conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil e Ipem combatem fraudes em bombas de postos de combustíveis de Cuiabá e VG

Publicado

A Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Mato Grosso deflagraram nesta quinta-feira (02.06) mais uma ação conjunta de combate a fraudes em bombas de combustível de postos de Cuiabá e Várzea Grande.

Os policiais civis e fiscais estiveram em quatro postos de combustíveis e constataram que um deles, localizado no bairro Bosque da Saúde, na Capital, estava funcionando com uma bomba baixa. Os fiscais do Ipem analisaram a vazão dos bicos de combustível do posto e descobriram que um estava abastecendo 100 ml a menos a cada 20 litros de combustível abastecido pelo consumidor. Durante a ação, o bico de combustível foi lacrado e o posto autuado pelos fiscais.

Em Várzea Grande, as equipes da Decon e do Ipem flagraram um posto de combustíveis, localizado na Cohab Santa Isabel, abastecendo veículos com a autorização de funcionamento cancelada pela Agência Nacional do Petróleo.

Os gerentes e proprietários dos postos com irregularidades não foram localizados e, no momento da abordagem, apenas frentistas trabalhavam nos locais. Não houve prisão pela Polícia Civil, que irá instaurar procedimentos investigatórios para apurar os indícios da prática de crimes contra a economia popular e contra as relações de consumo, com penas que podem chegar a cinco anos de prisão e multa.

A Polícia Civil e o Ipem chegaram aos postos fiscalizados a partir de denúncias de consumidores que foram recebidas pela Decon.

Consumidores podem fazer denúncias por meio do telefone 197 da Polícia Civil, registrando boletim de ocorrência em qualquer Delegacia de Polícia Civil ou por meio da Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br), ou indo pessoalmente à Delegacia do Consumidor – Decon, que funciona das 08h às 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira, na Avenida Gov. Dante Martins de Oliveira (Av. dos Trabalhadores), Carumbé, em Cuiabá.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Idoso condenado a 14 anos por estupro é preso em Nova Mutum

Publicado

Mais um foragido da Justiça pelo crime de estupro, foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (28.06), em Nova Mutum, região norte do Estado, durante ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O foragido, de 60 anos, teve o mandado de prisão decretado pelo Poder Judiciário, após ser condenado a 14 anos de reclusão em regime inicialmente fechado, pelo crime de estupro.

Diante da ordem judicial, os policiais civis da Derf realizaram diligências e localizaram o condenado nas proximidades de um frigorífico em Nova Mutum.

Após cumprimento do mandado, o idoso foi conduzido para as providências cabíveis, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Suspeito que agrediu e roubou idoso em Santa Terezinha é preso em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

Um idoso de 67 anos, trabalhador de uma fazenda no município de Santa Terezinha, foi brutalmente agredido durante um roubo ocorrido na noite do último domingo. Um suspeito do crime, de 37 anos, foi preso em flagrante e outro é procurado pela Polícia Civil.

A vítima foi encaminhada ao hospital de Santa Terezinha na madrugada de segunda-feira, após ser encontrado, desacordado, em uma estrada do município.

O idoso apresentava diversas lesões na cabeça, rosto e pelo restante do corpo. Ele declarou aos policiais que estava na beira do rio bebendo com um colega de trabalho e depois ficou sozinho no local. Por volta das 22h, pegou uma carona para ir embora e na estrada, o condutor parou a motocicleta e perguntou à vítima pelo dinheiro. O idoso respondeu que não tinha e o suspeito começou a bater na vítima até que ela desmaiasse. A vítima desclarou que não conhece o suspeito e que foi levado dele um valor em dinheiro.

Após diligências, a equipe da Delegacia de Santa Terezinha identificiou dois envolvidos no roubo ao idoso. Um deles, de 37 anos, foi preso em flagrante.

O delegado Diogo Jobane representou pela prisão preventiva do outro suspeito. A equipe policial está em buscas pelo paradeiro do segundo suspeito do roubo.

O outro suspeito, de 44 anos, tem registros criminais em três estados. No Pará ele responde por um homicídio ocorrido em 2001 e a quatro inquéritos por furtos ocorridos no Tocantins.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana