conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil alinha parceria com Prefeitura para construção de Complexo da Polícia em Tangará da Serra

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria Geral da Polícia Civil reuniu na manhã desta terça-feira (14.09) com a equipe da Prefeitura de Tangará da Serra para tratar sobre a aquisição do terreno e elaboração do projeto executivo do Complexo da Polícia Civil, onde serão instaladas as seis delegacias do município.

Além da reunião realizada no Executivo Municipal, as autoridades, entre elas o delegado-geral, Mário Dermeval, o diretor de Interior, Walfrido Frankim do Nascimento e o prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson, visitaram o terreno onde será construindo o complexo, localizado em um bairro nobre da cidade.

Nas tratativas ficou estabelecida por parte da Prefeitura de Tangará da Serra o Termo de Cooperação, em que o Município disponibilizará o terreno de 7.500 m² e o projeto executivo completo da obra.

Através de convênio com o Governo do Estado, o recurso destinado para que a construção do complexo já no ano de 2022, uma vez que em 2021 será finalizado o projeto executivo da obra.

Na área, localizada próximo ao Hospital Municipal, funcionarão todas as unidades da Polícia Civil de Tangará da Serra, incluindo Delegacia Regional, Delegacia Municipal, Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Centro de Treinamento e auditório.

O prefeito de Tangará da Serra ficou muito satisfeito com a visita dos diretores da Polícia Civil e ressaltou que a parceria estabelecida entre a Prefeitura e a Polícia Civil para concretização do complexo tem tudo para dar certo e que até o final de 2022, a cidade deve receber as unidades policiais totalmente renovadas.

“O encontro com os diretores da Polícia Civil foi fundamental para alinharmos a parceria para construção de um Complexo da Polícia Civil em Tangará da Serra, uma vez que a atual estrutura física da instituição está defasada. Agora estamos trabalhando junto com o Estado para dar melhores condições de trabalho à Polícia Civil e de atendimento à nossa população”, disse Wander Masson. 

O delegado-geral destacou que a ideia do Complexo da Polícia Civil em Tangará da Serra foi implantada durante uma reunião gerencial no início do ano, uma vez que a ideia de reunir diversas unidades especializadas em um único ambiente já foi instalada em Sinop e também será aplicada em Rondonópolis e Cáceres.

 “Adotando a ideia, a Prefeitura disponibilizou o terreno e agora está desenvolvendo o projeto executivo, para que com a planilha orçamentária em mãos nos possamos efetivamente partir para obtenção de recurso para construção do complexo que certamente mudará toda realidade da Polícia Civil na cidade e região”, disse Mário Dermeval.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil apreende aproximadamente cinco toneladas de maconha transportada em meio a carga de tutano

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). apreendeu aproximadamente cinco toneladas de maconha que eram transportadas, na câmara fria de uma carreta, junto a uma carga de tutano. A ação contou com apoio Delegacia Regional de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), Delegacia de Alto Taquari, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O motorista que fazia o transporte da carga foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa.

As diligências iniciaram após a equipe da GCCO receber informações de que um grupo criminoso estava se organizando para transportar grande quantidade de produtos ilícitos, entre entorpecentes e armas de fogo, oriundos do estado de Mato Grosso do Sul.

Segundo investigações, os criminosos utilizariam rotas alternativas para tentar escapar da fiscalização policial. Com base nos levantamentos preliminares, os policiais passaram a monitorar um veículo (cavalo e carreta) utilizado pelo grupo criminoso, realizando a sua abordagem na chegada da cidade de Alto Taquari.

Em buscas no semirreboque, foi encontrada a carga de aproximadamente cinco toneladas de maconha, que estava escondida em meio a uma carga de 10 toneladas de tutano (avaliada em R$ 30 mil). Questionado, o motorista confessou que buscou a carga de tutano em Cuiabá, com a intenção de esconder os entorpecentes na câmara fria, colocando lacre e tendo nota fiscal em caso de possível abordagem

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Alto Taquari, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e associação criminosa.

Segundo o delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a droga seria distribuída para diversas cidades do estado. “Foi necessária uma abordagem rápida, antes que o entorpecente fosse distribuído. As investigações seguem em andamento para identificar outros envolvidos no crime”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil apreende quatro armas de fogo após atendimento de violência doméstica em Mirassol D’Oeste

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Quatro armas de fogo e munições foram apreendidas pela Polícia Civil, na segunda-feira (27.09), durante diligências realizadas pelos policiais da Delegacia de Mirassol D’Oeste para apurar uma ocorrência de violência doméstica envolvendo um casal de idosos.

Um homem de 52 anos, dono da propriedade em que as armas foram encontradas, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

As diligências iniciaram após a vítima de 75 anos procurar a Delegacia de Mirassol D’Oeste relatando que o seu convivente tentou a agredir fisicamente e em posse de um revólver a ameaçou de morte e em seguida, a expulsou de casa.

Com base nas informações, os policiais realizaram diligências até a propriedade da vítima, onde localizaram o suspeito. Questionado sobre possíveis armas de fogo, ele passou a informação de que havia três armas de fogo em um sítio na comunidade Caeté.

Com base na denúncia, os policiais foram até a propriedade, onde apreenderam quatro armas de fogo tipo espingarda, uma que estava na estante da sala e outras três que estavam escondidas em baixos de galhos nos fundos do sítio.

Diante dos fatos, o dono da propriedade foi conduzido à Delegacia de Mirassol D’Oeste, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana