conecte-se conosco


Policial

Polícia fecha boca de fumo, apreende drogas, dinheiro e 4 traficantes de VG

Publicado

Gazeta Digital

Um ponto de distribuição de drogas que funcionava em Várzea Grande foi desarticulado pela Polícia Civil, na quinta-feira (13), com a prisão de quatro traficantes, em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

O trabalho resultou na apreensão de mais de 30 quilos de entorpecentes, entre maconha, pasta base e cocaína, além da apreensão de dinheiro e materiais relacionados a atividade ilícita.

Rinaldo Silva Santos, 27, conhecido como “Gordinho”, Everton Garcia de Oliveira, o “Corumbá”, Claudison Pereira, 33, conhecido como “Son”, estavam diretamente ligados a administração e gerenciamento da distribuidora e foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

O menor, J.D.C., 17, que também foi apreendido no local, responderá pelo ato infracional análogo aos mesmos crimes.

O endereço no bairro Jardim Glória, em Várzea Grande era monitorado pelos policiais da DRE há cerca de 03 meses, após diversas denúncias sobre a atuação de uma facção criminosa com o tráfico de drogas na região.

Durante as investigações, a equipe de investigadores conseguiu identificar suspeitos, assim como a função de cada um no grupo criminoso.

Segundo o delegado, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o ponto utilizado pelo grupo possui diversas complexidades, por se tratar de uma região de mata e com intensa movimentação de traficantes.

“Além do endereço, foram identificados os suspeitos de gerenciar e administrar o armazenamento e a distribuição da droga, assim como o responsável pela contabilidade do dinheiro arrecadado com o crime. Eles possuíam até um observatório para visualizar a possível chegada de policiais na região”, disse o delegado.

Durante as investigações, os policiais da DRE receberam a informação de que o ponto seria abastecido com grande quantidade de drogas, na terça-feira (13).

Em monitoramento do endereço, os investigadores flagraram o momento em que os suspeitos Rinaldo e Claudison saíram da

casa em direção ao terreno dos fundos carregando sacolas aparentando se tratar de produtos ilícitos.

Diante das evidências, os investigadores realizaram a abordagem dos suspeitos que tentaram empreender fuga para dentro da residência, onde após verbalização, foram detidos.

No interior do imóvel também forame encontrados o suspeito Everton e o seu irmão menor de idade, J.D.C..

Em buscas na casa e no terreno aos fundos, foram apreendidas várias porções de entorpecentes, sendo 29 tabletes grandes de maconha, 97 porções de cocaína e 39 porções de maconha, já embaladas para venda, outras porções médias e pequenas de cocaína, maconha e pasta base, espalhadas em pontos distintos, além de ácido bórico, éter, balanças de precisão, cadernos de anotações, contabilidade, e outros materiais relacionados ao tráfico de drogas.

Em continuidade as diligências, os policiais seguiram até a residência de Everton, onde apreenderam R$ 3,4 mil em dinheiro.

Ao fim das diligências, os suspeitos foram encaminhados a DRE, onde após serem interrogados foi lavrado o flagrante.

O procedimento do menor apreendido foi encaminhado para Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

“Uma das características do grupo também era cooptar crianças e adolescentes para atuarem com o tráfico de drogas, fato comprovado através da apreensão do menor”, destacou o delegado.

As investigações continuam para identificar e prender outros integrantes do grupo criminoso.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Tio de 62 anos é preso pela Polícia Civil por estupro de vulnerável contra sobrinha

Publicado

Um homem investigado pela Polícia Civil pelo estupro de vulnerável contra a própria sobrinha foi preso nesta sexta-feira (01.07). O crime ocorreu na cidade de Denise e é investigado pela Delegacia de Barra do Bugres.

A Polícia Civil apurou que o investigado de 62 anos cometeu os abusos sexuais contra a vítima que atualmente está com 13 anos. Os abusos teriam iniciado quando ela tinha 10 anos.

A vítima procurou ajuda do Conselho Tutelar após assistir a uma palestra na escola sobre violência sexual, na cidade de Denise.

O fato foi registrado na Polícia Civil que deu início à investigação e apurou que, além do suspeito de 62 anos, outro tio da vítima também é investigado por cometer abusos contra a adolescente.

A partir das informações coletadas na investigação, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão dos dois envolvidos. As buscas seguem para localizar o segundo envolvido.

O homem preso nesta sexta-feira respondeu anteriormente por outro crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de trio envolvido em diversos roubos em Várzea Grande

Publicado

Três criminosos envolvidos em diversos roubos em Várzea Grande tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (01.07), dentro do trabalho investigativo realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (Derf-VG).

Os suspeitos foram identificados como autores de um roubo a residência em que uma família foi feita refém no bairro Nova Várzea Grande. O crime ocorreu no dia 22 de fevereiro, quando os criminosos invadiram a casa, rendendo o casal e as duas filhas de 03 e 07 anos, fazendo ameaças e subtraindo diversos bens.

Durante o roubo, enquanto um dos suspeitos ficou com as vítimas, as ameaçando e exigindo que fizessem transferências bancárias, os outros dois vasculhavam a casa subtraindo bens de valor, que foram colocados no veículo da vítima que também foi utilizado na fuga.

No dia 1º de março, o trio praticou um roubo a um hotel em Várzea Grande, ocasião em que foram presos em flagrante pelo crime. Na ocasião, um dos assaltantes estava em posse do celular roubado da vítima do roubo a residência.

Além dos dois roubos, os suspeitos possuem diversas passagens anteriores por crimes de roubos, furtos, associação criminosa e tráfico de drogas. Dois deles também foram identificados como autores de outro roubo a residência ocorrido no mês de janeiro em Várzea Grande.

Diante dos fatos, o delegado da Derf-VG, Maurício Maciel Pereira Junior, representou pela prisão preventiva dos suspeitos, em decorrência do envolvimento do roubo a residência em que a família foi feita refém. Os mandados foram expedidos pela Justiça e cumpridos pela equipe da Derf no presídio onde cumprem pena em decorrência dos outros crimes.

“Em virtude das investigações que apontaram o envolvimento dos investigados no roubo e de todo histórico dos suspeitos, foi representado por nova prisão preventiva, garantindo que eles permaneçam presos pela prática dos crimes”, concluiu o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana