. Eu, ao contrário de alguns, não queria ninguém”, explicou a âncora no Twitter.

Ela continua ao afirmar que em nenhum momento quis minimizar a morte do policial. “Rogo por um país em que a polícia não tenha que matar e muito menos morrer. Que tenha condições de, com segurança, cumprir a lei, prender quem deve ser preso”, continua.

“O ‘só’ não exprime , por óbvio, qualquer desejo de que mais homens da lei tivessem morrido. Apenas tentei, e aparentemente não consegui, mostrar que os números colocam em dúvida a hipótese do confronto”, conclui.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana