conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil recupera 105 cabeças de gado subtraídas de fazenda em Itanhangá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Cento e cinco cabeças de gado subtraídas de uma fazenda no distrito de Simione no município de Itanhangá (387 km ao norte de Cuiabá) foram recuperadas pela Polícia Civil, durante investigações realizadas pela equipe da Delegacia de Tapurah (433 km a Médio-norte da Capital).

Os animais foram recuperados durante as diligências para apurar o caso, sendo 22 deles localizados, nesta terça-feira (21.09). Segundo as investigações, as cabeças de gado foram subtraídas por dois funcionários que trabalhavam na fazenda com a ajuda de um menor de idade, que utilizou a propriedade do pai para ocultar parte do gado.

No local, os suspeitos remarcavam o rebanho com o objetivo de adulterar a marca da vítima, colocando novas marcações para revenda. A primeira remessa com 22 cabeças de gado  foi revendida para uma pessoa na cidade de Itanhangá. O fato ocorreu há cerca de 90 dias, causando prejuízo de aproximadamente R$ 88 mil para a vítima.

Na última semana, os suspeitos furtaram mais 13 cabeças, que foram revendidas para um homem no distrito de Brianorte em Nova Maringá. Após a negociação, o próprio comprador desconfiou da venda e entrou em contatado com o dono da propriedade, descobrindo que o gado se tratava de produto de crime e se prontificando a devolver os animais. Neste caso, o prejuízo foi de R$ 52 mil para a vítima.

Na propriedade do pai do menor envolvido, foram localizadas 70 cabeças de gado, todas remarcadas. O pai do adolescente foi ouvido na Delegacia de Lucas do Rio Verde e em sua defesa apresentou provas que estava acidentado no dia do fato e constou em sua declaração que nada sabia sobre o furto gado.

Assim que foi notificado pela Polícia que havia gado da vítima em sua propriedade, o pai do adolescente procurou a vítima e efetuou a devolução dos animais. Se as cabeças de gado que ainda estavam na propriedade fossem revendidas, o prejuízo estimado era de R$ 280 mil.

De acordo com o delegado Eugenio Rudy Junior, responsável pelas investigações, os suspeitos furtaram 105 cabeças de gado com um prejuízo de aproximadamente R$ 420 mil. “A recuperação das rezes foi possível foi graças ao  empenho dos policiais, que diligenciaram em busca a recuperação dos semoventes”, disse o delegado.

Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Tapurah e como não estavam em situação de flagrante responderão pelo crime em inquérito policial. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Quatro são presos pela Polícia Civil em ‘escritório do crime’ criado para aplicar golpes de estelionato

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Quatro pessoas foram na tarde desta sexta-feira, 22 de outubro, em Rondonópolis, depois que a Polícia Civil flagrou um grupo, no bairro Jardim Atlântico, que mantinha um ‘escritório do crime’ criado para a prática de golpes de estelionato.

Uma investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) apontou que na residência, diversas pessoas se reuniram para planejar e executar golpes, entre eles, de estelionato.

No local havia seis pessoas, todas com vários registros criminais, e quatro delas estavam com mandados de prisões decretados e em aberto por crimes como roubo, tráfico e organização criminosa.

A equipe da DERF apurou ainda que o grupo planejava cometer crimes neste final de semana, em Rondonópolis.

Com os suspeitos foram apreendidas anotações, documentos, chips lacrados de telefonia celular. Eles foram autuados em flagrante por associação criminosa e posse de drogas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Policiais civis de Barra do Garças são capacitados em atendimento humanizado a vítimas de violência

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) participaram, nesta sexta-feira (22.10), de uma capacitação voltada a servidores da Segurança Pública para o atendimento humanizado a vítimas de violência.

A capacitação foi promovida pela Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher de Barra do Garças, em parceria com a faculdade Unicathedral, e conta com a participação de policiais civis e militares. 

Os temas abordados na capacitação são “Princípios e práticas de formação de policiais para atendimento às mulheres em situação de violência”, “Como, quando e como a submissão feminina passou a existir”, “Crimes com investigações atribuídas à Delegacia da Mulher”.

Entre os palestrantes estão a professora Fiona Macaulay, de uma universidade da Inglaterra, a representante do Ministério Público, Michelle Moraes Santos e a delegada Jozirlethe Criveletto, da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá.

Segundo a diretora de projetos da Rede de Frente, investigadora Andréa Guirra, a capacitação é ministrada presencialmente na Câmara Municipal de Vereadores de Barra do Garças e também on-line. 

“Além dos servidores da área de segurança, a capacitação também conta com a participação do público em geral, como alunos e pessoas de outros municípios que acessam o conteúdo de forma remota”, disse a investigadora.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana