conecte-se conosco


Cuiabá

Pra Frente Cuiabá: Iniciativa garante consultoria para impulsionar o comércio internacional

Publicado


Davi valle

Clique para ampliar

Cuiabá conta com um novo programa de Importação e Exportação, o IMEX Cuiabá. A iniciativa da gestão Emanuel Pinheiro visa fortalecer as atividades econômicas, principalmente considerando os impactos decorrentes da pandemia causada pelo coronavírus. O lançamento foi realizado na tarde desta segunda-feira (6). O novo programa será executado em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Arco Norte Terminais e o Porto Seco de Cuiabá.

A ação  é mais uma iniciativa que integra o programa ‘Pra Frente Cuiabá’ , alicerçado em ações de fomento ao  investimento em qualificação e capacitação de empreendedores. “Vivemos um momento ímpar, de expansão, em que os mercados afloram para garantir que Cuiabá atue de forma mais forte, voltando seus olhos para o mercado internacional”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

“O programa visa qualificar empresas e identificar produtos e serviços que tenham potencial para importação e exportação e gratuitamente ofertarmos um plano de negócio para os empreendedores, no sentido que eles possam abrir a sua visão e colocar Cuiabá num cenário em nível internacional”, pontuou Pinheiro.

“O que uma empresa precisa ter é uma boa consultoria, e é justamente isso que o IMEX Cuiabá se propõe. Isso é necessário para que ela possa ser assessorada e evitar o erros. Se minimizam os erros, diminuem os riscos, e consequentemente o processo vai fluir mais rápido, o acesso ao mercado será mais rápido e a sua mercadoria chegará com maior brevidade, garante o representante das empresas Porto Seco e Arco Norte, Cristiano Noetzold.

Os processos de importação e exportação devem ser executados em recinto alfandegado, sob a supervisão dos órgãos aduaneiros, Receita Federal, Ministério de Agricultura e Anvisa. Do contrário, não se consegue nacionalizar ou exportar a mercadoria para o exterior.

A UFMT será a responsável pala capacitação e qualificação de todos os empresários que tenham interesse em participar do comércio internacional. “Cabe a nós, enquanto instituição educacional preparar, para que os envolvidos possam ter independência empresarial e consigam fazer uma exportação segura e planejada, assim como aqueles que desejam importar. No IMEX eles encontram esse ambiente, para que as importações e exportações sejam garantidas de forma plena”, disse o diretor Metodológico da UFMT, prfº. Drº, Olivan Rabelo.

“Essa é uma grande oportunidade. Estamos satisfeitos em sermos os primeiros a firmar essa parceria”, elencou o advogado e empresário Gioacchino Granata. O IMEX irá funcionar da seguinte forma,  à empresa deve manifestar interesse em participar do programa; a equipe será a responsável por identificar o potencial de exportação do produto ou serviço; As empresas interessadas devem participar de ações de qualificação individuais e coletivas; no caso da Exportação – a empresa recebe planejamento para exportação de um produto e um mercado alvo;

no caso de Importação – a empresa recebe orientações gerais sobre o processo de importação de insumos que fazem parte de seu processo produtivo; Empresa recebe três certificados – IMEX Cuiabá, UFMT e APEX Brasil. E por fim, a empresa interessada participa das ações de promoção comercial com expectativa de iniciar o comércio exterior em até dois anos.

“Essa é a visão do programa Pra frente Cuiabá.  É um novo estágio que estamos avançando com a implantação do programa. Válido lembrar que, hoje Cuiabá detém toda estrutura e instrumentos que garantem toda competitividade como o Porto Seco importar e exportar aqui. Temos o maior entroncamento rodoviário com as BR’s 163, 364 e 070. Com a chegada da Ferrovia Vicente Vuolo, garantiremos maior competitividade, em razão de um frete mais barato. O foco inicial são os produtos com valor agregado, não só importando como identificando produtos que possam ser exportados para outros países. Precisamos planejar e pensar Cuiabá para os próximos trinta anos”, finalizou o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

 

 

 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Brizola: um símbolo eterno do político por vocação e idealismo

Publicado


Neste sábado (22), o eterno Leonel Brizola, um dos maiores nomes da democracia brasileira, chegaria aos 100 anos de idade, caso ainda estivesse vivo. Detentor do título Herói da Pátria, que foi conferido pelo Congresso Nacional por sua trajetória de luta pelo país, Brizola é a personificação exata da frase que costumo dizer: “política é para políticos e não para aventureiros”.

Com uma história inspiradora, Brizola nos mostrou ao longo de carreira que, para fazer política, discursos bonitos e decorados não bastam, não se sustentam e muito menos consolidam. Para fazer política é preciso ter esse dom enraizado na alma. Somente aqueles que possuem essa vocação e convicção conseguem construir um caminho norteado pela essência de servir ao povo, colocando os interesses coletivos acida de tudo.

Foi isso que Brizola fez durante toda sua vida política. Não por menos, já aos 25 anos, conquistou a vaga para deputado estadual e, logo na sequência, emplacou ainda duas eleições como deputado federal. Nessa trajetória vitoriosa também exerceu a função de prefeito de Porto Alegre. E, para coroar, ainda entrou para a história como o único ser eleito governador por dois estados diferentes, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Um entusiasta e apaixonado por aquilo que fazia, é assim que Leonel Brizola pode ser resumidamente descrito. Muito mais que um nome, foi e eternamente continuará sendo um exemplo de estadista habilidoso, talentoso e com uma capacidade natural para o caminho que escolheu trilhar. Defensor inegociável da democracia, tem uma cadeira cativa entre os grandes símbolos da luta contra a ditadura militar no Brasil.

Diante de tantos feitos, tornou-se impossível contar a história da política brasileira sem dedicar uma longa parte dela para falar de Brizola. E isso é um privilégio que pouquíssimos conseguem conquistar. Nos dias atuais, onde aventureiros, que se colocam como grandes “salvadores da pátria”, surgem e desaparecem na mesma velocidade, esse fato é ainda mais raro de acontecer.

A trajetória de Leonel Brizola nos ensina que fazer política não é algo temporal, mas sim uma responsabilidade que alguém escolhe carregar com muita dedicação por toda sua vida. É uma responsabilidade que exige olhar para o outro mais do que para si mesmo. Fazer política é, igualmente, saber respeitar a história construída por aqueles que vieram antes e prepararam o caminho para novas lideranças surjam.

Obrigado, Leonel Brizola!

**No registro feito em 2002, a primeira-dama Márcia Pinheiro, Leonel Brizola, e o prefeito Emanuel Pinheiro que, na época, era deputado estadual e líder do PDT na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Prefeitura dá mais um passo para estruturação do projeto de PPP de requalificação urbana do Centro Histórico

Publicado


Divulgação

Clique para ampliar

A gestão Emanuel Pinheiro, por meio da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, dá mais um passo para a estruturação do projeto de parceria público-privada para requalificação urbana do Centro da Cidade de Cuiabá e revitalização do Mercado Municipal. Na próxima semana será realizada uma reunião para chancelar todos os relatórios apresentados pela comissão técnica e, a partir de então, ser encaminhado para o processo do certame licitatório, que deve ocorrer ainda neste semestre.

O projeto prevê a implantação do estacionamento automatizado valet, que será construído no Mercado Miguel Sutil, mais conhecido como Mercado Municipal, localizado na Avenida Isaac Póvoas, no Centro Histórico da Capital. Serão construídas 586 vagas para carros e 20 para motos, o estacionamento ficará no 4º pavimento e contará com sensores para identificação do status da vaga e software compra recarga de créditos; recarga de créditos através do parquímetro e fiscalização dos serviços através de OCR. Ao todo, o futuro Mercado Municipal terá quatro pavimentos, divididos por setores para um melhor ordenamento dos ambientes. 

No mês passado, a Prefeitura de Cuiabá publicou o projeto de lei de nº504/2021, que dispõe sobre a concessão e requalificação urbana da região da Capital, sobre o sistema de controle de vagas públicas de estacionamentos rotativos em ambientes públicos.  A lei trata especificamente da possibilidade de implementação de ações e revitalização de infraestrutura viária e a gestão do estacionamento rotativo que será terceirizado por meio de uma licitação de concessão. 

 “O projeto é do programa de parceria público-privada de requalificação do Centro Histórico de Cuiabá e é o desejo do prefeito Emanuel Pinheiro a revitalização do Mercado Miguel Sutil, mais conhecido como Mercado Municipal e requalificação urbana nas regiões das praças Alencastro e Ipiranga. Já fizemos o encaminhamento dos trâmites, audiências públicas. Foram apresentados os cenários para a reforma e ampliação do Mercado Municipal. A empresa terá obrigações para poder gerenciar esse estacionamento”, comentou o secretário de Agricultura, Francisco Vuolo. 

 “Existe um problema de falta de estacionamento histórico em Cuiabá. E desde que assumimos o compromisso com Cuiabá, sempre pautamos em acabar com esses problemas que pareciam sem solução. A população terá o mais moderno Mercado e estacionamento na região Central da cidade.  E melhorar isso, gera inúmeros benefícios, como a melhora do fluxo de veículos, satisfação dos clientes e vantagens financeiras a médio e longo prazo. Temos que elaborar um projeto bem mais moderno e preparar a Capital para o futuro. O investimento em novas tecnologias agilizará todos os processos operacionais, desde a chegada do usuário ao local até sua saída. Isso evita filas, seja em pagamentos, validação de bilhetes, dentre outros”, declarou o prefeito.

Conheça aqui o projeto do Novo Mercado Municipal 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Cidades

Nortão

Policial

Mais Lidas da Semana